25 de abr de 2008

1968 - Um ano de transformações - (1)


Tenho o enorme prazer de apresentar aos amigos e visitantes da Oficina de Gerência um dos seus melhores posts. Trata-se do primeiro programa da série "1968 - Um Ano de Transformações" que a equipe do Programa Arquivo N, da GloboNews, está apresentando neste canal de televisão.
O vídeo do programa foi disponibilizado pela GloboVídeos antes de ontem (23/abril), quando foi exibido o segundo. Os textos e algumas fotos que estão colocadas no site específico do programa podem ser acessado clicando neste ponto. Por conta de limitações do Blogger, tive que dividir o programa em dois vídeos.
Este primeiro programa da série está sensacional. Imperdível! Um trabalho técnico padrão Globo e uma produção que não economizou para apresentar entrevistas com os personagens da época, vídeos, fotos, comentaristas e tudo mais que o público tem direito. Com certeza essa série será premiada em algum festival de vídeo-jornalismo.
Com raras exceções, quem viveu aqueles anos, aqui no Brasil, não percebeu direito o que se passava no mundo externo. O país estava no auge do confronto entre o regime militar e os seus oponentes. A censura "corria" livremente nos meios de comunicação. Conheciam-se dos acontecimentos nacionais e internacionais, por fotos das grandes revistas (lembro-me de "O Cruzeiro" , "Fatos e Fotos" e "Manchete"), pelos jornais, nos cinemas (Canal 100) e pelas rádios internacionais BBC e Voz da América, por exemplo.
Soube-se, um puco depois, que havia uma grande agitação e muito quebra-quebra de jovens nas ruas de Paris e depois na Europa. Haviam os "hippies", "make love, not war", "paz e amor, bicho" e muitas outras "novidades"... Todavia não dava para perceber que estávamos vivendo uma "mudança dos tempos". Não se tinha este entendimento. Tudo simplesmente foi acontecendo. Só o tempo veio mostrar que aquele ano mudou o comportamento dos jovens daquela geração e das gerações seguintes.
Esta série vai evocar grandes momentos nas memórias dos "jovens" daquela geração. Para os jovens dos tempos subsequentes e principalmente os nosso jovens de hoje, a série é uma aula - lúdica e fascinante - de história viva. Não percam para não sofrer de "arrependimento".
O segundo programa já foi transmitido pela GloboNews na quarta feira passada - que é o dia do programa Arquivo N - mas só será disponibilizado na GloboVídeos no proximo dia 30. Fiquem na espreita. Essa série eu não deixo passar.
.
....
(vídeo um)..............................................................(vídeo dois)
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário