13 de mar de 2009

10 Não-Resoluções de Ano Novo

NOTA - Este post foi colocado no blog em janeiro de 2008. Pela atualidade resolvi republica-lo. Apesar de estarmos em março (2009) acho que ainda tem gente fazendo (ou aprimorando) suas listas de resoluções para 2009. Confira e veja se você mudou sua lista do ano passado para cá.

"Estou colocando esta reportagem, que saiu na Revista Da Folha de São Paulo no final de dezembro 2007, por considerar que listas de final de ano fazem parte da vida de todos, inclusive nós, os habitantes do universo corporativo.
Assinada por Adriana Kuchler é informativa e principalmente bem humorada. Por ser extensa abreviei a reportagem e só no último item publiquei o texto completo. Para cada um deles a repórter fez comentários semelhantes. Gostei muito e por isso recomendo a leitura do texto completo que está no link a seguir: http://oficinadegerencia2.blogspot.com/2008/01/10-no-resolues-de-ano-novo.html"

10 não-resoluções de Ano Novo

(ou por que não adianta fazer lista prometendo mundos e fundos que você não vai cumprir)
ADRIANA KÜCHLER DA REVISTA DA FOLHA


Todo dia 1º de janeiro ela (ou ele) faz tudo sempre igual. É hora de renovar a velha lista: parar de fumar, emagrecer, ser mais organizado... Resoluções de virada de ano que começam como um lindo passo em direção a uma vida melhor geralmente terminam como o vergonhoso primeiro fracasso do ano. Quem nunca fez a sua que atire a primeira bolinha de papel cheia de promessas e com nenhum item ticado.
A promessa desta reportagem não é repisar as histórias de sucesso de pessoas incríveis que conseguiram o que queriam somente na base da força de vontade, mas mostrar que, para mudar, às vezes, não basta decidir. A primeira dica para tornar reais os seus desejos é trocar palavras vagas, como resolução e promessa, por outras práticas, como planejamento e estratégia. Para ajudar, a reportagem desmontou os itens mais freqüentes das listas de Ano Novo em uma outra lista, de hábitos e comportamentos que têm de ser incorporados ou excluídos do seu dia-a-dia.
Antes de realizar, ops, planejar suas resoluções, reavalie a sua lista e considere os conselhos do psicólogo americano Robert R. Butterworth: faça apenas uma promessa, que seja realista e não fantasiosa, não conte para ninguém e, se falhar, não desista. Comece de novo. Mais chances de a sua resolução sair do papel e não terminar 2008 no lixo do fracasso.

1: Entrar na academia
Encabeçando qualquer lista de resoluções, a decisão de entrar numa academia também sai na frente no ranking das que são abandonadas mais rapidamente.

Faça a coisa certa:
Escolha sem pressa
Experimente aulas de diferentes atividade físicas
Encontre companhia

Você vai acabar desistindo se...
Sentir vergonha do seu corpo
Usar a falta de tempo como desculpa esfarrapada
Não malhar com o pretexto de que a academia é muito cara
Se jogar na rotina de exercícios como se fosse experiente.

2: Emagrecer
Só poucos sortudos podem comer o que querem e não engordar. A fórmula é a de sempre: controlar a alimentação e praticar exercícios. Difícil mesmo é manter o peso.

Faça a coisa certa:
Compre uma balança e não descuide do ponteiro
Para quem tem mais de dez quilos acima da altura, procure um médico
Encontre uma motivação

Você vai acabar desistindo se...
Exagerar no fim de semana
Adotar regime de curto prazo
Ceder ao efeito sanfona.

3: Quitar dívidas
Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender. Sem dúvida, a segunda parte do verso é bem mais fácil de cumprir do que a primeira. A primeira lição da cartilha é não gastar mais do que ganha.

Faça a coisa certa:
Procure credores e pague primeiro quem cobra juros altos
Economize nas contas da casa e nas compras do mês
Anote tudo o que gasta

Você vai acabar desistindo se...
Comprar impulsivamente
Usar o cartão de crédito ou o cheque especial.

4: Ler mais
Olhe bem para aquela gigantesca pilha de livros na mesinha de cabeceira e tome vergonha na cara. Há quanto tempo ela está ali mofando, sem que um livro seja terminado?

Faça a coisa certa:
Encontrar um livro que de fato lhe agrade
Compre antologias para ter mostras de vários escritores
Usar bolsas que permitam carregar livros

Você vai acabar desistindo se...
Comprar um livro porque ele está na lista dos mais vendidos
Não gostar de ficar só.

5: Parar de fumar
Se a sua persistência saiu para comprar cigarro e nunca mais voltou, não desanime. "O tabagismo é uma doença, e não uma escolha de vida", diz Jaqueline Scholz Issa, 43, coordenadora do núcleo antitabagismo do InCor.

Faça a coisa certa:
Repor a nicotina com chiclete
Avalie as situações que provocam recaídas

Você vai acabar desistindo se...
Acreditar que vontade basta
Levar uma vida estressada
Mantiver a rotina de fumante
Desistir para não engordar.

6: Ser mais organizado
Você se esforçou para deixar a casa um brinco, mas lá está o caos. A organizadora Cristina Papazian, 37, tem uma dica simples para a arrumação: determine o local de cada coisa pelo uso que você lhe dá.

Faça a coisa certa:
Use uma agenda
Descubra os horários ideais para os seus compromissos
Use cabides finos para as roupas e caixas transparentes

Você vai acabar desistindo se...
Achar que vai arrumar a casa toda em um fim de semana
Acumular trabalho.

7: Comer melhor
Leve uma vida verde. Seja zen. Coma de maneira saudável. Até quem já pratica atividade física e não carrega quilinhos extras tem de agüentar a patrulha da boa alimentação.

Faça a coisa certa:
Em vez de aderir a um regime, pequenas opções no dia-a-dia fazem a diferença
Montar um prato colorido com frutas e/ou vegetais

Você vai acabar desistindo se...
Abolir um tipo de alimento
Acreditar que light e diet são sinônimos de saudável
Comer bem e bem rápido.

8: Acordar cedo
Para acordar cedo é preciso dormir cedo. Ponto. Seu despertador agradece se você entender essa regra e parar de estapeá-lo toda manhã em troca de "só mais dez minutinhos".

Faça a coisa certa:
Sair da cama no minuto em que o despertador tocar
Se expor menos à luz à noite
Dormir com a janela aberta
Evite café, internet e exercícios 4 horas antes de dormir

Você vai acabar desistindo se...
Não dormir o suficiente
Lutar contra o despertador se você tem distúrbios do sono.

9: Ter mais tempo para a família
Seus amigos não agüentam mais levar bolo e sua mãe já desistiu dos almoços de domingo? Em vez do "vamos combinar", o psiquiatra Içami Tiba, 66, recomenda trocar o desejo pelo planejamento.

Faça a coisa certa:
Introduza a família e os amigos como tarefa na agenda
Aproveite o cinema com a cara-metade e convide amigos

Você vai acabar desistindo se...
Não planejar o fim de semana
Achar que está perdendo tempo (e dinheiro) enquanto está com a família e os amigos.

10: Controlar estresse
Todo mundo prega que devemos administrar o estresse, mas ninguém explica como. Para a psicóloga Marilda Lipp, 50, diretora do Centro Psicológico de Controle do Estresse, é preciso colocar outras resoluções desta lista em prática para alcançar esta: atividade física, alimentação, fumo...

Faça a coisa certa:
Ver os problemas à distância
Adotar uma técnica de relaxamento

Você vai acabar desistindo se...
For perfeccionista
Relaxar só no fim de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin