13 DE ABRIL DE 2024 – SÁBADO - DIA DO JOVEM E DIA DO BEIJO


FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

"Chato de Galochas", será que você é e não sabe?

Nada mais desagradável do que ser considerado um chato nos seus meios sociais (família, grupos, trabalho, clube, igreja e outros); pior ainda é ser visto como um "chato de galochas". É deprimente.

E sabe o que mais? É muito comum que os chatos - normais ou "de galocha" - não tenham consciência de que o são. Triste, não é mesmo?

Quem de nós não conhecemos, em nossos diversos círculos, alguns chatos compulsivos? Amigos, companheiros, ótimas pessoas e... chatos.

Por isso, ao me deparar com esse texto - "12 sinais de que você pode ser um comunicador chato" - no site da revista "Administradores", resolvi compartilhá-lo aqui, na Oficina de Gerência. 

Confesso, constrangido, que muitas vezes me vejo, no meio de conversas com amigos, em "lives" e mesmo na família, como sendo um chato, "portador" de alguns dos 12 pontos colocados no artigo. 

Sempre (quase) procuro estar (muito) atento, quando me envolvo nesses círculos de conversas, principalmente nestes tempos de videoconferências. Ocasionalmente perco o limite e imediatamente me contenho. 

Seja você, meu caro leitor, é um chato, inconsciente ou não, e principalmente um daqueles(!) tente se autoaplicar os pontos listados abaixo para buscar se corrigir. E, se não estiver nesse "clube" - o que faz de você uma "avis rara" - procure, também, entre seus amigos chatos, fazê-los se autoconhecerem. Esse é o objetivo do blog.

Boa leitura.


Clique aqui e visite o Website

12 sinais de que você pode ser um comunicador chato


Chata é a pessoa que ninguém quer por perto. Ninguém quer ser um chato. Mas como reconhecer que você está sendo? O autoconhecimento é o caminho. Perceber-se e entender as reações do outro pode te ajudar a ter um novo comportamento para deixar de ser o chato da turma.

1 – Toma conta da conversa, falando demais e sem parar, sem dar espaço para o outro

A conversa é de duas ou mais pessoas e, para ser realmente um diálogo, deve existir um volume de fala para cada um. Tomar conta do espaço demonstra ansiedade, pouca ou nenhuma preocupação com o outro ou o grupo e vontade demasiada de aparecer.

2 – Não percebe que o outro não está mais prestando atenção em você, enquanto acontece o monólogo

A conversa dominada por um só comunicador se torna um monólogo. O outro percebe que não há espaço para colocar sua opinião e permanece como mero espectador aguardando o fim da fala.


3 – Só fala de si e de suas conquistas

A necessidade de só falar de si e do que conquistou pode passar a ideia de arrogância. É preciso haver contexto para contar sobre as vitórias e compartilhar o que já aprendeu

4 – Não pergunta nada para o outro, sem interesse em se conectar

O comunicador chato se basta. Ele não precisa do outro para trocar conhecimento; só precisa de um espectador. Para ele, não importa se o outro está ali interessado mesmo na interação ou é só um par de ouvidos.

5 – Completa as frases do interlocutor, quando o ritmo do outro é mais lento

Ansioso e agitado, o comunicador chato não espera o interlocutor terminar as frases, quando o deixa falar. Dono de um ritmo acelerado, ele mesmo completa, como se não houvesse outra pessoa ali.

6 – Cutuca o outro, quando fala

Pensa numa situação chata! Você está ouvindo alguém que fica colocando a mão em você, quando quer chamar a sua atenção ou destacar algum ponto da conversa! Usar a expressividade corporal de forma equivocada, também pode transformar você em um chato.

7 – No final da conversa diz algo sem compromisso, como: vamos marcar um café, passa lá em casa ou ‘um abraço’

Como ele não faz questão da conexão com o outro, evita um convite verdadeiro e solta frases sem nenhuma responsabilidade com o interlocutor.

8 – Fala mal dos outros, praticando o julgamento sem dó

Ele ‘se acha’; por isso, é o dono de conclusões precipitadas sobre os outros. O momento de êxtase é quando tem um par de ouvidos como espectador para ouvir seus julgamentos a respeito dos outros e das situações.

9 – Banca o sabichão, sabe de todos os assuntos e dá conselhos a todos

Se o espírito fosse o de compartilhar, estaria tudo certo, mas o comunicador chato tem necessidade de se mostrar conhecedor de tudo e por isso deixa claro que sabe de tudo. A postura corporal contribui para uma impressão arrogante.

10 – Chama a atenção para si a toda hora dizendo: ‘ei pessoal, olha aqui’

É o pavão da roda! Ele quer atenção e por isso enfatiza – em tom de voz mais alto – os momentos em que deseja mais holofotes ainda.

11- Fala alto demais


Ah, esse chato que não percebe o ritmo do ambiente e fala alto! Ele já chega esparramando e não percebe que ninguém fala alto como ele. Mesmo assim continua com o volume ligado no máximo, achando que está abafando.

12- não dá opção para os outros

Ele pergunta e ele mesmo responde. Ninguém tem opção de escolha com ele. Como ele sabe tudo, também se vê no direito de decidir tudo. A intenção pode ser positiva, mas pega mal demais.

Para evitar todas essas chatices, que demonstram alto nível de desrespeito com o outro, o ideal é se perceber. O autoconhecimento é o caminho para uma comunicação excelente, por isso todo comunicador deve olhar para dentro e olhar para o outro para entender o ambiente e se colocar em qualquer situação de forma adequada para não chocar e, com isso, não se prejudicar. Se quiser receber reflexões grátis sobre Comunicação Pessoal no seu WhatsApp, inscreva-se aqui. Em forma de podcasts de até 5 minutos, o conteúdo ajuda a aumentar o nível de percepção e leva ao caminho do autoconhecimento.

👉Clique aqui se desejar ler o artigo no formato original

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.