27 de abr de 2008

Grandes Batalhas da História - Agincourt

Imagem: "Manhã em Agincourt", cavaleiros franceses na manhã da batalha - 25 de outubro de 1415. Quadro de Sir John Gilbert (1850)
.
Quem é amante dos livros de História Geral e da Humanidade percebe que nas grandes batalhas estão os importantes pontos de inflexão que os povos viveram e continuarão vivenciando ao longo de suas trajetórias como nações. Além disso, para os estudiosos e curiosos (me incluo nesse grupo) das questões da administração, da gerência e da liderança, é notório que as guerras e particularmente, as batalhas, são laboratórios vivos para estudos de casos que envolvam estratégias, confronto de líderes, tomadas de decisões, comportamentos sob pressão etc.
Não é por acaso que os grandes consultores e escritores desses temas estão sempre "tomando por empréstimo" expressões e personagens guerreiros ou se utilizando de metáforas que envolvam fatos das grandes guerras e batalhas. Não fosse por isso, a magia das batalhas que ficaram marcadas pela história é sempre motivo de interesse e curiosidade. Sob estes fundamentos resolvi criar, na Oficina de Gerência, uma seção que chamarei de "Grandes Batalhas da História".
Começo a série com uma das mais famosas: "A Batalha de Agincourt". Leia um resumo sobre ela:.
.
"A batalha de Agincourt, que ficou famosa quando recontada por Shakespeare na peça "Henrique V", foi um caso desesperado. Os ingleses estavam em retirada após saquearem o território francês. As tropas, em sua maioria formadas por arqueiros, sofriam com disenteria (muitos lutaram mais tarde sem as calças por esse motivo). O exército de Henrique foi cercado pelos franceses antes que pudesse escapar para Dieppe. Quando todas as suas tentativas de negociação falharam, ele foi forçado a lutar, mesmo estando em grande desvantagem numérica. O tempo estava terrível, pois havia ocorrido tempestades na noite anterior, e o solo recém-arado estava encharcado. Pela manhã os exércitos se enfrentaram e, após Henrique ter movido os soldados com os arcos longos em formação, eles bateram o exército francês, o qual lutou algumas vezes com lama até a cintura. Apesar de os arcos longos não terem sido muito eficazes contra a armadura dos cavaleiros, eles foram extremamente eficazes contra os cavalos. Desmontados e sob o peso de suas armaduras, muitos dos cavaleiros se afogaram na lama. Os soldados franceses a pé caíam debaixo da chuva de flechas, mas foram em frente e atacaram a linha inglesa, que somente se defendeu. No meio da lama e da confusão, os ingleses levaram a vantagem. No final da batalha, os franceses tinham perdido milhares de homens, ao passo que os ingleses somente algumas centenas (Shakespeare sugere patrioticamente que os franceses perderam 10.000 homens para 29 ingleses, mas isso provavelmente é um exagero). Um outro aspecto deve ser apontado – os soldados com arcos longos não eram de fato ingleses, e sim galeses. Dizem que o sinal da vitória (um "V" com os dedos) de hoje originou-se dos arqueiros galeses após essa batalha." (texto retirado do site seed.slb.com) .
.

Capturei um vídeo no YouTube - com a seqüência, do belo filme "Henry V", que baseado na famosa peça de Shakespeare (de mesmo nome), nos mostra a versão, cinematográfica, da Batalha de Agincourt. Eu o assisti e, realmente, pode ser colocado entre os grandes filmes ingleses sobre as peças de seu maior poeta e teatrólogo.
O segundo vídeo, que coloquei posteriormente à data original de publicação do post, é uma animação (fantástica) da batalha. Nunca tinha vista nada semelhante. Assista e confira.
.

.......(áudio em inglês e legendas em francês, mas quem se importa?)


..............
(Imagens copiadas do Google Imagens na busca de "Batalha de Agincourt")
.

Se tiver interesse em saber mais sobre a famosa batalha clique nos links abaixo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_de_Azincourt
http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Cem_Anos
http://www.coretd.org/produtos/palestras.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Henrique_V_de_Inglaterra
http://www.2001video.com.br/detalhes_produto_extra_dvd.asp?produto=6596
http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=565


CURIOSIDADE:

"Sabe de onde vem o sinal? Não tem nada a ver com pênis."

"Durante a Batalha de Agincourt, na guerra dos 100 anos, Henrique V invadiu a França para reclamar o trono. Na época ele tinha os arcos longos, que eram considerados a metralhadora da época. O exército francês estava cheio de cavaleiros e tinha uma vantagem de 5/1. Antes da batalha os franceses gritavam do outro lado do campo de batalha que iriam cortar os dedos dos arqueiros ingleses, assim eles nunca mais poderiam usar o long bow (arcos longos). A batalha, devido a diversos fatores, os ingleses ganharam, apesar da grande desvantagem. Como vingança os arqueiros ingleses, vitoriosos, gritavam para os franceses remanescentes "olha meu dedo aqui, voces nao cortaram" e mostravam o dedo médio" (texto retirado do site forum.hardmob.com.br)

ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº

Nenhum comentário:

Postar um comentário