7 de jan de 2009

Apresentação corporativa é uma faca de dois gumes.


Já vi e já soube de casos onde carreiras foram alavancadas ou prejudicadas por uma apresentação brilhante ou desastrosa.

.

O fato é que são imensas as oportunidades que surgem quando um executivo ou um técnico são escalados para fazer uma determinada apresentação, por exemplo, para sua chefia ou para colegas. A principal e a mais importante é aquela que o coloca na vitrine como protagonista diante de quem pode decidir o futuro imediato da sua carreira.

.
Muitas vezes um jovem talento, técnico ou executivo dos escalões mais baixos da corporação, deixa de ser notado por conta do tamanho da empresa ou do próprio setor onde trabalha. Uma apresentação é a oportunidade que surge para que ele exiba seus conhecimentos, seu preparo, seu estilo.

.

Pense no exemplo de um engenheiro que esteja lutando, na sua corporação, para conseguir seu lugar ao sol. Trabalha duro, cumpre tudo que seu chefe imediato solicita, mas está estacionado no seu nível corporativo. Não avança. De repente o chefe avisa-o que fará uma apresentação para a diretoria. Pronto! Eis a grande oportunidade que ele esperava.

.
Se tiver sucesso sabe que poderá ser promovido. Diretores estão sempre à procura de talentos novos que possam ser aproveitados. O que este ambicioso jovem deve fazer para ser um dos “eleitos”? Ou melhor, o que ele não deve fazer na sua apresentação?

.
Este é o tema do artigo abaixo que "capturei" do site Efetividade.net, de Augusto Campos. Estou reproduzindo-o não só pela qualidade, mas pela criatividade de apresentar o assunto pelo lado inverso. Tudo que o artigo coloca é verdadeiro. Não é à toa que foi reproduzido algumas vezes por outros blogs.

.
Aos interessados recomendo a leitura atenta e completa. Todavia não se limitem a ao conhecimento do assunto somente com este artigo. Pesquisem, pois há muito material disponível seja na internet, nas revistas especializadas ou nas livrarias. Tenha em mente que estar sempre preparado para a oportunidade que surgirá, com uma apresentação que você mesmo irá conduzir, é um dos melhores investimentos que fará em si mesmo. Leiam o artigo.

.

Posso lhes dizer que eu mesmo – por várias vezes – alavanquei minha carreira com apresentações para superiores hierárquicos e até mesmo colegas de trabalho. Tive oportunidades de fazê-las, inclusive para Ministros e Governadores, e sempre me ajudaram muito, mas nunca “enfrentei” uma apresentação sem estar muito preparado e conhecer profundamente o assunto sobre o qual iria falar.



10 dicas: Como NÃO fazer uma excelente apresentação

"Não importa se você usa Powerpoint, OpenOffice Impress, Magic Point, slides ou mesmo transparências: os recursos visuais são uma grande ajuda para fixar a sua apresentação na mente da platéia. Mas, se não forem bem utilizados, tendem a se transformar automaticamente em um obstáculo entre você e o público. E o que é pior: você pode nem notar.


Um slide horrível - e há piores!

Tenho assistido a uma grande quantidade de apresentações nos últimos anos, e preparei também o meu próprio quinhão. E abaixo está o meu checklist de o que NÃO fazer ao preparar e exibir uma apresentação, incluindo vários erros que eu mesmo já cometi e ocasionalmente ainda cometo. Sinta-se à vontade para usar e divulgar - o público das milhares de palestras apresentadas todos os dias no Brasil agradece!

Assim, se você quiser que o seu público durma, ou que ele troque sua apresentação por um intervalo para tomar cafezinho, ler uma revista, desenhar na margem da apostila ou simplesmente conversar com o vizinho, basta seguir os passos a seguir.

Mas se você quiser cativar seu público e transmitir sua mensagem, faça o contrário de todos os itens abaixo!

  1. 1 Leia os slides. Não os use para o que realmente servem, mas sim como uma gigantesca cola, da qual você lê literalmente, sem nem ao menos acrescentar comentários. Se quiser piorar, use um tom de voz monótono e ocasionalmente repita algumas frases, erguendo a sobrancelha esquerda para denotar importância daquele ponto.
  2. Superpopule seus slides com blocos enormes de texto, com a menor fonte que conseguir - Times 11 é um bom começo. Para dispersar a atenção da sua audiência, limitar-se a pontos e palavras-chave é tudo que você não quer. E o esforço adicional para ler tudo enquanto você fala vai ajudar a inspirar no público o desejo de ir ver se o coffee break já está disponível.
  3. Use todos os recursos sonoros e de animação que você aprendeu na semana passada. Faça com que cada título e frase surja de uma direção diferente, preferencialmente letra por letra. Aguarde a mensagem se completar na tela, olhando para ela (e jamais para o público) antes de prosseguir sua explicação.
  4. No que diz respeito ao estilo visual, seja 8 ou 80: ou use o árido estilo default, com letras pretas sobre fundo branco, ou procure o estilo mais chamativo que encontrar, formando um ilegível carnaval mexicano na tela.
  5. Coloque ilustrações engraçadinhas e não relacionadas ao tema da apresentação, mal cortadas ou mal redimensionadas, sem casar com as cores e formato do slide. Ou use aqueles cliparts do Office 97…
  6. Use recursos multimídia. Tente sincronizar com uma música de fundo. Ao perceber que não deu certo, interrompa e recomece a apresentação e o áudio. Faça uma pausa de 5 minutos até que o técnico ajuste tudo de novo. Se possível, faça com que o áudio seja ouvido apenas por quem está sentado nas 3 primeiras filas, e faça referências constantes a ele em suas explicações.
  7. Não prepare nem ensaie a seqüência certa de slides. Fique pulando alguns e depois retornando a outros, constantemente. De forma alguma permita que o público tenha uma idéia de continuidade, ou de quantos slides faltam para a conclusão. Não informe a duração da apresentação no primeiro slide, e deixe claro que os slides foram copiados e colados de outras apresentações com mais de 5 anos de idade.
  8. Cometa erros de ortografia, gramática e conceituação. Preferencialmente nos títulos. Erre seu e-mail e telefone de contato.
  9. Copie o seu arquivo de apresentação para um disquete (ou outra mídia ainda menos confiável) sem levar junto outros arquivos de multimídia, relatórios ou mesmo fontes referenciadas pela apresentação. Não faça nenhum ensaio no ambiente real da apresentação, e perceba a ausência dos arquivos apenas no momento da verdade. Interrompa a apresentação por alguns minutos para tentar descobrir por que o vídeo que deveria estar ali não está, ou por que os títulos estão todos em fonte Dingbats. Coloque a culpa no técnico do auditório, e perca a seqüência do que você queria dizer.
  10. Jamais leve uma segunda cópia da sua apresentação. Use a mídia mais vagabunda que encontrar: um disquete velho, um CD-RW que veio de brinde com o seu gravador em 2002, um pen drive que ficou na chuva… Se levar seu próprio notebook para o auditório, deixe para conectá-lo apenas no momento do início da sua apresentação, e só aí descubra que a saída de vídeo dele não é do mesmo padrão que o projetor. Paralise tudo por 15 minutos.

Siga as dicas acima e ninguém irá prestar atenção na sua apresentação. Eu prometo que sairei do auditório nos primeiros 5 minutos.""

Nota: algumas destas dicas foram inspiradas em artigo publicado originalmente pelo site LogSense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin