20 de nov de 2008

Jim Jones - No dia 20 de novembro de 1978 o mundo, horrorizado, redescobria o fanatismo no seu ultimo grau.

O Jornal do Brasil mantém um site com as cópias das notícias, por ele publicadas, dos fatos e acontecimentos mais relevantes da história do Brasil e do mundo. Sempre que julgar interessante vou publicar suas cópias aqui na Oficina de Gerência. 
Leiam abaixo a notícia que chocou o mundo há 37 anos. Num ato de fanatismo coletivo que a humanidade julgava erradicado, quase 400 pessoas se suicidaram, acompanhando um "pastor" de uma seita chamada Templo do Povo. Leiam a notícia com o texto do dia em que foi publicada pelo JB.
(clique sobre o logotipo)
Jornal do Brasil: dia 21 de novembro de 1978

Os corpos 383 pessoas foram encontrados pela Força de Intervenção em Jonestown, na Guiana, onde viviam 1.100 norte-americanos adeptos da seita Templo do Povo, fundada pelo religioso Jim Jones. Posteriormente, este número subiu para 900 porque foram encontrados outros cadáveres debaixo dos primeiros corpos encontrados. As mortes teriam sido causadas por envenenamento. Mark Lane, um dos advogados da seita, que teria deixado o local pouco antes do suicídio coletivo, disse que todos estavam calmos e felizes, e que sabiam que iriam morrer. Lane contou também que ouviu tiros e a voz de Jones, discursando sobre a dignidade da morte. O religioso se suicidou com um tiro na cabeça. A mulher de Jones e um dos seus sete filhos estavam entre as vítimas que ingeriram cianureto misturado a um refresco. A polícia divulgou que alguns corpos tinham ferimentos a bala, o que fez com que as autoridades da Guiana duvidassem da versão de suicídio.

Jones costumava exigir demonstrações de lealdade por parte dos seus seguidores. Certa vez, distribuiu uma bebida, dizendo aos seus discípulos que se tratava de veneno e pediu que bebessem. Posteriormente, Jones revelou que o líquido era inofensivo, e que estava testando a obediência dos fiéis.

Um dia antes de ocorrer a imolação coletiva, seguidores da seita foram acusados de terem assassinado o deputado norte-americano Leo Ryan e outras quatro pessoas. O parlamentar fora a Jonestown com uma equipe investigar denúncias de surras e trabalhos forçados na comunidade agrícola. Ryan e alguns repórteres, que integravam o grupo, ficaram isolados em uma pequena pista de aviões em Port Kaituma, onde foram fuzilados.

Mensagem de harmonia social

O Templo do Povo foi mais uma das seitas surgidas na Califórnia, que misturavam política, fanatismo e misticismo, e que se expandiam pelo resto do país. A doutrina atraía pobres, ativistas sociais, negros e hispânicos, que doavam todos os seus bens para a seita. Tim Jones teria conseguiu arrecadar dos membros 5 milhões de dólares. A cidade de Jones, na Guiana, foi fundada em 1977. Os adeptos norte-americanos foram convocados a abandonar os EUA para viverem em uma comunidade agrícola auto-suficiente, sem contato com o mundo exterior. A utopia terminou em tragédia.
-----------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin