DIA NACIONAL DO BOMBEIRO

DIA NACIONAL DO BOMBEIRO
DIA NACIONAL DO BOMBEIRO - O Dia do Bombeiro Brasileiro é comemorado no dia 2 de julho. Esta data é uma homenagem a todos os heróis brasileiros que arriscam as suas vidas para proteger as pessoas, as cidades e as florestas do risco de incêndios, desastres naturais, desabamentos, etc. Além de apagar incêndios, os bombeiros também desenvolvem vários projetos sociais e educativos, com o objetivo de tentar melhorar a qualidade de vida da comunidade. Os bombeiros também ajudam a socorrer animais em perigo e auxiliar pessoas que enfrentam situações de grande stress, como tentativa de suicídio, afogamento, desaparecimentos e traumas provocados por acidentes. Dia do Bombeiro Brasileiro Origem do Dia do Bombeiro Brasileiro A escolha desta data é uma homenagem a criação do Corpo Provisório de Bombeiros da Corte, inaugurado em 2 de julho de 1856, no Rio de Janeiro, e sob o comando do major João Batista de Morais Antas. Oficialmente, o Dia do Bombeiro Brasileiro foi instituído através do Decreto nº 35.309, de 2 de abril de 1954. A partir desta mesma lei, também foi definido a realização anual da Semana de Prevenção Contra Incêndios. Antigamente, antes do Imperador D. Pedro II assinar o Decreto Imperial nº 1.775 que regulamentava o serviço de bombeiros, o badalar dos sinos era sinal de que homens, mulheres e crianças tinham que formar uma fila no poço mais próximo e assim, passarem baldes de mão em mão até chegarem ao local do incêndio.

domingo, 22 de junho de 2008

De Cap. Nascimento a Hamlet. É Wagner Moura.


Todos os povos cultuam seus grandes artistas nas muitas expressões da arte e da cultura, de seus costumes. No Brasil temos as nossas grandes estrelas, mas não são muitas.
Por isto, quando aparece, no horizonte artístico, um nome que começa a luzir nesta abóboda tão exclusiva, começamos a cultivá-lo como se fosse uma rara espécie de flor a desabrochar-se.
Acho que Wagner Moura está incluído neste círculo de encantamento. O seu desempenho como o Cap. Nascimento, no filme Tropa de Elite, provocou o raro prodígio de tornar o personagem mais famoso que a obra.
Devagar, mas de forma consistente Wagner Moura foi conquistando o respeito o público em todas as camadas e nas mais diversas formas de atuar. Quem, no Brasil, que se liga em cinema, novelas e televisão, não gosta e/ou admira Wagner Moura? Outro dia vi uma entrevista dele no Programa do Jô Soares e o , um dos nossos grandes artistas, se emocionou ao falar do trabalho de Wagner Moura. E com justiça.
O ator está de volta com um novo espetáculo. A estréia foi na sexta feira passada (20/junho), em São Paulo. Ele está encenando nada mais nada menos do que Hamlet, de Shakespeare. Obviamente passo longe de conhecer a nobre arte do teatro, mas sei que o personagem do angustiado príncipe dinamarques é um dos mais desafiadores para atores do mundo inteiro. A crítica ainda não se pronunciou, mas deverá ser um novo sucesso.
Certamente irei a Sampa (alô Ronaldo?) para assistir a peça. Wágner Moura está se tornando um daqueles atores imperdíveis que nos tornam a vida mais leve com sua arte e seu talento. Vale o "sacrifício" de uma viagem à nossa metrópole para vê-lo.
Entre no blog oficial do ator clicando aqui para ter acesso a um enorme volume de informações sobre ele e particularmente, sobre sua nova peça. Abaixo, dois pequenos vídeos, sobre o novo trabalho de Wágner Moura.
.
..

.
A peça está sendo apresentada nas sextas e sábados às 20h e domingos às 18h. Ficará em cartas até 28/9. Onde: teatro Faap (r. Alagoas, 903, São Paulo, tel. 0/xx/11/3662-7233). Classificação: 14 anos e ingressos a R$ 80
.
....

Nenhum comentário:

Postar um comentário