8 de set de 2011

8 de Setembro - Luis Buñuel ganha o Leão de Ouro com seu famoso filme "La Belle de Jour" (1967); Nova York começa a existir após conquista dos ingleses (1664); Michelangelo apresenta o seu "David" pela 1ª vez (1504); É fundada a Universidade de Harvard (1636)



8 de setembro é o 251º dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 114 para acabar o ano.

Eventos históricos

foto de sinopsis "A 8 de Setembro de 1636, foi fundada a http://www.canaldehistoria.pt/img/logo_canal_historia.gifconhecida Universidade norte-americana de Harvard. O primeiro nome dado ao centro de estudos foi New College. Mais tarde, passou a chamar-se Harvard College, em homenagem ao jovem benfeitor John Harvard que doou a sua biblioteca de 400 livros à instituição. Finalmente, em 1780, passou a denominar-se Harvard University.
A Universidade de Harvard é considerada actualmente a instituição de ensino superior mais antiga dos Estados Unidos e uma das melhores do mundo. Durante os quase 400 anos de existência da universidade, já lá estudaram alunos tão famosos como os ex-Presidentes dos Estados Unidos: John F. Kennedy, George W. Bush e o actual Presidente Barack Obama, além de outras personalidades famosas como Bill Gates, a actriz norte-americana Natalie Portman e um dos descobridores da estrutura do ADN, James Dewey Watson."
"O Exército nazista, que invadiu a União Soviética no dia 22 de junho de 1941, fechou o cerco em torno de Leningrado no dia 8 de setembro do mesmo ano e o manteve durante 900 dias e noites, até que o Exército Vermelho conseguiu rompê-lo em 27 de janeiro de 1944.
O propósito de Hitler era apagar Leningrado da face da terra, mas a cidade resistiu e sobreviveu, embora ao custo de um milhão de vidas de seus habitantes e defensores, vítimas dos bombardeios, da fome e do frio. Pegos de surpresa pela invasão nazista, os dirigentes comunistas da cidade não prepararam devidamente sua defesa e não fizeram reservas de alimentos, por isso a fome se apossou de Leningrado um mês depois de iniciado o cerco.
Com o inimigo às portas da cidade, dezenas de milhares de civis foram mobilizados para levantar fortificações e formar milícias populares, para as quais nem sequer havia armas e que eram enviadas à frente com uma média de um fuzil para trinta homens, sob o lema patriótico "A arma será conseguida em combate".
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/66/Blokada_Leningrad_diorama.jpg
Pintura de Sergey Nemanov
Umas 20 mil pessoas morreram na defesa da cidade e outras 10 mil morreram sob as bombas, mas foram a fome e o inverno, com temperaturas de -40ºC, que mais estragos fizeram entre os habitantes. Um relatório da inteligência nazista citado pela imprensa assinalava em fevereiro de 1942 que a média de civis mortos era de "entre dois e três mil por dia", e outro soviético confirmava em março que "morrem por dia entre 3,2 mil e 3,4 mil pessoas".
Na cidade, onde a ração de pão diária foi nos piores momentos de só 125 gramas, o impacto da fome era tão forte que muitos habitantes se viram forçados a praticar o canibalismo, segundo documentos da época ocultados pela propaganda soviética mas abertos posteriormente a historiadores. A falta de alimentos foi tão dramática que os pais não deixavam seus filhos sair sozinhos à rua por medo de serem seqüestrados por quadrilhas que depois vendiam a carne humana.
"Já comem carne humana, que conseguem no mercado", dizia um relatório secreto enviado no dia 23 de fevereiro de 1942 ao líder comunista de Leningrado, Andrei Zhdanov, e citado hoje pelo diário Izvestia.
As autoridades da cidade foram obrigadas a criar toda uma divisão especial para combater o canibalismo, com um saldo de 600 condenados em fevereiro de 1942 e mais de mil em março, segundo documentos reproduzidos pelo Izvestia. Outros cálculos realizados por historiadores graças a documentos secretos da época indicam que até 2,3 milhões de habitantes foram sepultadas nas 146 fossas comuns cavadas durante o bloqueio nos quatro cemitérios de Leningrado."
  •  
foto de sinopsis

http://www.canaldehistoria.pt/img/logo_canal_historia.gifComeça o cerco de Leningrado

O cerco de Leningrado realizado pela Alemanha Nazi começou com o cerco da cidade soviética a 8 de Setembro de 1941. Durou pouco menos de 900 dias. Ao acabar-se a comida e o combustível, alguns cidadãos foram obrigados a subsistir com pão feito de serradura enquanto outros trabalharam todo o inverno nas fábricas provisórias do exército sem aquecimento. Embora muitos tenham perecido por inanição, pelos bombardeamentos e pelo tremendo frio, a resistência determinada dos cidadãos manteve as tropas alemãs à distância, ajudando a mudar os acontecimentos da Segunda Guerra Mundial. Em Janeiro de 1944, a ofensiva soviética arrastou os alemães para os arredores da cidade e o cerco foi levantado. Calcula-se que 650 000 habitantes de Leningrad tenham perecido durante o cerco. O governo soviético outorgou a Ordem de Lenine ao povo de Leningrad em 1945, tributo prestado pela sua paciência durante um cerco arrasador.
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/pt/1/1e/BelledeJour.jpg
     
    Enviado por: Alice Melo
    "O Chefe de Estado norte-americano Gerald Ford concedeu ao ex-presidente Richard Nixon perdão presidencial por qualquer ato que tenha cometido durante seus cinco anos como líder da nação. Em troca, Nixon concordou que todos os seus documentos da Casa Branca fossem preservados para possível uso na Justiça durante três anos. Ficou acordado, no entanto, que as controvertidas fitas sobre o caso Watergate, deflagrado no ano anterior, poderiam ser destruídas.
    “Minha consciência me diz clara e certamente que não posso prolongar os pesadelos que continuam reabrindo um capítulo encerrado. Apenas eu, na qualidade de Presidente, tenho o direito constitucional de fechar firmemente e selar este livro”, declarou Gerald Ford na presença de jornalistas.
    Após concedido o “perdão completo, livre e absoluto por todas as transgressões contra os EUA durante o período” da presidência de Nixon, o Secretário de Imprensa da Casa Branca renunciou ao cargo, por “uma questão de consciência”.
    Após a renúncia de Nixon, o processo de impeachment se encerrou na Câmara, com a apresentação de um relatório final da Comissão de Justiça. Restava, porém, a possibilidade de uma condenação ao cidadão comum Richard Nixon nos tribunais regulares, eliminada agora pelo perdão presidencial de Ford. "
    • 1986 - Decreta-se estado de exceção no Chile e são praticadas centenas de detenções após o atentado do dia anterior contra Augusto Pinochet.  
    • 1988 - A exemplo do que os soviéticos já haviam feito, os EUA iniciam a destruição de seus mísseis de médio alcance instalados na Europa, em cumprimento do acordo de dezembro de 1987.

    Nascimentos

    http://s0.flogao.com.br/s36/15/04/07/83/100442999.jpg
    Clique na imagem e saiba mais sobre esse lendário rei inglês.

    Falecimentos                                                                

    • 1915 - Pinheiro Machado, político brasileiro (n. 1851).
    • 1949 - Richard Strauss, compositor e maestro alemão (n. 1864). "Aos 85 anos, morre o prestigiado músico alemão Richard Strauss. Considerado o sucessor de Wagner, Strauss ganhou a consagração com o poema sinfônico Don Juan, que mudou o rumo de sua carreira. Em outra obra de destaque, Assim Falou Zaratustra, ele homenageia o filósofo alemão Nietzsche."  (assista um trecho dessa obra no vídeo abaixo)

     Feriados e eventos cíclicos



      Arrows gif fileAbaixo estão alguns dos logotipos das principais fontes que utilizei para a produção do post. Clique sobre eles e leia os textos completos nos sites de origem.


      ... ..
      .
      http://www.canaldehistoria.pt/img/logo_canal_historia.gif
      ......
      http://3.bp.blogspot.com/-GgPZ297GhCg/TZIeT9IFKXI/AAAAAAAAADo/SxZcjchSnG8/s320/-TITULO.jpg
      .




      Morre Richard Strauss

      Imagem
      Áustria - 500 Schilling 1992

      http://www.numismatas.com/phpBB3/styles/getaway_green/imageset/topom.jpg
      Clique e leia no site de origem
      Compositor romântico alemão Richard Georg Strauss nasceu em 1864, em Munique, Alemanha, e morreu em 1949, em Garmisch-Partenkirchen. Seguiu sempre um estilo muito pessoal, caracterizado pela orquestração arrojada. Os poemas sinfónicos e as óperas que compôs tornaram-se um modelo a seguir ao longo do século XX.

      Iniciou os seus estudos musicais com o pai, Franz Strauss, que era músico da Orquestra da Corte de Munique. Durante a educação convencional que teve, dedicou bastante tempo à música. Quando terminou a escola, em 1882, já tinha composto 140 trabalhos. Nessa altura, começou a contactar com vários compositores e, em pouco tempo, passou a ser uma figura importante no campo musical europeu da época. Destacou-se pelos poemas sinfónicos que compôs, nomeadamente Don Juan (1889), Till Eulenspiegel's Merry Pranks (1895) e Also Sprach Zarathustra (1896), e pelas óperas Guntram (1892-94), Feursnot (1900-01), Salome (1903-05) Elektra (1906), Ariadne auf Naxos (1912), Die Frau Ohne Schatten (1919) e Die Ägyptische Helena (1928).
      Strauss foi bastante influenciado por Richard Wagner, por Berlioz e por Liszt, embora a sua harmonia se aproxime mais da atonalidade. Nos últimos trinta e oito anos de vida, dedicou-se a refinar o seu estilo musical. Acabou por conseguir fazer a fusão entre o fim do romantismo alemão e o período neoclássico, especialmente na ópera Capriccio. Mas a sua maior característica é o facto de se ter afastado, progressivamente, da fé e da teologia, dando a primazia à razão e à filosofia.

      Dia Internacional da Alfabetização

      Dia 08 de Setembro

      "Em 1990 foi realizada a Conferência da Unesco sobre Educação para Todos, em Jomtien, na Tailândia, que se comprometia a diminuir pela metade o número de analfabetos no mundo até o ano 2000. Hoje nos encontramos no terceiro milênio e os países em desenvolvimento continuam a apresentar um número expressivo de pessoas analfabetas: mais da metade das populações jovens e adultas.
      Apesar de os índices de analfabetismo regionais terem caído nas últimas décadas do século XX, nos países em desenvolvimento chega a 900 milhões o total de analfabetos, o que representa 25 por cento dos jovens e adultos do planeta.
      Mas o que aconteceu para que aquela promessa de erradicação do analfabetismo mundial não se concretizasse? As causas são muitas.
      Alguns países da África do sub-Saara (como Moçambique, Nigéria, África do Sul e Uganda) e Sul da Ásia (Srilanka, Paquistão, Índia, Bangladesh e Nepal) por exemplo, apresentaram alto crescimento das taxas demográficas, além de guerras e conflitos, que obrigaram a um aperto orçamentário, levando a uma queda do gasto per-capita com educação.
      E embora os governos dos países em desenvolvimento invistam a maioria dos recursos da educação no ciclo básico (escola primária), os resultados não têm se mostrado satisfatórios. Nos países pobres, a situação consegue ser pior.
      De qualquer forma, só a limitação orçamentária não pode ser aceita como a única explicação para o problema do analfabetismo nos países pobres e em desenvolvimento. Precisamos encarar o fato de que o trabalho de alfabetização ainda se mantém no fundo da escala de orçamentos tanto de agências nacionais quanto de doadores multilaterais.
      A questão é complexa e ainda requer muito estudo, planejamento e, sobretudo, muita cooperação entre os povos para a resolução do problema."


      Nenhum comentário:

      Postar um comentário

      Blogs que me encantam!


      ..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

      Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

      Safernet



      FinderFox

      LinkWithin

      Blog Widget by LinkWithin