5 de mar de 2009

Excomunhão ao invés de apoio cristão. Bola fora do arcebispo de Olinda e Recife.

Não dá para ficar calado!

Esta "excomunhão" (assim mesmo, entre aspas) que o arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, lançou sobre a mãe da garota estuprada e engravidada (gêmeos) pelo padrasto e os médicos que fizeram a cirurgia para interromper a gravidez é um dos maiores absurdos (dos muitos, nos últimos anos) cometidos por uma autoridade da Igreja Católica Apostolica Romana. Um despautério, um destrambelho, um paradoxo contra o bom senso e a razão que governam a sociedade dos homens.

[bispo_Sobrinho[4].jpg]

Por mais que eu procure entender não consigo, confesso. A impressão é a de que o arcebispo aceitaria como “vontade de Deus” ver a garota morrer a ter que admitir (e aceitar) a necessidade do aborto (é sabido que a continuidade da gravidez era fatal para ela). Isto não é inteligível nem razoável. E vamos falar a verdade? É desumano querer que uma menina de nove anos desenvolvesse uma gravidez de gemeos!

Sou, por ideologia e principios, contra o aborto. Mas em casos como este prevalece e se impõe o império da razão. Não é admíssivel que homens inteligentes, preparados, ilustrados e revestidos de autoridade espiritual - caso do arcebispo - não consigam superar seus próprios limites e se deixem dominar pela irrazoabilidade. É espantoso que um prelado se manifeste de uma forma tão obscura e artificiosa.

Cá entre nós, estou me contendo para não utilizar outros adjetivos que seriam mais adequados ao ato do senhor José Cardoso Sobrinho, não fosse ele um arcebispo. Como respeito é e eu gosto não me excederei...

Não discuto religião no blog. Nem política ou ideologias outras. Todavia neste caso não vejo postura de religião ou de fé no procedimento do arcebispo. Interpreto isto sim, a excomunhão como um ato radical, desumano e vou além, é um comportamento despropositado, inoportuno, descabido, impróprio, inadequado, inconveniente e incurial por parte de alguém que é líder de sua corporação. Quem se diz pastor dos cristãos não pode agir como um lobo voraz contra suas ovelhas mais humildes.


..


Sou católico por formação de família e adepto da doutrina espirita. Como católico rejeito in limine o procedimento do arcebispo. Minha igreja, a igreja do meu Deus não é esta do arcebispo Cardoso. Pelo pouco (muito pouco) que conheço da vida e dos ensinamentos de Jesus Cristo duvido que Ele apóie a atitude deste seu, digamos, "procurador" no mundo dos homens ao condenar um ato que antes de qualquer coisa foi cristão e justo.

O que ocorreu foi a preservação de uma jovem vida. Um ato de graça e de bênçãos. Não pode ser considerado um aborto. Quem de bom senso pensará o contrário?


TV Globo


Muito melhor teria feito o arcebispo se tivesse se apresentado - no mínimo - a prestar apoio espiritual à (literalmente) pobre e agora excomungada família da infeliz garota. Aliás, o que eu acho é que Dom Cardoso banalizou o recurso da excomunhão que a Igreja sempre usou como uma das suas armas das mais poderosas. Duvido que este assunto não tenha uma rude resposta da sociedade contra o arcebispo. Que bola fora!

Dom Helder Câmara, personalidade iluminada que honrou (como homem e religioso) a mesma igreja e o mesmo arcebispado de Olinda e Recife que D. José Cardoso Sobrinho ocupa hoje deve estar "revirando-se no tumulo", de constrangimento.

Nestes momentos acabrunho-me ao me assumir católico e não consigo lembrar se algum dos muitos padres pedófilos (bispos incluidos) que foram e continuam sendo flagrados neste crime tão horrendo foi excomungado. O que teria a dizer o arcebispo de Olinda e Recife, tão rápido no gatilho da "excomunhão", sobre isso?

Na verdade, reconheço que este post não está alinhado com a temática do blog, mas não posso ficar e nem ficarei calado frente a tamanho absurdo. Faço uso do principio que sempre defendo nestes casos. Um blog é uma forma de expressão pessoal do blogueiro e seu conteudo pode – quando este julgar necessário – sair da trilha planejada para manifestar seu pensamento.

Vejam abaixo uma máteria sobre o assunto e fotos de ilustração.


Após aborto, arcebispo excomunga mãe e médicos da garota de nove anos

Dom José Cardoso Sobrinho disse que todos os que praticaram e permitiram o procedimento estão excomungados e que a lei de Deus está sempre acima da lei dos homens

"O arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho (foto 2), excomungou a mãe e os médicos que interromperam a gravidez de risco de uma menina de nove anos. O padrasto confessou que abusava da menina desde os seis anos.
A menina está no Centro de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), maternidade pública do Recife. Assim que foi internada, na noite da última terça-feira (3), começou a receber doses de um medicamento para interromper a gravidez. No fim da manhã, os fetos foram expulsos. "
Se a gravidez continuasse, o dano seria pior podendo levar ao risco de uma gravidez de alto risco”, explicou o médico Olímpio Moraes. “O risco existiria até de morte ou até uma sequela definitiva e não poder mais engravidar".
Mas para a equipe médica não foi uma decisão simples. Desde que a justiça autorizou, a realização do aborto passou contar com oposição declarada do arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, um integrante da ala conservadora da igreja, bem como do pai da menina. Os médicos decidiram seguir o que determina a lei.
“Há duas indicações legais no abortamento previsto em lei, que é o estupro e o risco de vida”, disse o médico. “Ela está incluída nos dois e, como médico, não posso deixar que uma menina de nove anos seja submetida a sofrimento e até pagar com a própria vida”.


IGREJA X LEI
Para o arcebispo Dom José Cardoso Sobrinho, a leis de Deus está sempre acima da lei dos homens. “Quando uma lei humana, quer dizer, uma lei promulgada pelos legisladores humanos, é contrária a lei de Deus, esta lei humana não tem nenhum valor”, disse.
A reação de arcebispo foi imediata. Assim que soube que o aborto havia sido consumado, Dom José Cardoso Sobrinho disse que a Igreja Católica considera que houve um crime e um ato inaceitável para a doutrina. E decidiu: todas as pessoas que participaram do aborto, com exceção da criança, estão excomungadas da igreja.
“Para incorrer nessa penalidade eclesiástica é preciso maioridade. A igreja é muito benévola, sobretudo com as pessoas de menor”, afirmou o arcebispo. “Agora os adultos, quem aprovou, quem realizou este aborto, incorreram na excomunhão”.
Entidades de defesa da mulher, da criança e do adolescente não concordam com a decisão do arcebispo. Para Carla Batista (
foto 03), educadora do grupo SOS Corpo, a polêmica prejudicou a menina.
“Tem organizações que não levam em conta a vida dessa menina e, em um momento como esse, fazem um enorme desserviço em criar uma polêmica em torno de um caso que está garantido por lei e que há uma decisão da responsável menor no sentido de encaminhar dessa forma como está sendo encaminhado”, concluiu.
"

4 comentários:

  1. Você sabe se existe algum lugar para prestar meu apoio aos excomungados?

    ResponderExcluir
  2. Meu caro Anônimo,
    Acho que você, pelo menos aqui, já prestou. Todavia você pode faze-lo pela via das colunas de jornais - seção de leitores- ou de blogs muito populares como o do Noblat. Enfim, manifestando-se contra este ato que revoltou e indignou as pessoas de bom senso.
    Grato pela visita e pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. Orlando de carvalho jr.06/03/2009 20:41

    Lamentável a postura da igreja católica diante do sofrimento alheio e da conduta de quem salva uma vida.Mais lamentável ainda a justificativa do sr.Arcebispo que alega que "estuprar é grave,mas praticar o aborto é mais grave.Como se fosse possível medir os danos que tais violncias produzem em qualquer pessoa.Talvez fosse hora da santa Sé ficar mais atenta não só ás suas ovelhas ,mas aos seus pastores.Padres pedófilos,padres que quebram seu voto de cvastidade,o bispo que nega a existência de uma monumental tragédia histórica muito bem documentada como o HOLOCAUSTO insultando toda a dor e sofrimento de um povo,sacerdotes que ignoram o pedido de extrema-unção a um moribundo como já presenciei.Solidarozo-me com os colegas médicos que optaram por salvar uma vida indefesa e sem opções de escolha como a menina de 9 anos.Talvez os excomungados que foram não precisem mesmo de uma instituição intolerante que os condena por agirem segundo sua consciência do que é certo.

    ResponderExcluir
  4. Caro Orlando,
    Antes de tudo a minha saudação a você que - se a memória não me enganar - é a primeira vez que comenta na Oficina de Gerencia. E vem em grande estilo. Meu agradecimento.
    Seu comentário está excelente! E pelo que vejo você é médico e mais que todos os demais profissionais compreende bem a decisão tomada por seu colegas e que teve o apoio integral da opinião publica esclarecida do Brasil.
    O arcebispo - que por ironia do destino (às avessas) ocupa o mesmo arcebispado de D. Helder Câmara, continua falando bobagens o que é lastimável. Pensar que um homem com estes valores chegou aos escalões mais altos da Igreja Catolica é assustador, não é mesmo?
    Volte sempre, "comentaristas" como você enriquecem o conteudo do blog.

    ResponderExcluir

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin