12 de fev de 2009

Júlio Cortázar (argentino) morreu neste dia em 1984. Foi um dos grandes intelectuais (poeta e escritor) latinoamericanos do século 20.

12 de fevereiro de 1984 — Os contos de Júlio Cortázar

Jornal do Brasil: Júlio Cortázar
O escritor Júlio Cortázar nasceu em Bruxelas em pela Primeira Guerra Mundial, e passou os quatro primeiros anos de sua vida na capital belga ocupada pelos alemãs. Os pais o levaram para morar na Argentina e quando o escritor alcançou a idade adulta o país mergulhou em um longo ciclo de golpes e ditaduras militares, iniciada por Juan Domingo Perón.
Cortázar começou a escrever poemas em 1938. Trabalhou como professor e tradutor de autores franceses modernos, entre eles Marguerite Yourcenar.

Em 1952, mudou-se para Paris, depois de recusar um emprego numa universidade argentina oferecido por Perón. Vivia em condições financeiras precárias até que surgiu a oportunidade de traduzir as obras completas de Edgar Allan Poe para a Universidade de Porto Rico. O resultado foi elogiado por vários críticos da época e apareceram outros trabalhos. Cortázar ficou famoso com o romance Rayuela (1963) que recebeu no Brasil o título de O jogo da amarelinha. Seu gênero preferido era o conto. A história curta, dizia, é "uma espécie de esfera", que permite chegar à perfeição. O contoAs babas do diabo, do livro As armas secretas (1959) foi transformado em filme com o título Blow-up, dirigido por Antonioni. No conto El perseguidor, inspirado na vida do músico Charlie Parker, o escritor expressou seu gosto pela música, em particular pelo jazz.

Apaixonado pela política, Cortázar apoiou a revolução cubana e defendeu o governo sandinista da Nicarágua, além de ser um crítico ferrenho à ditadura argentina. 

Em 1973, recebeu o Prêmio Médicis por seu Livro de Manuel e doou o dinheiro obtido com as vendas aos presos políticos da Argentina. Em 1974, integrou o Tribunal Bertrand Russell II, reunido em Roma para examinar a situação política na América Latina, em particular as violações dos direitos humanos.

Remy Gorga Filho, que traduziu cinco dos seus 10 livros publicados no Brasil, o conheceu de perto e descreveu assim o escritor: "Era um homem tímido mas amável. Gostava muito de Clarice Lispector e de Gal costa. Seu físico era impressionante. Era muito alto, tinha braços longos e estava sempre com a cabeça meio baixa.
****************************************************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin