5 de fev de 2008

Homenagem a Beto Carrero



.

_________________________________________
.
A morte do empresário Beto Carrero na semana passada levou um dos últimos sobreviventes de uma espécie de líderes cada vez mais rara no Brasil. A dos empresários que chegaram ao topo partindo do zero.

Permanecem na ativa outros, poucos, como Sílvio Santos, por exemplo; autêntico self made man, como dizem os norte-americanos. Homens como eram Beto Carrero, que dão visibilidade ao seu auto-sucesso, são exemplos vivos de que contruir um sonho é possível. Por isto é que quando morrem, dão a impressão que levam consigo uma parte dessa magia.

Ainda me lembro da imagem dele da TV, montado em seu cavalo branco que empinava, imitando o "Zorro", com um chicote eletrônico que ao invés do "Z" escrevia na telinha "Beto Carrero". Ningúem sabia o que era. Seria uma nova novela que a Globo estava anunciando? Ou um novo programa de vaqueiros e vida rural? Nada disso. Já era o Beto Carrero se lançando como personagem do seu próprio sonho, desconhecido, sem programa, sem grife, sem nada...

O Blog da Oficina de Gerência, fiel à sua proposta, não pode deixar de prestar a homenagem a este extraordinário empresário. Montou seu sonho com muito sucesso, o "Beto Carrero World", que é um dos maiores parques temáticos do mundo. Que exemplo extraordinário. E bem aqui, debaixo de nossos olhos...

A história de Beto Carrero ainda não foi escrita. Quando o for, não tenho dúvidas que será um grande "best seller".

.

.

__________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário