25 de mai de 2014

A Era Vargas (por Boris Fausto e outros historiadores)

Getúlio Vargas voltou a despertar o maior interesse do grande público após a estréia do filme "Getúlio" no qual Tony Ramos interpreta magistralmente o personagem do presidente brasileiro considerado o maior dentre todos, apesar de ter sido um dos ditadores mais duros que a História do Brasil conheceu no período de governo conhecido como "Estado Novo". Voltou depois nos braços do povo. Eleito, não resistiu à sanha de seus muitos inimigos e sucumbiu com um tiro no peito disparado por ele mesmo.
Este post que publiquei em 2011 voltou a despertar o acesso dos frequentadores do blog Oficina de Gerência e por isso volto a publicá-lo repaginado. São quase 4.000 acessos desde então.
Logo abaixo está um trailer do filme "Getúlio" que conta os últimos e tumultuados treze dias da vida de Getúlio Vargas até o seu suicídio. Espero que apreciem o post.



Arrows gif fileO texto abaixo é o original que escrevi quando o publiquei o post em outubro de 2011. Preferi não modificá-lo em respeito aos quase 4.000 leitores que o acessaram.

E
ste é um post especial. Na data de  cinco de maio de 2008, ainda nos primeiros passos da Oficina de Gerência publiquei uma série de três posts intitulados "A Era Vargas". Cada qual continha um vídeo que era parte de uma aula do professor e historiador Boris Fausto sobre o tema. 
Esses posts sempre foram dos mais acessados no blog demonstrando o evidente interesse dos internautas em conhecer a história desse grande político brasileiro. Pois bem, consegui "descobrir" no YouTube um só vídeo que englobava os três da aula do professor Boris. Pensei, porque não dar uma reformulada no post de 2008 e apresentá-lo de roupa nova para os muitos interessados.
Foi o que fiz aqui nesse post. Ficou um pouco grande, mas está completo e leve de percorrer. Deixei os três vídeos anteriores no blog em suas datas originais, inclusive porque estão com comentários de visitantes à época, mas acresci lá uma "chamada" para este aqui, mais completo. Deu trabalho, mas espero que os leitores e internautas aprovem.

http://1.bp.blogspot.com/_NZOMrf8Xa78/SB3mf0e2FtI/AAAAAAAAEzQ/ShTa1Tb4f4M/s400/gvpdt.jpg
"Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.". É a frase final da Carta-Testamento de Gétúlio Vargas, considerado o maior líder político que a nossa história registra.
A História do Brasil reserva e de forma pródiga, milhares de páginas, imagens e vídeos ao período de governo do Presidente Getúlio Vargas  entre 1930 e 1945 (15 anos) denominado "A Era Vargas".
Essa fração importante da nossa história é pouco conhecida das gerações mais jovens. É uma quadra das mais ricas de fatos históricos da nação pontificada pelo protagonismo de Getúlio Vargas.
Nem me atreverei a escrever sobre Getúlio Vargas. Posso apenas opinar sobre o que li, ouvi e lembro sobre ele (eu tinha nove anos quando ele se suicidou em 1954). Fato que registro e ficou na minha memória foi o pranto que tomou conta da minha casa onde moravam além da minha mãe a minha avó. Éramos pessoas simples. De classe média baixa e morávamos em um conjunto de casas padrão para militares da FAB em Recife. Lembro-me das mulheres, vizinhas que entravam e saiam todas chorando aos prantos e lamentando a morte do presidente.
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/15/Cartaz_Revolucion%C3%A1rio_1.jpg
Paulistas contra Getúlio.
Vargas fez História com "H" maiúsculo. Foi um caudilho, um ditador de fato (e de direito, pela via do Estado Novo), mas também foi amado pela maioria do povo brasileiro, principalmente os mais pobres, que choraram sua morte e a transformaram em comoção nacional que surpreendeu e assustou seus adversários mudando os rumos do futuro imediato da nação.
Quem gosta de história será sempre surpreendido pela fascinante figura deste politico brasileiro. Se de um lado manipulou a opinião publica e governou de forma ditatorial e com mão de ferro, de outro soube como ninguém perceber as necessidades do povo e promover ações efetivas de cidadania que - muitas delas - perduram até hoje.  
Após o seu período ditatorial de 15 anos voltou à Presidência da República (1951) pelo voto direto de onde saiu tragicamente pelo gesto do suicídio. Acima de suas muitas máculas foi um estadista e transformou o Brasil.  Veja o texto inicial sobre ele, publicado no site Cultura Brasil.

 Getúlio Vargas, com outros líderes da Revolução de 1930, em Itararé-SP, logo após a derrubada de Washington Luís.
  •  
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/27/Capa_da_Revista_do_Globo_n%C2%BA_21_-_Revolu%C3%A7%C3%A3o_de_1930.jpg
Capa da Revista do Globo sobre a vitória da Revolução de 1930. (Símbolo da revolução vitoriosa: cavaleiros gaúchos amarram seus cavalos no obelisco da Rio Branco no centro do Rio de Janeiro)


"Getúlio Dornelles Vargas (19/4/1882 - 24/8/1954) foi o presidente que mais tempo governou o Brasil, durante dois mandatos. De origem gaúcha (nasceu na cidade de São Borja), Vargas foi presidente do Brasil entre os anos de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954. Entre 1937 e 1945 instalou a fase de ditadura, o chamado Estado Novo.
Getúlio Vargas assumiu o poder em 1930, após comandar a Revolução de 1930, que derrubou o governo de Washington Luís.
Seus quinze anos de governo seguintes, caracterizaram-se pelo nacionalismo e populismo. Sob seu governo foi promulgada a Constituição de 1934. Fecha o Congresso Nacional em 1937, instala o Estado Novo e passa a governar com poderes ditatoriais. Sua forma de governo passa a ser centralizadora e controladora. Criou o DIP ( Departamento de Imprensa e Propaganda ) para controlar e censurar manifestações contrárias ao seu governo.
Vargas em momento de descontração
Perseguiu opositores políticos, principalmente partidários do comunismo. Enviou Olga Benário , esposa do líder comunista Luis Carlos Prestes, para o governo nazista.
Realizações : criou a Justiça do Trabalho (1939), instituiu o salário mínimo, a Consolidação das Leis do Trabalho, também conhecida por CLT. Os direitos trabalhistas também são frutos de seu governo: carteira profissional, semana de trabalho de 48 horas e as férias remuneradas. GV investiu muito na área de infra-estrutura, criando a Companhia Siderúrgica Nacional (1940), a Vale do Rio Doce (1942), e a Hidrelétrica do Vale do São Francisco (1945). Em 1938, criou o IBGE ( Instituto brasileiro de Geografia e estatística). Saiu do governo em 1945, após um golpe militar.
O Segundo Mandato
Em 1950, Vargas voltou ao poder através de eleições democráticas. Neste governo continuou com uma política nacionalista. Criou a campanha do " Petróleo é Nosso" que resultaria na criação da Petrobrás. "



O suicídio de Vargas
Em agosto de 1954, Vargas suicidou-se no Palácio do Catete com um tiro no peito. Deixou uma carta testamento com uma frase que entrou para a história : "Deixo a vida para entrar na História." Até hoje o suicídio de Vargas gera polêmicas. O que sabemos é que seus últimos dias de governo foram marcados por forte pressão política por parte da imprensa e dos militares. A situação econômica do país não era positiva o que gerava muito descontentamento entre a população.Conclusão

Comoção popular no enterro de Vargas
No enterro de Getúlio três futuros Presidentes da República: João Goular, Juscelino eTancredo Neves. 
"Embora tenha sido um ditador e governado com medidas controladoras e populistas, Vargas foi um presidente marcado pelo investimento no Brasil. Além de criar obras de infra-estrutura e desenvolver o parque industrial brasileiro, tomou medidas favoráveis aos trabalhadores. Foi na área do trabalho que deixou sua marca registrada. Sua política econômica gerou empregos no Brasil e suas medidas na área do trabalho favoreceram os trabalhadores brasileiros. (texto retirado do site historiadobrasil.net)"
 
(D) A foto que abalou o governo de Getúlio: Lacerda, sangrando, logo após ser baleado por um pistoleiro a mando do chefe da segurança do presidente, Gregório Fortunato. (E) Carlos Lacerda como 1º Governador do Estado da Guanabara.

"Entre os principais críticos do governo, estava Carlos Lacerda, membro da UDN, que por meio dos órgãos de imprensa acusava o governo de promover a “esquerdização” do Brasil e praticar corrupção política. 
Essa rixa entre Vargas e Lacerda, ganhou as páginas dos jornais quando, em agosto de 1954, Carlos Lacerda escapou de um atentado promovido por Gregório Fortunato, guarda pessoal do presidente. 
A polêmica sob o envolvimento de Vargas no episódio serviu de justificativa para que as forças oposicionistas exigissem a renúncia do presidente. Mediante a pressão política estabelecida contra si, Vargas escolheu outra solução. Na manhã de 24 de agosto de 1954, Vargas atentou contra a própria vida disparando um tiro contra o coração. Na carta-testamento por ele escrita, Getúlio denunciou sua derrota perante “grupos nacionais e internacionais” que desprezavam a sua luta pelo “povo e, principalmente, os humildes”.
Depois dessa atitude trágica, a população entrou em grande comoção. Vargas passou a ser celebrado como um herói nacional que teve sua vida ceifada por forças superiores à sua luta popular. Com isso, todo grupo político, jornal e instituição que se pôs contra Getúlio Vargas, sofreu intenso repúdio das massas. Tal reação veio a impedir a consolidação de um possível golpe de estado. Dessa forma, o vice-presidente Café Filho assumiu a vaga presidencial. [...] (Parte do texto encontrado no Brasil Escola, por Rainer Sousa -Graduado em História - Equipe Brasil Escola).

Texto da Carta-testamento de Getúlio Vargas:
Cquote1.svg Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre.
Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder.
Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo, que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar, a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.
Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.
E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História.Cquote2.svg 
Impossível dissociar a história de Getúlio Vargas, no segundo mandato, da história de Carlos Lacerda. Por este motivo coloquei no post um brevíssimo texto sobre ele e algumas imagens. 

."Era um homem que despertava fascínio entre os amigos e ódio mortal entre os inimigos. Com tiradas irônicas, fulminava os adversários com os artigos que escrevia à noite, em casa, depois de circular pela boemia carioca. Os textos de Carlos Lacerda eram incendiários a ponto de, no dia seguinte, chegarem à Tribuna da Imprensa acompanhados de um bilhete: "Ao DBS, para pentear." DBS era o secretário de redação e amigo Aluísio Alves - Departamento de Bom Senso. Quando Alves não tinha tempo para arrumar o estrago, a alternativa consistia em encomendar outro artigo para um jovem deputado udenista da época, José Sarney. "Eu escrevia defendendo os mesmos pontos de vista do Lacerda. Vez ou outra saía assinado com o nome dele, mas nem de longe era tão contundente. Ele foi o último dos grandes jornalistas panfletários, dono de um poder verbal extraordinário", disse o ex-presidente Sarney a ISTOÉ.[...] (texto extraído do site Isto É/Portal Terra)".

.

       Veja abaixo mais uma série de fotos selecionadas sobre a vida de Getúlio Vargas:

      Jornais noticiando o suicídio de Getúlio Vargas
      Getúlio com o Presidente Roosevelt, em Natal quando fecharam o acordo para o apio do Brasil aos Aliados na 2ª Guerra Mundial.
      .
      ..
      (D) Getúlio fazendo o sabia fazer melhor, estar em contato com o povo. (E) Cena do velório de Getúlio. Comoção nacional.
      ...
      (D) Getúlio comandante vitorioso da Revolução de 30. (E) Foto histórica. Getúlio com João Pessoa que viria a ser assassinado anos depois.
      .
      Velório de Getúlio.
      .

       .
      Abaixo estão três vídeos. O primeiro tem 26 minutos e é o principal ponto desse post. O historiador Boris Fausto dá uma aula completa sobre a Era Vargas e o Brasil daqueles tempos. O segundo vídeo é mais curto (10 minutos) e delinea um biografia sobre a vida de Vargas. É muito instrutivo. Finalmente o terceiro vídeo que nos apresenta o estilo de Getúlio Vargas em comunicar-se com o povo, com os populares que eram sua grande força. No vídeo ele faz um histórico discurso no Dia do Trabalhador, 1º de maio de 1951.

      Este é o vídeo apresentado pelo eminente historiador Boris Fausto cobre integralmente o período da Era Vargas. Para quem se interessa pelo tema é imperdível.

      Uma breve biografia de Getulio Vargas para dar uma idéia geral da personalidade política desse importante líder de um período da Historia do Brasil

      Coloquei esse vídeo aqui no post para que o leitor interessado possa perceber o fascinio que Vargas exercia sobre o povão e como o seu governo sabia explorar o culto à sua personalidade.

       

      http://www.livrodasloterias.com/Como%20Ganhar%20na%20Mega-Sena%20-%20Como%20Ganhar%20na%20Loteria_files/aten%E7%E3o.png No YouTube vocês encontrarão um vídeo-documentário de duas horas produzido pelo Senado da República que conta a história política completa de Getúlio Vargas e do Brasil daqueles tempos. É um documento audio-visual do maior valor para quem se interesse pelo assunto. Imperdível. Clique aqui para acessá-lo.


       
      Esse post já foi publicado aqui no blog em 3 de outubro de 2011. Ele tem mais de 3.500 acessos desde então. Resolvi trazê-lo para a atualidade em função do interesse despertado pelo filme "Getúlio" que está fazendo sucesso e provocando uma nova discussão sobre a vida do ex-presidente Getúlio Vargas considerado um dos homens públicos mais importantes da História do Brasil.

      18 de mai de 2014

      Controle esses pequenos demônios na sua carreira... Os erros.



      O
      http://3.bp.blogspot.com/-undgvpStd28/UmdCOBcLzkI/AAAAAAAAESM/4ooxt127o9c/s1600/dicas.pngutro dia chamei a atenção de um assessor meu sobre a roupa que ele estava usando. Era uma sexta feira... E digo logo que sou totalmente favorável ao "casual friday". Porque escrevo isso logo de início? Porque mesmo com a liberdade de nos vestirmos mais informalmente nas sextas feiras este assessor chegou para trabalhar de camiseta ultracolorida, calça jeans daquelas rasgadas e sapatos tipo mocassin sem meias. Tudo bem que ele era um cara muito descolado na sua vida fora do trabalho, mas aquela "montagem" que ele fez ficou chocante demais para um ambiente de trabalho.
      Ai está o ponto! Mesmo nas sextas feiras em empresas onde se tolere ou permita o dress code da informalidade as pessoas mais desavisadas ou desligadas esquecem que ali continua sendo um ambiente de trabalho. Este é um erro que alguns profissionais cometem em suas carreiras: não saber de vestir com inteligência. Observem que escrevi "com inteligência" e não "com elegância".
      Existem muitos outros erros que cometemos - todos nós - em nossas carreiras. Muitos mesmo. Grande parte deles marcam nossas posições dentro das corporações e transformam-se em entraves para uma progressão profissional. É incrível, mas é verdade!  Vocês, mais jovens e menos "rodados" na vida do dia a dia corporativo não imaginam como pequenas coisas fazem a diferença quando um chefe (diretor, líder, gerente, não importa) se propõe a fazer uma escolha para promover um upgrade na carreira de alguém.
      Eu mesmo já fiz isso e poucas vezes me arrependi. 
      Na internet existem inúmeros artigos e sites que abordam essa temática, mas para ilustrar o ponto que trago ao blog nesse post escolhi o texto abaixo que é curtinho e bem preciso ao listar apenas cinco erros, entre as centenas que estão disponíveis em nossos comportamentos.

      5 erros que podem prejudicar sua carreira

      Autor: Nathaly Bispo

      http://ww2.itau.com.br/hotsites/itau/carreira/img-revista/459956463_negocio_647x394.jpg

      Já sentiu como se estivesse fazendo tudo certo, mas simplesmente não consegue atingir a satisfação no trabalho? Esse pode ser o sinal de que você está no modo automático da carreira!


      O consultor de RH Manoel Constantino Góis esclarece que aprender a reconhecer alguns maus hábitos e manter as ambições profissionais no caminho certo contribui para um avanço contínuo, até mesmo pessoal.

      Góis também indica os 5 erros mais comuns  que costumam atrapalhar a maioria dos profissionais ao longo da vida corporativa. Confira!

      1. Ignorar relacionamentos

      Embora pareça racional que as pessoas só devam ser julgadas de acordo com o seu desempenho, a realidade é que as relações interpessoais importam tanto quanto o primeiro item, na maioria dos casos.

      Alguns profissionais acreditam que manter a cabeça baixa e só entregar o que é pedido é o suficiente. Entretanto, isso é apenas parte do trabalho: preste atenção nas relações com os seus colegas durante o expediente!

      2. Não vestir-se para impressionar

      No trabalho, um profissional não representa a si mesmo, muitas vezes ele é uma propaganda ambulante da companhia. Por isso, a sua vestimenta passa a ser uma mensagem sobre você, seus objetivos profissionais e o quanto leva sua imagem a sério.

      Gostando ou não dos assuntos relacionados à aparência, tome o cuidado devido com suas roupas, cabelo e acessórios. Lembrando que não é necessário gastar dinheiro com isso, apenas garanta que esses itens sejam apropriados.

      3. Não colocar limites entre interesse pessoal e profissional

      Muito do que acontece em nossas vidas pessoais, afeta o nosso trabalho, e vice-versa. Os líderes também sabem disso, portanto, não é necessário apontar problemas particulares - especialmente quando está negociando algo profissional.

      Quando o assunto for o tão esperado aumento de salário ou uma desavença com um colega de trabalho, por exemplo, é importante que mantenha a sua argumentação sobre como o seu problema impacta a empresa.

      4. Trabalhar apenas por dinheiro

      Se concentrar apenas no retorno financeiro que o emprego pode te trazer faz com que o profissional perca a oportunidade de viver a experiência de crescer na vida e, ao menor sinal de dificuldade, se torne alguém infeliz com seu trabalho.

      Cative as pessoas que tenham o poder de ajudar sua carreira a evoluir, independentemente do valor do seu salário. O prazer em trabalhar não está ligado exclusivamente ao dinheiro.

      5. Não ter iniciativa

      Se você é um colaborador que tem uma posição ativa, seus colegas com certeza notarão. Entretanto, se for o contrário, eles notarão ainda mais, principalmente se têm que direcioná-lo ou lembrá-lo constantemente de tarefas a serem concluídas.

      Tome medidas para fazer as coisas acontecerem, ao invés de esperar por um convite ou que uma oportunidade caia no seu colo.

      Fonte: MSN Empregos

      http://www.portalhomem.com.br/especialistas/veronica-gunther/artigos/casual-friday

      14 de mai de 2014

      Mapa mental: não despreze essa fascinante ferramenta de gestão.

      http://www.organizesuavida.com.br/imagem/vida-pessoal/estudo/mapas-mentais.jpg




      Considero o post imperdível, pois trata de um tema que considero precioso para todos os profissionais. Refiro-me ao trabalho com a utilização dos mapas mentais
      Já os utilizo há muitos anos e cada vez mais eles me ajudam a entender questões importantes, tomar decisões, fazer registros diferenciados e varias outras atividades da gestão corporativa.
      Quem assiste a série "House", na TV  vai encontrar o personagem - um médico genial na arte de diagnosticar doenças - a cada episódio diante de um quadro branco exercitando a pratica de mapas mentais. É comum nos filmes e seriados norteamericanos encontrar cenas de personagens trabalhando com mapas mentais. Eles colocam fotos e papeis pregados em um grande painel aonde vão interligando personagens e situações para procurar entender um determinado mistério ou dilema que se lhes apresenta. O mais famoso, na minha opinião é a série Prison Break.
      No Brasil não temos a pratica dessa ferramenta. Pena, pois ela é de muita utilidade para se entender com clareza problemas dos mais diversos matizes que cercam nossas atividades corporativas, familiares, sociais, ou seja, de que tipo for (observe a imagem com que abri o post).
      O artigo abaixo é um dos melhores que já li a respeito. A internet é pródiga em links sobre mapas mentais. No Google são aproximadamente 1.200.000 resultados.  Clique aqui para conferir.
      Espero que alguns leitores possam ir além da curiosidade da simples leitura e interessar-se em aprender sobre a utilização dos mapas mentais em suas vidas. Garanto que vão me agradecer.


      Mapas Mentais: como extrair o máximo de ideias e pensamentos 
      Com um mapa mental você pode criar, melhorar e integrar suas idéias, assim como agregar idéias de terceiros.

      Mapa mental sobre a criatividade

       


      Qual era a pergunta mesmo? Sobre o que eu estava falando?
      Quando uma confusão mental acontece em ambiente informal é até legal. Geralmente engraçado. Mas quando um esquecimento ou confusão mental ocorre durante uma palestra, o que a platéia recebe é a mensagem de um palestrante fraco ou meio burro. Péssimo hein?
      Em qualquer tarefa, pode até ser um churrasco, também é comum:

        Coisas assim acontecem em mentes bombardeadas por idéias e pensamentos. Algumas idéias tornam-se tão complexas que literalmente falta memória para conectar tudo. Como resolver isso?
        Memória de Johnny Mnemonic
        O mapa mental é uma técnica que melhora o processo de anotar e organizar idéias, de maneira a ampliar a criatividade.
        Foi sistematizado pelo inglês Tony Buzan no fim dos anos 60 e é utilizado hoje por milhões de pessoas para:

         
        Mapas mentais têm maneiras interessantes de transformar uma idéia medíocre em coisa de gênio. Um mapa mental pode ampliar a criatividade utilizando principalmente duas técnicas:
            Outra vantagem dos mapas mentais é que quando colocamos as idéias em um diagrama, não precisamos mais manter o cérebro processando essa informação. Temos mais memória livre.
            Por incrível que pareça um mapa mental pode até evitar acidentes de carro. Quando uma idéia não consegue expressão de alguma forma, ela fica na cabeça colocando o corpo no piloto automático.
            Um amigo policial relatou vários casos de acidentes de carro que aconteceram porque o motorista estava pensando na solução de seus problemas e simplesmente furou o sinal.
            Como fazer um mapa mental
            Mapas mentais partem de uma idéia central, a qual é desenhada. A partir dela são irradiadas as informações relacionadas, representadas por uma palavra chave e/ou imagens. Simples assim.
            Eles podem ser feitos com:
              Alguns especialistas não gostam dos softwares para criar mapas mentais.
              O contato com texturas, cores e a aplicação dos desenhos manualmente colaboram para que os dois lados do cérebro funcionem, ampliando a capacidade criativa e memorização.
              Mas nada impede a confecção de um mapa mental manualmente e a posterior aplicação no software para melhorar a apresentação em reuniões, por exemplo.
              Sendo assim, alguns defendem a idéia que mapas mentais desenhados a mão funcionam melhor para aprendizagem e os mapas mentais feitos em softwares devem ser aplicados para ensinar ou transmitir informações.
              Softwares para fazer mapas mentais
              Há uma grande variedade de softwares para fazer mapas mentais, tanto on-line como off-line, pagos ou gratuitos. Todos com a mesma finalidade. Criar, compartilhar, armazenar e ampliar idéias.
              Softwares gratuitos: FreeMind, Pimki.
              Softwares pagos: Mindmanager, Mindmapper, MindMeinster (meu preferido), OpenMind, Intelimap (português).
              Mais sobre mapas mentais
              Segue abaixo alguns exemplos de imagens e aplicações para os mapas mentais. Como você pode ver, eles podem ser usados para virtualmente qualquer coisa.

              O maior mapa mental do mundo
              O maior mapa mental do mundo (imagem acima)

                Mapa mental sobre exercícios de relaxamento
                Mapa mental sobre exercícios de relaxamento e estresse

                  Mapa mental sobre famosos com Dislexia
                  Mapa mental dos famosos com Dislexia (imagem acima)

                    Mapa mental sobre a Dislexia
                    Mapa mental das características de pessoas com Dislexia

                      Mapa mental para lembrar músicas
                      Mapa mental para memorização de música.

                        Quem leu este artigo também deve visitar estes:
                        Por Roberto Machado em Artigos exclusivos, Curiosidades, Tecnologia

                        Este post foi publicado anteriormente nesse blog no dia 26/2/2011.
                        Já foi acessado mais de 3.500 vezes. Dei uma repaginada e volto a exibi-lo para quebrar o "ostracismo" em que estava. Usar mapas mentais pode compor o diferencial da sua vida profissional. Acredite nisso.

                        Blogs que me encantam!


                        ..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

                        Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

                        Safernet



                        FinderFox

                        LinkWithin

                        Blog Widget by LinkWithin