16 DE JULHO DE 2024 - 3ª FEIRA - DIA DE N. S. DO CARMO - PADROEIRA DO RECIFE



O Dia de Nossa Senhora do Carmo festeja-se a 16 de julho. Nossa Senhora do Carmo é um título atribuído à Virgem Maria. Este dia celebra-se a 16 de julho, pois em 1251, ocorreu a aparição de Nossa Senhora em Cambridge, Inglaterra. Nossa Senhora também é apelidada de Nossa Senhora do Monte do Carmelo em referência ao convento construído em sua honra no Monte Carmelo, em Israel. Este lugar sagrado do Antigo e Novo Testamento foi onde o Profeta Elias evidenciou a existência de Deus. Nossa Senhora do Carmo O significado de Carmelo é "vinha do Senhor", visto que em hebraico "carmo" significa vinha e "elo" significa senhor. Nossa Senhora do Carmo apresenta o Escapulário do Carmo, que simboliza a ação de estar ao serviço de Deus. Ela é a padroeira da Ordem do Carmo, do Chile e do estado de Pernambuco.

Bem vindo

Bem vindo

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Bill Gates, dicas preciosas a formandos em universidade norteamericana (2023)


Quem não quer conhecer dicas originais de Bill Gates? Dicas que ele passou aos formandos, quando homenageado, no ano passado (2023), pela NAU - Universidade do Norte do Arizona.

Pois elas estão, abaixo, em forma de imagens, numa "Story", que o Estadão publicou recentemente. 

Ao final do post coloquei o link, do Estadão, para quem queira ver a Story no seu formato original; e mais ao fim da postagem, consegui encontrar os vídeos, em inglês original e o com as legendas em português, do discurso desse mito do mundo corporativo, no ano passado.

 👇👇👇


















animated-arrow-image-0113Para conhecer a Story no site do Estadão é só clicar aqui 



quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

"Chato de Galochas", será que você é e não sabe?

Nada mais desagradável do que ser considerado um chato nos seus meios sociais (família, grupos, trabalho, clube, igreja e outros); pior ainda é ser visto como um "chato de galochas". É deprimente.

E sabe o que mais? É muito comum que os chatos - normais ou "de galocha" - não tenham consciência de que o são. Triste, não é mesmo?

Quem de nós não conhecemos, em nossos diversos círculos, alguns chatos compulsivos? Amigos, companheiros, ótimas pessoas e... chatos.

Por isso, ao me deparar com esse texto - "12 sinais de que você pode ser um comunicador chato" - no site da revista "Administradores", resolvi compartilhá-lo aqui, na Oficina de Gerência. 

Confesso, constrangido, que muitas vezes me vejo, no meio de conversas com amigos, em "lives" e mesmo na família, como sendo um chato, "portador" de alguns dos 12 pontos colocados no artigo. 

Sempre (quase) procuro estar (muito) atento, quando me envolvo nesses círculos de conversas, principalmente nestes tempos de videoconferências. Ocasionalmente perco o limite e imediatamente me contenho. 

Seja você, meu caro leitor, é um chato, inconsciente ou não, e principalmente um daqueles(!) tente se autoaplicar os pontos listados abaixo para buscar se corrigir. E, se não estiver nesse "clube" - o que faz de você uma "avis rara" - procure, também, entre seus amigos chatos, fazê-los se autoconhecerem. Esse é o objetivo do blog.

Boa leitura.


Clique aqui e visite o Website

12 sinais de que você pode ser um comunicador chato


Chata é a pessoa que ninguém quer por perto. Ninguém quer ser um chato. Mas como reconhecer que você está sendo? O autoconhecimento é o caminho. Perceber-se e entender as reações do outro pode te ajudar a ter um novo comportamento para deixar de ser o chato da turma.

1 – Toma conta da conversa, falando demais e sem parar, sem dar espaço para o outro

A conversa é de duas ou mais pessoas e, para ser realmente um diálogo, deve existir um volume de fala para cada um. Tomar conta do espaço demonstra ansiedade, pouca ou nenhuma preocupação com o outro ou o grupo e vontade demasiada de aparecer.

2 – Não percebe que o outro não está mais prestando atenção em você, enquanto acontece o monólogo

A conversa dominada por um só comunicador se torna um monólogo. O outro percebe que não há espaço para colocar sua opinião e permanece como mero espectador aguardando o fim da fala.


3 – Só fala de si e de suas conquistas

A necessidade de só falar de si e do que conquistou pode passar a ideia de arrogância. É preciso haver contexto para contar sobre as vitórias e compartilhar o que já aprendeu

4 – Não pergunta nada para o outro, sem interesse em se conectar

O comunicador chato se basta. Ele não precisa do outro para trocar conhecimento; só precisa de um espectador. Para ele, não importa se o outro está ali interessado mesmo na interação ou é só um par de ouvidos.

5 – Completa as frases do interlocutor, quando o ritmo do outro é mais lento

Ansioso e agitado, o comunicador chato não espera o interlocutor terminar as frases, quando o deixa falar. Dono de um ritmo acelerado, ele mesmo completa, como se não houvesse outra pessoa ali.

6 – Cutuca o outro, quando fala

Pensa numa situação chata! Você está ouvindo alguém que fica colocando a mão em você, quando quer chamar a sua atenção ou destacar algum ponto da conversa! Usar a expressividade corporal de forma equivocada, também pode transformar você em um chato.

7 – No final da conversa diz algo sem compromisso, como: vamos marcar um café, passa lá em casa ou ‘um abraço’

Como ele não faz questão da conexão com o outro, evita um convite verdadeiro e solta frases sem nenhuma responsabilidade com o interlocutor.

8 – Fala mal dos outros, praticando o julgamento sem dó

Ele ‘se acha’; por isso, é o dono de conclusões precipitadas sobre os outros. O momento de êxtase é quando tem um par de ouvidos como espectador para ouvir seus julgamentos a respeito dos outros e das situações.

9 – Banca o sabichão, sabe de todos os assuntos e dá conselhos a todos

Se o espírito fosse o de compartilhar, estaria tudo certo, mas o comunicador chato tem necessidade de se mostrar conhecedor de tudo e por isso deixa claro que sabe de tudo. A postura corporal contribui para uma impressão arrogante.

10 – Chama a atenção para si a toda hora dizendo: ‘ei pessoal, olha aqui’

É o pavão da roda! Ele quer atenção e por isso enfatiza – em tom de voz mais alto – os momentos em que deseja mais holofotes ainda.

11- Fala alto demais


Ah, esse chato que não percebe o ritmo do ambiente e fala alto! Ele já chega esparramando e não percebe que ninguém fala alto como ele. Mesmo assim continua com o volume ligado no máximo, achando que está abafando.

12- não dá opção para os outros

Ele pergunta e ele mesmo responde. Ninguém tem opção de escolha com ele. Como ele sabe tudo, também se vê no direito de decidir tudo. A intenção pode ser positiva, mas pega mal demais.

Para evitar todas essas chatices, que demonstram alto nível de desrespeito com o outro, o ideal é se perceber. O autoconhecimento é o caminho para uma comunicação excelente, por isso todo comunicador deve olhar para dentro e olhar para o outro para entender o ambiente e se colocar em qualquer situação de forma adequada para não chocar e, com isso, não se prejudicar. Se quiser receber reflexões grátis sobre Comunicação Pessoal no seu WhatsApp, inscreva-se aqui. Em forma de podcasts de até 5 minutos, o conteúdo ajuda a aumentar o nível de percepção e leva ao caminho do autoconhecimento.

👉Clique aqui se desejar ler o artigo no formato original

terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Juan Sforza chegando no Vasco, para brilhar. Conheça um pouco dele.

Sforza e Messi na Seleção Argentina

Este é um post para vascaínos. Desculpem-me os leitores "adversários", mas a minha paixão pelo Gigante da Colina se sobrepõe ao objetivo maior do blog, os temas do mundo corporativo. Forço a barra um pouco e penso o Vasco como uma empresa, que de fato o é, merecendo espaços aqui na Oficina de Gerência, também.

O post de hoje é para registrar a última contratação do Vasco, o jovem argentino Juan Sforza. Amplamente noticiado pela mídia esportiva. 

Fui pesquisar, como legítimo torcedor vascaíno, que Sforza é jogador que chega com muita moral após haver, com sua seleção, desclassificado a seleção brasileira recheada de estrelas como Gabriel Pec, John Kennedy e Endrick - aliás, este último, anulado pelo Sforza, no jogo. 

Após vê-lo em ação nos vídeos do YouTube, cheguei à conclusão de que será um enorme sucesso na equipe do Vasco, ao lado de Payet e Cia.

Peço, apenas, que - principalmente - o leitor vascaíno assista aos vídeos e veja a ficha técnica que transcrevi de um site argentino e tire suas conclusões. 

Coloco todas as minhas fichas nesse jovem, com a sagrada camisa do Vasco da Gama. Vai ser um destaque no futebol brasileiro. 

Que seja bem-vindo e dê muitas alegrias para a notável torcida da Cruz de Malta.

⚽⚽⚽


Melhores atributos - passes - energia e força - visão de jogo - disputas de cabeça - combate - trabalho em equipe - técnica fora da bola - ritmo de trabalho.

Ponto fraco - disciplina

Generalidades - Único clube (Newell Old Boys-Rosário/ARG) - idade 21 anos - Perna forte: esquerda - Posição, armador e meia de contenção.

⚽⚽⚽


⚽⚽⚽


⚽⚽⚽



⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽⚽

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

Abílio Diniz partiu, mas seus pensamentos e legado permanecem.

 



Falar - aqui na Oficina de Gerência - sobre Abílio Diniz, hoje, no dia de sua passagem para o mundo espiritual, seria mera redundância. O mundo todo, em todos os segmentos, está enaltecendo a figura deste brasileiro que conseguiu, apesar de toda sua discrição, humanidade e humildade, tornar-se uma unanimidade.

Por isso, me furto de escrever sobre suas excelências como líder, empreendedor, empresário e tantas outras qualificações. Remeto o leitor à Wikipédia para resumir a trajetória dele (clique aqui).

Prefiro falar sobre seus pensamentos, que tantas vezes me inspiraram, e a milhões de outras pessoas que o seguiam em suas redes e aprendiam com ele as lições de comportamento de alto nível, que sempre nos mostrou com a elegância de quem não precisou, nunca, se exibir.

Trago ao blog uma coletânea de seus pensamentos. É a melhor maneira que encontrei de homenagear este homem admirável. Transcrevi as frases do site "O Pensador" e deixei, ao final, o link, para quem deseje conhecer mais dessa personalidade ímpar. 

Uns sonham com o sucesso, nós acordamos cedo e trabalhamos duro para consegui-lo.

Faça o bem sem esperar qualquer tipo de recompensa, nem mesmo um agradecimento.

As pessoas podem copiar tudo o que a gente faz, mas não o que a gente é.

Se Deus demora em atender, é porque Ele tem um propósito: fazer endurecer mais nossa fibra espiritual por meio da espera ou então Ele se demora a fazer um milagre maior. Suas demoras são sempre propositadas. Não tente forçar uma resposta

Administrar é saber colocar as pessoas certas nos lugares certos.

Crise é uma chance de você mostrar o seu valor quando quase tudo à sua volta está perdendo valor.

Em vez de olhar pela janela e procurar o culpado, olhe para o espelho e procure ver onde errou. O que está de fora pode até ser muito importante, mas você não pode controlar.

Na crise, existem aqueles que se abatem, sentam no chão e choram; e existem aqueles que fabricam e vendem lenços. Nós somos fabricantes de lenços.

Clique aqui para conhecer mais pensamentos de Abílio Diniz no site de "O Pensador".


quarta-feira, 14 de fevereiro de 2024

Crie hábitos de exercícios - Gerencie sua saúde ;


Você talvez não perceba, mas nossas vidas são exercícios permanentes de gerenciamentos. A saúde é um dos mais importantes. Por isto mesmo, o nosso blog, sob o título de "Oficina de Gerência", também se preocupa com o tema saúde. Tem até uma tag (marcador) sob o título "Dicas de Saúde" (clique no link para conhecer o conteúdo) com diversos e variados posts.

Portanto, trago ao blog mais uma dica para cada leitor - idoso ou não - buscar gerenciar melhor sua saúde. 

Desta feita, extraído do Estadão, compartilho um artigo, traduzido do "The Washington Post", que apresenta 7 passos para criar hábitos de fazer exercícios. Aproveitem e boa leitura.

Clique aqui e visite o website


THE WASHINGTON POSTÉ fácil fazer resoluções de ano-novo para uma rotina de exercícios em 2024. É muito mais difícil cumprir. Mas essas sete dicas oferecem algumas maneiras surpreendentemente simples e práticas de criar hábitos de exercício duradouros.

Talvez o mais importante seja o conselho de que mesmo os treinos mais breves – alguns passos extras, uma caminhada de 11 minutos – podem trazer benefícios potentes para nossa saúde, especialmente se nos exercitarmos de forma consistente.

Então, tome estas sete dicas como seu roteiro para um 2024 mais fitness.

1. Apenas 11 minutos de caminhada rápida fazem uma grande diferença

Os maiores ganhos nos exercícios ocorrem quando começamos a nos mexer um pouco. Caminhar pelo menos 11 minutos todos os dias pode reduzir o risco de morte prematura em quase 25%, de acordo com um grande estudo realizado com 30 milhões de pessoas.

Esses 11 minutos diários também reduziram os riscos de doenças cardíacas em 17% e de qualquer tipo de câncer em 7%. Para certos tipos de câncer, como leucemia mieloide, mieloma e alguns cânceres de estômago, o risco caiu até 26%.


2. Exercício matinal pode ser melhor para queimar gordura

Se você quiser queimar um pouco mais de gordura a cada treino e diminuir gradativamente os estoques de gordura do corpo, pode ter vantagens em se exercitar antes do meio-dia. Pesquisas em ratos mostraram que os animais que corriam poucas horas depois de acordar queimavam mais gordura do que os ratos que se exercitavam no final do dia.

Nos ratos que praticavam exercícios matinais, sua gordura liberava substancialmente mais ácidos graxos – os blocos de construção da gordura – na corrente sanguínea, para serem usados como combustível muscular. E o tecido adiposo restante apresentou aumentos maiores nos marcadores bioquímicos de produção de calor e atividade mitocondrial do que a gordura dos corredores noturnos, bem como na atividade de certos genes relacionados ao metabolismo da gordura.

3. Os treinos ao ar livre intensificam os benefícios do exercício

Levar seu treino para fora pode ser uma maneira simples de ampliar seus benefícios, não apenas para a cabeça, mas também para a saúde, a felicidade, a boa forma e a motivação. O “exercício verde” – a atividade física feita na natureza – pode melhorar a memória de trabalho e a concentração substancialmente mais do que fazer a mesma caminhada rápida dentro de casa.

Os efeitos podem ir além de breves melhorias na concentração, mostram outras pesquisas, pois chegam a aumentar a motivação e a deixar o exercício menos assustador. Em um estudo publicado no ano passado na China, pessoas jovens e inativas com obesidade que começaram a caminhar em um parque ou uma academia em dias alternados relataram sentir consideravelmente menos estresse e gostar mais de fazer exercícios quando caminhavam ao ar livre.


4. Caminhar quatro dias por semana pode melhorar a saúde do cérebro

Nunca é tarde para fazer exercícios para melhorar a saúde do cérebro. Em um estudo realizado com pessoas de 70 e 80 anos, caminhar apenas quatro dias por semana durante quatro meses levou a melhores pontuações em testes cognitivos.

E exames cerebrais mostraram que as conexões cerebrais estavam mais fortes do que antes, com células e redes inteiras se iluminando ao mesmo tempo – sinal de melhor capacidade de raciocínio.

5. Para muitas pessoas, apenas 6 mil passos é o ideal

Não há nada de mágico nem de cientificamente comprovado nos tais 10 mil passos por dia. Então, fique à vontade para abandonar essa meta.

Um estudo realizado com mais de 47 mil pessoas mostrou que, para homens e mulheres com menos de 60 anos, as maiores reduções relativas no risco de morte prematura ocorreram com contagens de passos entre 8 mil e 10 mil por dia. Para pessoas com mais de 60 anos, a marca foi um pouco menor. Para elas, o ideal em termos de redução do risco de mortalidade ficou entre 6 mil e 8 mil passos por dia.

6. Exercícios menos extenuantes podem queimar mais gordura

A chave para encontrar sua zona de queima de gordura muitas vezes é se exercitar com muito mais tranquilidade do que poderíamos esperar. Queimar mais gordura ou mais carboidrato durante o exercício depende principalmente da intensidade do treino. Em termos gerais, quanto mais você se esforça, mais seu corpo depende dos carboidratos. O que pode surpreender algumas pessoas é que quanto mais leve o treino, mais seu corpo usa gordura para se alimentar, fazendo do exercício leve a chave para sua zona de queima de gordura.

Em estudos, pessoas aconselhadas a caminhar em velocidades que achassem que poderiam manter por pelo menos 45 minutos geralmente estabeleciam um ritmo que se enquadrava na sua zona de queima de gordura. Esse ritmo também tendia a ser mais lento do que poderíamos esperar, oscilando entre 4 e 5 quilômetros por hora para muitas pessoas, algo como 13 minutos por quilômetro.

7. Você aproveita melhor o exercício quando o monitora


Monitorar os passos para saber quanto realmente estamos movimentando o corpo nos ajuda a pensar em nós mesmos como pessoas ativas, o que pode render dividendos para a saúde. Em um estudo, grupos de praticantes de exercícios monitoraram a contagem de passos. Alguns deles receberam relatórios precisos de seus 7 mil passos diários. Mas outro grupo foi enganado: eles estavam se exercitando bastante, mas foram informados de que davam apenas 4 mil passos por dia.

Os praticantes de exercícios que foram informados corretamente de que caminhavam cerca de 7 mil passos por dia relataram melhora no humor e maior autoestima. Quando começaram a contar os passos, também começaram a comer melhor, consumindo menos alimentos ricos em gordura e mais produtos naturais. E sua aptidão aeróbica aumentou ligeiramente, embora não estivessem fazendo exercícios a mais.

Mas as pessoas que pensavam ter dado apenas 4 mil passos por dia mostraram uma autoestima ligeiramente inferior, um humor mais sombrio, hábitos alimentares piores e pequenos aumentos nos batimentos cardíacos e na pressão arterial em repouso, indicando um certo agravamento da saúde, embora sua contagem de passos fosse objetivamente igual à de todos os outros. As descobertas sugerem que a mentalidade negativa – como sentir que você está fracassando nos exercícios – é prejudicial à saúde.

Então, monitore seu exercício e tente não comparar seus passos ou atividades com os de qualquer outra pessoa. Em vez disso, comemore sua vida mais ativa. / (TRADUÇÃO DE RENATO PRELORENTZOU)

Se desejar ler o artigo no site de origem, clique aqui.