30 de set de 2011

Nesta semana a produção de "As Frases" está ótima. Tem Padre Marcelo, Lea T, Paulo Maluf, Neto e Romário. Não é um "mix" de respeito?


O
pa! Chegou a sexta feira e com ela as "Frases da Semana" transcritas do blog "O Filtro" e selecionadas pelos jornalistas da revista Época Matheus Paggi (matheusp@edglobo.com.br), com Marcelo Moura e Humberto Maia Junior. 

Esta semana, particularmente, os famosos devem ter "caprichado" pois a produção das abobrinhas bateu recorde. Vamos fazer justiça. Há também frases importantes de personalidades idem.

Como sempre, vamos fazer nosso joguinho. Destaquei abaixo cinco frases cujos autores não revelarei agora. Leia o post completo e descubram quais foram as "celebridades" que as cometeram:
  • “Se tivesse que me prostituir para dar comida aos meus filhos, eu faria”
  • “Nunca tive abstinência, tremores… Posso ficar dias, meses, sem beber. [A bebida] é mais uma coisa comportamental, uma coisa importante para mim, talvez pela minha timidez, não sei”
  • “Tenho que usar uma calcinha bem apertada por baixo do biquíni e colocar ele para trás” 
  •  “Você poderia levantar o decote? Estou ficando desconcentrado”
  •  “Eu estou falando tanto em mudanças... Falando coisas que nem deveria falar... Do jeito que os ministros estão caindo, devo ser o próximo”

A partir de hoje vou "eleger" no post das Frases a Personalidade da Semana. Será aquela celebridade (artista, político, atleta, jornalista, autoridade...) que tenha se destacado na semana pela frase pronunciada. 
Nesta semana meu voto vai para a Excelentíssima Senhora Ministra do STF e Corregedora do CNJ. Refiro-me à Ministra (assim mesmo, com M maiúsculo) Eliana Calmon. Ela encarnou à perfeição tudo aquilo que o cidadão brasileiro quer ver representado nas atitudes de suas figuras públicas, de suas autoridades. Bravura, coragem, destemor, ousadia... 
Enfrentou pressões quase insuportáveis e enfrenta ainda uma reação da poderosa corporação a que pertence, mas não recuou e por isso encontrou o apoio irrestrito do melhor da opinião publica brasileira. Leia a frase que ela pronunciou e que fez tremer as bases do sistema judiciário brasileiro. Eliana Calmon, Sua Excelência, é a nossa Personagem da Semana.
.
Clique no banner e saiba tudo sobre a frase da Ministra
Arrows gif fileNa reprodução cortei algumas frases que julguei abaixo da crítica ou muito especificas sobre um determinado assunto. Quem quiser ler todas as que foram publicadas no blog da Época é só clicar no logotipo que está ao final do post.
.

Dois Pontos: As Frases da Semana

A cantora Claudia Leitte
  • “Você não aguenta o curso, então por que se matriculou?” - Cláudia Leitte, cantora, respondendo às vaias durante sua apresentação no Rock in Rio
  • “O governo prepara a Copa como um time sem técnico. Todo mundo corre, chuta e nada de bola na rede. Quem não faz pode acabar tomando gol no contra-ataque” - Duarte Nogueira (SP), líder do PSDB na Câmara sobre possíveis ameaças da FIFA à realização da Copa de 2014 no Brasil
  • “Se tivesse que me prostituir para dar comida aos meus filhos, eu faria” - Gretchen, ex-cantora e dançarina, que atualmente trabalha como garçonete nos Estados Unidos
  • “A pessoa tem celulite, testa gigante, macumbeira, cheia de estrias, cabelo tingido, cafona, quase analfabeta e ainda cisma em mandar indireta (sic)” - Da panicat Nicole Bahls respondendo à uma rival pelo Twiter
  • “Rock in Rio não é festival de rock e nunca foi, qual a novidade? Também não é no Rio, é depois da Barra!” - Hélio de La Peña, humorista e ex-integrante do Casseta & Planeta, em comentário pelo Twitter
  • “Ele não vai mais, não quer ir, é uma decisão pessoal. Ele quer ficar focado no Grêmio. Não acha um bom momento para ele, não é nada contra a Seleção” - Jorge Machado, empresário do jogador Mário Fernandes, do Grêmio, que não quis se apresentar à Seleção Brasileira.
  • “São Paulo, uma cidade IMENSA sem outdoors. Reconfortante, você vê a arquitetura e a beleza natural. Legal” - Katy Perry, cantora, que comentou no Twitter a proibição de outdoors em São Paulo 
  • “Nunca tive abstinência, tremores… Posso ficar dias, meses, sem beber. [A bebida] é mais uma coisa comportamental, uma coisa importante para mim, talvez pela minha timidez, não sei” - Sócrates, ex-jogador, sobre seu alcoolismo
  • “Não sou um jornalista policial, não tenho programa policial e meu nível e história não merecem essa mancha” - Jorge Kajuru, jornalista, sobre ter desistido de publicar a entrevista feita com Bruno, ex-goleiro do Flamengo, indiciado por participação no assassinato da amante, Eliza Samúdio. A exibição é condicionada ao pagamento de R$ 150 mil ao advogado de Bruno
  •  “O parlamento proibiu as touradas por serem o principal exemplo do nacionalismo espanhol” - Serafin Marin, encarregado de matar o touro na última tourada autorizada pelo governo da região da Catalunha, na Espanha
  • “Por que não amanhã?” - Wajeha Al-Hawaidar, feminista, sobre a permissão do governo da Arábia Saudita para mulheres voltarem a disputar cargos políticos – só daqui a quatro anos
  • “É mais fácil lutar” - Anderson Silva, lutador de MMA, comentando sobre a dificuldade de gravar o clipe “Ainda Bem”, de Marisa Monte, em que aparece dançando com a cantora
O padre Marcelo Rossi
  • “Não concordo com ele. Sempre falei isso. Quero que ele seja feliz, mas acho que ele se expõe demais, fala besteiras desnecessárias para algumas meninas nos shows” - Padre Marcelo Rossi, a respeito do padre Fábio de Melo, ao Jornal da Tarde.
  • “Eu não tenho essa intenção, mas coragem eu tenho” - Fernanda Vasconcellos, atriz, sobre posar nua
  • “Tenho que usar uma calcinha bem apertada por baixo do biquíni e colocar ele para trás” - Lea T, modelo transexual, filha do ex-jogador Tonhinho Cerezo, explicando como faz durante os desfiles, em entrevista à Marília Gabriela
  • “É só acabarmos com as bandalheiras” - Paulo Maluf (PP), deputado federal , em discurso na Câmara dos deputados sobre como combater a escassez de recursos na saúde
Roberto Requião
  • “Três em cada quatro parlamentares que pintam o cabelo usam tintura “Acajú Púrpura”,que dá o tom próprio à bunda de um BUGIO. Elegante pacas” - Roberto Requião (PMDB-PR), senador, despejando acidez em seu perfil no Twitter
  • “Sabe em que dia vou inspecionar São Paulo? No dia em que o Sargento Garcia prender o Zorro. É um Tribunal de Justiça fechado, refratário a qualquer ação do CNJ, e o presidente do Supremo Tribunal Federal [Cezar Peluso] é paulista” - Eliana Calmon, corregedora do Conselho Nacional de Justiça
  • “Acho que [reduzir o poder de investigação do CNJ] é o primeiro caminho para a impunidade da magistratura, que hoje tem bandidos escondidos atrás das togas” - Idem
  • “O CNJ repudia veementemente acusações levianas que lançam, sem prova, dúvidas sobre a honra de milhares de juízes” - Nota do Conselho Nacional de Justiça, assinada por 12 dos 15 membros do conselho e liderada por Cezar Peluso, presidente do Supremo Tribunal Federal
  • “Se isso for verdade, então nós realmente não entendemos nada sobre coisa nenhuma” - Alvaro de Rujula, físico do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN), sobre a possibilidade de pesquisadores terem descoberto partículas subatômicas movendo-se mais rápido que a velocidade da luz
O ex-jogador Neto
  • “Você poderia levantar o decote? Estou ficando desconcentrado” - Neto, ex-jogador e apresentador da Band, para a colega  Renata Fan
  • “Ser capaz de mudar sua vida de um dia para o outro, isto é realmente muito rock ‘n’ roll. A maioria das pessoas não aceitaria esse tipo de mudança” - Carla Bruni, primeira-dama da França, sobre seu casamento com o presidente Nicolas Sarkozy
  • “Quando o encontrei, andando pelo jardim do Palácio do Eliseu, ele me falou sobre os nomes das flores. Ele sabe todos os nomes em latim, todos os detalhes sobre tulipas e rosas” - Idem, sobre como se apaixonou por Sarkozy.
A ex-BBB Talula
  • “Tem que ter existir preconceito mesmo. Muita gente estuda anos e, de repente, vem uma bonitinha e ganha o papel porque participou de um programa” - Talula Pascoli, ex-participante do Big Brother Brasil 11, sobre a distinção que ocorre no meio artístico com os ex-BBBs
  • “Quando for a hora contem comigo, seja o Lula ou seja a Dilma” - Aécio Neves (PSDB-MG), senador, anunciando a deputados do partido sua intenção de disputar a presidência em 2014
  • “Acabei de realizar o maior dos meus sonhos…STEVIE WONDER!!!Quanta felicidade!” - Ivete Sangalo, cantora, comentando no Twitter sobre seu encontro com o músico Stevie Wonder, no Rock in Rio.
  • “Ele nunca mais jogará pelo City novamente. Ele está acabado” - Roberto Mancini, técnico do time inglês Manchester City, em comentário sobre o atacante argentino Tévez. O jogador se recusou a entrar em campo, em partida válida pela Copa dos Campeões da UEFA.
  • “Eu estou falando tanto em mudanças…Falando coisas que nem deveria falar…Do jeito que os ministros estão caindo, devo ser o próximo” - Garibaldi Alves Filho (PMDB), ministro da Previdência, durante discurso no qual defendia a necessidade de reformas no INSS, em inauguração de uma agência do instituto, em Ribeirão Preto
  • “Hoje eu tenho seis milhões de seguidores no Facebook. Outro dia olhei o perfil da Madonna, e ela tem menos. Isso é inacreditável” - Paulo Coelho, escritor, ao jornal The New York TimesO cantor Joe Jonas

  • “Indo buscar o novo livro do meu amigo Paulo Coelho. Ele é uma inspiração e um dos meus autores favoritos”  - Joe Jonas, cantor e integrante do grupo Jonas Brothers, pelo Twitter, comentando sobre Aleph, último livro do escritor Paulo Coelho
  • “Ele dizia: ‘Se eu não dormir, não conseguir fazer meu show, vou desapontar meus fãs. Vou falhar se não tiver o Propofol’” - Ed Chernoff, advogado de Conrad Murray, médico do cantor Michael Jackson, falecido em 2009 com uma overdose de anestésicos, entre eles, o Propofol.
  • “É a minha propriedade, eu tenho meus valores e achei aquilo inapropriado” - Alan Graham, fazendeiro da Irlanda do Norte que autorizou a cantora Rihanna a gravar em sua plantação de trigo o clipe da música “We found love”, mas mandou parar quando ela abriu a blusa
  • O ex-jogador Romário“Não se pode fazer governo com a vassoura na mão” - Michel Temer, vice-presidente da República
  • “Minha trajetória é diferente porque eu dou a cara à tapa” -  Grazi Massafera, atriz, sobre as críticas que recebeu pelas atuações nas novelas Negócios da China e Tempos Modernos
  • “Neymar ainda não é craque” - Romário, ex-jogador e atual deputado federal, em entrevista no novo programa do jornalista Jorge Kajuru
Clique e leia as principais noticias de hoje no Brasil e no Mundo. (clique no logotipo se quiser ler no site original)
Por Matheus Paggi (matheusp@edglobo.com.br), com Marcelo Moura e Humberto Maia Junior

29 de set de 2011

Feministas reaparecem... Com Gisele Bundchen a tiracolo!

Imagem retirada do jornal Folha de São Paulo
(Autor do texto: Herbert Drummond) 
O
 "sistema de proteção à mulher" está registrando uma baixa frequência no ar. A ridícula celeuma que está envolvendo uma campanha comercial da empresa Hope (lingeries) estrelada por Gisele Bundchen tem um forte cheiro de bolor. A campanha tem o título de "A Hope Ensina". 
Pois bem, não é que a excelentíssima senhora ministra  da  Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Iryni Lopes  - de quem nunca tinha ouvido falar antes (falha minha...) - resolveu tirar do baú a antiga e empoeirada bandeira do feminismo e além de uma crítica anacrônica pediu formalmente a suspensão da campanha!!!!
Surpresa geral! Primeiro porque se julgava que essa "série" de feministas estivesse sepultada pelas ações sempre atentas do feminismo moderno, presente e ativista que patrulha com rigor as manifestações mais atuais da sociedade contra os direitos das mulheres.
A nossa ministra considerou que a campanha propaga a idéia da "mulher-objeto" porque a sempre bela Gisele busca seduzir o marido vestida apenas com... Lingerie. Por sinal, lindos lingeries. 
Assisti aos três vídeos da campanha, por sinal todos praticamente iguais e não consegui - embora me esforçasse - perceber qualquer sinal de diminuição da imagem da mulher ou de torná-la um "objeto sexual". Vi, sim, uma sátira bem humorada do "poder da lingerie" e até pouco criativa da agencia de publicidade. aliás, cá prá nós, seria uma demonstração de viva imbecilidade uma empresa de lingeries promover uma campanha que colocasse a mulher como objeto!!! Será que a ministra e suas seguidoras não pensaram nisso.
https://lh3.googleusercontent.com/-Yu1kgPMvVTU/TWqFyd13l8I/AAAAAAAABJE/Li8pC8A6i1c/s1600/Bola+Fora.bmpBola fora da ministra!
Já li algumas manifestações e comentários de jornalistas e publicitários. A maioria não apóia a condenação à campanha. Um exagero evidente. Um factóide... 
Inevitável considerar que a ministra aproveitou a oportunidade para aparecer por conta da Gisele Bundchen e... que não tem mais o que fazer. É também a minha opinião.
Na verdade a senhora ministra, com todo respeito, deveria, sim, trabalhar mais para diminuir a violência doméstica contra as mulheres, promover as lutas contra o aborto, contra o estupro, contra os salários pagos às mulheres sempre mais baixos que o dos homens, pelos direitos das empregadas domésticas e mais um sem número de campanhas semelhantes. Certamente esse esforço ocuparia 110% do tempo da excelentíssima senhora ministra ao invés de se preocupar em ressuscitar o velho feminismo das censuras às campanhas de publicidade.
É só entrar no site da SPM para perceber que há muito blá, blá, blá e nenhuma ação efetiva, de peso e consistência. Os últimos editais são de 2010 e todos para contratação de consultorias do tipo "realizar levantamento e tratamento de acervos existentes no Arquivo Nacional relativos à temática da mulher brasileira" ou então para "desenvolver Banco de imagens, catalogação, inscrição de legendas e projeto gráfico de publicação iconográfica sobre a implementação dos Planos Nacionais de Políticas para as Mulheres."
Imagem retirada do jornal O Globo
A ministra  e sua equipe aparentemente não perceberam que o paradigma para esse tema agora é outro. O sistema de publicidade do Brasil dispõe do CONAR que é um organismo da maior credibilidade para fiscalizar e tirar de circulação (como já o fez tantas vezes) as campanhas descabidas, impertinentes, impróprias, inadequadas e inconvenientes. 
Além do mais é o próprio consumidor, em última análise, quem deve fazer e fará o julgamento dessa campanha e de todas as que aparecerem com esse tipo de interpretação equivocada. Caso as mulheres se julgarem agredidas alguém acha que elas vão comprar as lingeries? Operar fora dessa premissa é praticar de forma camuflada a censura despótica e desprezar a capacidade da opinião publica de saber fazer suas próprias escolhas. Espero que a Hope e o CONAR não cedam às pressões dessas forças reacionárias e conservadoras e mantenham a campanha.
Pergunta que não quer calar. Qual a posição da ministra e suas feministas anacrônicas a respeito das (sempre lindas) mulheres que são personagens constantes nas novelas e shows da televisão usando lingeries (e às vezes até menos que isso) seduzindo os homens com gestos, caras e bocas. Também serão proibidas? 
Senhoras, por favor! Menas, menas...

Desse episódio todo o resultado inevitável será o sucesso da campanha, um ENORME aumento das vendas das lingeries da Hope e mais alguns milhares de dólares da rechonchuda conta da nossa Gisele Bundchen. Deviam mandar flores para a senhora ministra.
Posicionei abaixo os três vídeos da campanha para quem estiver interessado. Vejam e julguem por vocês mesmos.





27 de set de 2011

Conheça Soichiro Honda - Uma legenda no Mundo Corporativo

http://www.motosclassicas70.com.br/soichiro_e_fujisawa_73.jpg
E
le é o homem que criou a Honda do Japão e é uma das maiores legendas do mundo corporativo no planeta a partir da crença em seu sonho pessoal perseguido e tornado realidade a todo custo. Um gênio da raça que nos orgulha a todos. 
Sua história não foge à regra. É, basicamente, a mesma dos grandes empreendedores da história.
Os vídeos abaixo são excelentes para conhecer, admirar e aprender que sucesso tem muitos componentes exceto um que é a varinha de condão da magia. Não há toque feiticeiro nas histórias de sucesso. O que existe é a tenacidade e o destemor de perseguir as idéias e os sonhos mesmo que as tormentas, agonias, amarguras, angústias, e atribulações  os atinjam. E a Soichiro Honda não faltou nenhuma delas e mesmo ele foi em frente. É admirável!
Um detalhe que agrada muito a nós, brasileiros. Soichiro Honda era um fã de primeira linha do nosso Ayrton Senna. Ayrton pilotou para a Honda durante um tempo, mas o dono da Honda nunca perdeu uma oportunidade de cumprimentar o elogiar o nosso eterno campeão. Coloquei logo abaixo um dos muitos vídeos que atestam essa simpática afeição da lenda Soichiro para com a outra lenda Senna.
.

Arrows gif fileEste post foi originalmente publicado em 9 de março de 2008. Desde então é um dos mais acessados na Oficina de Gerência. Em respeito aos leitores e amigos resolvi reeditar o seu contéudo ampliando-o, repaginar sua formatação modernizando-o e voltar a colocá-lo no blog de cara nova. Eu gostei.

Vale a pena assistir os três vídeos na ordem em que estão postados



26 de set de 2011

A síndrome das segundas feiras (e das sextas também)


Seja zen nas segundas feiras
(por Herbert Drummond)

O
utro dia li um artigo do Christian Barbosa intitulado "Você gosta da segunda-feira?". No texto o consultor faz críticas contra a rejeição que temos, nós os seres humanos normais, de trabalhar nesse fatídico dia da semana. Em um determinado trecho ele escreve: "Não fiz nenhum estudo aprofundado sobre o assunto, mas posso dizer que em 85% dos casos, as pessoas que amam a segunda-feira têm resultados superiores, se comparado às pessoas que não gostam da segunda-feira."
Com todo respeito, como diriam os personagens mafiosos da série "A Família Soprano", discordo frontalmente no consultor. Não faço juízo de valor, mas acho que o jovem e bem sucedido autor e palestrante de temas corporativos não foi franco ao fazer a apologia da segunda feira como um dia prazeroso de trabalho. Ou nunca trabalhou como empregado ou está fora da realidade.
Em defesa da espécie humana direi que aqueles que "amam" as segundas feiras fazem parte da minoria no conjunto de trabalhadores do planeta. Nem é necessário fazer uma "pesquisa" como fez o nosso Christian Barbosa para saber disso. Basta abrir o Google e buscar os links do tipo "amo ou odeio as segundas feiras". 

Razões da rejeição e Recomendações
Vou direto ao ponto. Porque as segundas feiras são tão rejeitadas? A resposta óbvia e sem rebuscamentos será sempre "porque vem logo após os sábados e domingos".  Simples assim. Considerando as exceções que confirmam a regra as segundas feiras - notadamente pelas manhãs - são períodos nos quais as "rotações por minuto" do cérebro humano estão em baixa frequência e o "motor do nosso organismo" custa a pegar. É normal, é humano. Até os animais são indolentes após as suas "segundas feiras".
O que desejo passar para os leitores são alguns conselhos para enfrentar essa "síndrome":
.
http://www.tcmoveis.com.br/blog/wp-content/uploads/2010/02/zen.jpg
  1. Se lhe for possível não trabalhar na sua empresa às segundas feiras faça-o sem titubear... E sem complexo de culpa. Refiro-me, obviamente, às funções que podem usufruir dessa "mordomia" (presidentes, diretores, conselheiros...). 
  2. No mínimo reserve as manhãs das segundas feiras para "fugir" da empresa. Nem sempre é viável, mas com habilidade é possível. E sem prejudicar o serviço.
  3. Leve trabalho para fazer em casa nas segundas feiras  pela manhã. Normalmente leitura de relatórios, análises e pareceres técnicos... Coisas que são difíceis de fazer no burburinho dos escritórios ou em função das demandas corporativas naturais.
  4. Deixe para as segundas feiras nos períodos pós-almoço as atividades de maior pressão. De preferência não marque reuniões ou compromissos de agenda externa. Livre-se das "visitas" e procure ter um dia no estilo "zen".
  5. Sendo inevitável libertar-se desse "jugo" não se deixe levar por aborrecimentos evitáveis. Adie para os dias seguintes aquelas broncas nos subordinados ou aquela conversa difícil com o seu chefe.  
Ao longo do tempo a experiência vai indicar os melhores caminhos para driblar a "síndrome" e as práticas serão naturais. Não preconizo simplesmente "queimar" o expediente, "matar a aula" como nos tempos de estudante. É possível sim, fazer a segunda feira produtiva sem o desgaste do "pós-final de semana".

Sextas feiras também
Ah! Tem mais uma coisinha. Nas sextas feiras à tarde faz-se também necessário um "tratamento especial". Não é nenhuma "síndrome" e obviamente pelos motivos inversos aos das segundas. Nesse caso as "RPM começam a cair” e o "motor" inicia o processo de desaceleração. 
Evidentemente ninguém vai sair do serviço as sextas depois do almoço só por causa disso (embora existam alguns espécimes que pratiquem essa atividade na maior cara de pau), mas algumas providências fazem-se necessárias:
    http://www.corbisimages.com/images/42-20314000.jpg?size=67&uid=1811410c-9e08-4861-9a37-e7b671fb9181
  1. Da mesma forma que nas segundas evite convocar ou participar de reuniões "pesadas" após as 16 horas das sextas feiras.
  2. Busque os contatos informais no ambiente corporativo para discutir planos e programas da empresa, filosofia de trabalho da diretoria e temas semelhantes. Isso também é trabalho e não provoca estresse.
  3. Da mesma forma que nas segundas evite receber "visitas do publico externo" que exijam decisões difíceis.
  4. Sexta feira à tarde é ideal para reuniões de avaliação da semana que passou  e programação da semana vindoura. Aferição do planejamento mensal e assuntos semelhantes.
Encontrei no site da revista Saúde (clique no logotipo abaixo) um interessante artigo sobre como  enfrentar as segundas feiras; como ilustração ao post está sendo reproduzido abaixo para quem se interessar. Sobre as sextas feiras é suficiente o que está indicado acima.
                  

 Como encarar a segunda-feira?

(por Fábio de Oliveira | ilustração Orlandeli | design Eder Redder)

"ODEIO segunda-feira!"
Quase todo mundo já disse a frase acima alguma vez na vida. Veja como encará-lo numa boa sem sofrer antecipadamente 

Domingo à noite, é só ouvir a música daquele fantástico programa de televisão e bate aquela deprê. Reunião com o chefe, entrega de um trabalho, início de dieta e das aulas na academia...Vêm à mente todas as obrigações e os planos que foram postergados ou programados para o primeiro dia útil da semana, a segunda-feira. Se institutos de pesquisa como Ibope e Datafolha realizassem um levantamento sobre o dia mais detestado da semana, a resposta de mais de 99,9% dos entrevistados seria óbvia: Odeio segunda... E sem margem de erro.
http://saude.abril.com.br/imagens/0294/0294_bemestar_odeio01.jpgExageros à parte, por que a segundona gera tanta aversão e ansiedade? Um dos motivos para tanto mau humor talvez esteja na mudança dos ponteiros do nosso relógio biológico, afirma a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente da Isma-BR, uma entidade internacional dedicada ao estudo do estresse. Os horários geralmente são menos rígidos no sábado e no domingo, explica a especialista, que foi jurada do 2° Prêmio SAÚDE!. Não é à toa que a gente quebra a rotina nessas 48 horas: dorme mais do que de costume, come fora de hora ou mais tarde que o habitual sem falar nos goles a mais nas mesas dos bares.
Daí, chega a segunda-feira e o organismo tem de, numa curta fração de tempo, reajustar seus ponteiros para voltar à labuta cotidiana. É esse processo de readaptação, segundo Ana Maria, que está por trás do cansaço e da preguiça que pintam logo de manhãzinha.
Uma pesquisa conduzida na Universidade Flinders, na Austrália, dá crédito a essa teoria, pelo menos no que diz respeito às horas de sono prolongadas no fim de semana. Os cientistas pediram para 16 indivíduos dormirem duas horas a mais em relação aos dias de batente. Em seguida, eles coletaram amostras de saliva e de hormônios dos voluntários. Além de o relógio biológico dos participantes estar atrasado 45 minutos, os questionários respondidos na segunda e na terça-feira seguintes revelaram que eles estavam mais cansados.
Novamente os exageros do fim de semana justificam a eclosão de males cardíacos na segunda-feira. A ingestão de sal em excesso e álcool, além do cigarro, sobrecarrega o coração. Sem falar daquele sedentário que resolve jogar futebol, detalha o cardiologista Ricardo Pavanello, do Hospital do Coração, em São Paulo. Daí, o estresse do trabalho na segunda é a gota que faltava para o copo derramar. No entanto, como lembra o especialista, isso não quer dizer que os infartos vão acontecer categoricamente no dia mais odiado da semana. Na verdade, aquela conjunção de fatores favorece a ocorrência desses problemas cardiovasculares na segunda. Mas eles podem acontecer em qualquer dia, explica Pavanello.
http://api.ning.com/files/PhgF5lMBAnZEP9SrFSdkIcfRC9PLmUq4Gdfd3Cx-m*GrlgDdCr5KiCK7mdtnvQUgBJmtG3oNerwN9VaE5FQxV6OFfYe0WwEr/cara_de_segundafeira3128.gifAlém do corpo, a mente sofre, principalmente em quem começa a antecipar de forma negativa a chegada da segunda-feira no almoço de domingo. De acordo com a psicóloga Ana Maria Rossi, trata-se de uma atitude recorrente em quem está de mal com o trabalho, por exemplo seja porque não se dá bem com os colegas, seja porque o salário não compensa o esforço. A pessoa arruina seu domingão antes mesmo de a música daquele fantástico programa ecoar na telinha à noite. Nesse caso, o importante é ficar no aqui e agora, curtir o momento, aconselha Ana Maria.
O também psicólogo Antonio Carlos Amador Pereira, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, lembra que o fim de semana é uma espécie de libertação do peso do cotidiano. E passa rápido. Mas por que o trabalho tem de ser encarado de forma tão dura? E por que a gente só pode se sentir relaxado no sábado e no domingo?, ele pergunta. Cinema somente aos domingos também vira rotina, como a do trabalho, e a happy hour da sexta-feira. É preciso criar alternativas, diz Pereira. Ver um filme na quinta-feira à noite, quem sabe. Com equilíbrio, dá para criar outras rotinas e tornar a segunda- feira menos chata.
Ou seja, pregar os olhos na noite de domingo acaba demorando mais e, como consequência, o corpo sente na segunda-feira efeitos similares aos do jet lag. Além do sono, o coração também padece nesse dia. Uma pesquisa publicada na Revista de Saúde Pública mostrou que o pico de hospitalizações por problemas cardiovasculares e infarto do miocárdio na região de Ribeirão Preto, no interior paulista, ocorria na... Nem precisa dizer, né?


23 de set de 2011

Abobrinhas da Semana. As frases de "O Filtro" formam uma coleção imperdível.


http://1.bp.blogspot.com/-xfFqd0do5Yw/Tmrfi4LdL1I/AAAAAAAAAic/fRd9XRhJRVU/s1600/tagarela1.jpg
As "Frases da Semana" fazem sucesso aqui no blog. Mérito dos jornalistas da revista Época Matheus Paggi (matheusp@edglobo.com.br), com Marcelo Moura e Humberto Maia Junior
Esta semana particularmente foi uma enxurrada de bobagens.
Destaquei abaixo três frases cujos autores não revelarei nesse instante quem são. Leia o post completo e descubram quais foram as "celebridades" que as cometeram:

  • “Eu gosto dos defeitos. Gosto daquela pessoa que é a mais difícil de lidar, sabe? Perfeição é muito chato”
  • “Ele escolheu beber e dirigir, e matou minha família inteira”
  • “Isso não é roupa suja, anta, é um processo criminal no qual, involuntariamente, eu represento as milhares de mulheres brasileiras que sofrem agressão.

Arrows gif fileNa reprodução cortei algumas frases que julguei abaixo da crítica ou muito especificas sobre um determinado assunto. Quem quiser ler todas as que foram publicadas no blog da Época é só clicar no logotipo que está ao final do post.



    Dois Pontos: As Frases da Semana

    A atriz Ellen Rocche
    “Tenho celulite, acordo amassada, e tenho de malhar para não ficar flácida”
    Ellen Rocche, atriz

    O feriado é péssimo. Pode ser um motivo para as obras que não estejam terminadas 100%. Os feriados vão maquiar um pouco os problemas
    Romário, em referência ao projeto da Lei da Copa, enviado ontem ao Congresso e que permite que Estados, Distrito Federal, municípios e a própria União decretem feriado local nos dias de jogos

    A Polícia Federal vem cumprindo seu papel e agiu absolutamente dentro da lei. Não existe nada a reparar na coleta de provas
    José Eduardo Cardozo, Ministro da Jutiça, sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça de anular as provas obtidas na Operação Boi Barrica, que investigou a família Sarney

    Comece a emagrecer agora. Você parecia meio barrigudo em Norbit
    Steve Martin, ator, em carta aberta ao ator Eddie Murphy, que será o apresentador do próximo Oscar

    Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Partido, igreja e TV caminham separados
    Marcos Pereira, bispo da Igreja Universal, e atual presidente do PRB (Partido Republicano Brasileiro). Ele já foi diretor de relações corporativas da TV Record.
    O comediante Rafinha Bastos“Comeria ela e o bebê”
    Rafinha Bastos, comediante do CQC,  sobre a beleza da cantora Wanessa Camargo, que está grávida

    “Tenho que obedecê-la, não tenho que discutir”
    José Sergio Gabrielli, presidente da Petrobras, uma empresa de capital misto, com acionistas privados, sobre sua relação com a presidente Dilma Rousseff

    “Uma parcela da elite retrógrada deste País não se conforma. Se souberem que vou receber o título de doutor honoris causa da Sciences Po Paris vão ficar doentes”
    Ex-presidente Lula, ao receber condecoração oferecida pela Universidade Federal da Bahia. Ele afirma já ter aceitado outros 67 títulos acadêmicos

    “Ingênua, arrogante, equivocada e perigosa”
    Rick Perry, governador do Texas, e possível candidato à presidência dos EUA em 2012, comentando a política de Obama no Oriente Médio
    A modelo Luana Kisner
    “Tadinho, ele está bem magrinho, já. Só à base de frango”
    Luana Kisner, namorada do jogador Adriano, que desde março se prepara para estrear pelo Corinthians

    “Eu gosto dos defeitos. Gosto daquela pessoa que é a mais difícil de lidar, sabe?Perfeição é muito chato”
    Fernanda Vasconcellos, à revista Criativa

    “Ontem foi uma noite inusitada. Em função da falta de espaço, meu banheiro chegou a ser usado por seis pessoas ao mesmo tempo. Tudo em busca de privacidade”
    Marco Maia (PT-RS), presidente da Câmara dos Deputados, sobre as reuniões para acertar detalhes do projeto que cria a Comissão da Verdade

    “Ele escolheu beber e dirigir, e matou minha família inteira”
    Rafael Baltresca, estudante de 31 anos. Sua mãe e sua irmã foram atropeladas na calçada em frente a um shopping de São Paulo

    “Eu estava fora de si (sic)”
    Pedro Henrique Garcia de Souza Corrêa dos Santos, estudante de 24 anos que furtou um ônibus e bateu em pelo menos oito carros num trajeto de 22 quilômetros, no Rio de Janeiro

    A presidente Dilma Rousseff
    “Lamento ainda não poder saudar  o ingresso pleno da Palestina na Organização das Nações Unidas”
    A presidente Dilma Rousseff, defendendo a criação do Estado Palestino em discurso na abertura da 66a Assembleia Geral da ONU.
     
    “Tenho certeza de que esse será o século das mulheres”
    Idem

    “Isso não é roupa suja, anta, é um processo criminal no qual, involuntariamente, eu represento as milhares de mulheres brasileiras que sofrem agressão”
    Luana Piovani, atriz, pelo twitter. Seu ex-namorado, o ator Dado Dolabela, foi condenado a a prisão por agredi-la. Ao comemorar a sentença, no twitter, foi acusada de lavar roupa suja em público

    “Foi um erro moral, e não estou orgulhoso dele”
    Dominique Strauss-Kahn, sobre a relação sexual que teve com a camareira de um hotel em Nova York, que lhe levou à prisão e custou o cargo de chefe do Fundo Monetário Internacional

    “Todas as pessoas pecam. Pouco importa se é o Papa ou não”
    Georg Ratzinger, de 87 anos, irmão mais velho do Papa Bento XVI

    O ator Fábio Assunção
    “Não vai namorar ninguém até os 40 anos”
    Fábio Assunção, ator, brincando sobre o ciúmes que sente da filha, de 4 meses

    “Eu não tenho caneta, mas tenho muita saliva”
    Ideli Salvatti, ministra das Relações Institucionais, em resposta ao deputado Jovair Arantes (PTB-SP) que lhe cobrou o cumprimento de emendas e de cargos prometidos

    “(A Caixa Econômica Federal) pede desculpas a toda a população e, em especial, aos movimentos ligados às causas raciais, por não ter caracterizado o escritor, que era afro-brasileiro, com a sua origem racial”
    Caixa Econômica Federal, ao retirar do ar um comercial que mostrava o escritor Machado de Assis como branco

    “Agora que eu tenho essa coleção incrível, minhas amigas pegam emprestado por seis meses cada um”
    Maggie Gyllenhaal, atriz, que para fazer o filme Hysteria ganhou uma coleção de vibradores

    “Francamente, não aguento mais: tenho que ficar sentada ou deitada a maior parte do tempo. Nem fumar nem beber vinho eu posso. Estou ansiosa para que termine”
    Carla Bruni, primeira-dama da França, no oitavo mês de gravidez


    Clique e leia as principais noticias de hoje no Brasil e no Mundo.Por Matheus Paggi (matheusp@edglobo.com.br), com Marcelo Moura e Humberto Maia Junior

    Fred Mercury é a imagem eterna do Rock In Rio

    http://www.rockinrio.com.br/wordpress/wp-content/themes/rir/common/img/rockinrio.png
    P
    ensar no Rock in Rio é imediatamente relembrar o momento em que ficou eternizado. Foi no primeiro festival em 1985 quando Fred Mercury regeu um coro afinadíssimo  de milhares de vozes e sem qualquer ensaio cantando "Love Of My Life".  Nas musicas seguintes o público apaixonado pelo carisma do fascinante Mercury passou a fazer coro com todas as suas músicas. Magia pura. Emoção que virou oxigênio naquela noite eterna.
    Até hoje me emociono ao assistir aqueles momentos, principalmente por saber que nunca mais os veremos. Fred Mercury é para mim o símbolo de todos os "Rock In Rio" e este que se inicia amanhã não foge à regra.
    Para homenagear a memória deste ídolo eterno coloquei abaixo o vídeo do Rock in Rio de 1985 com aqueles momentos mágicos e na sequencia mais cinco vídeos das apresentações antológicas do Queen no Festival Live Aid que aconteceu no mesmo ano de 1985 no Estádio de Wembley em Londres alguns meses depois de suas apresentações no Rio.
    Emocionem-se também relembrando o encanto e a sedução do Quenn e de Fred Mercury, a grande ausência desse Rock in Rio que começa hoje (23/9/2011). Tomara que eles se lembrem de fazer uma homenagem ao grande ídolo.


    Blogs que me encantam!


    ..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

    Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

    Safernet



    FinderFox

    LinkWithin

    Blog Widget by LinkWithin