18 de out de 2010

Se você é um "Sênior" valorize-se. O mercado está carente de cabelos brancos.

M
ais um artigo de Robert Wong na Oficina de Gerencia. Ele é um craque do mundo corporativo e eu não economizo quando tenho oportunidade de postar um texto de sua autoria. 
Desta feita trago-lhes um artigo que é mais dirigido para os profissionais da minha geração. Para os que não sabem estou no "clube dos enta" há muito tempo e com muita vaidade por estar de pé e à ordem para enfrentar novas demandas e desafios.
O que nos transmite o Robert Wong em seu texto é um conjunto de conceitos -  verdadeiros - sobre a presença dos profissionais mais experientes no mercado e dicas de como enfrentar os preconceitos existentes contra eles no mundo corporativo. Sim senhores existem muito preconceito contra os profissionais da categoria "Classic" como o Robert Wong nos denomina (gostei do "apelido").
Pessoalmente nunca sofri discriminação por conta da idade. Talvez tenha sido poupado porque tenha exercido funções de gerencia e de direção desde o inicio da minha carreira. Tive oportunidade, entretanto, de tomar conhecimento e de assistir  cenas explícitas de preconceito contra a competência técnica de muitos colegas e conhecidos apenas por serem "mais velhos". Pura discriminação!
São principalmente os profissionais mais jovens  que não aceitam de bom grado a presença ativa dos "classics" em seu ambientes corporativos exceto se se comportarem como "moveis e utensílios". Essa é uma realidade pouco reconhecida entre os estudiosos e pesquisadores dos temas corporativos. Mas não é o tema central do nosso post. Por enquanto vamos conhecer o texto do Robert Wong e que os leitores - sejam jovens ou mais experientes - possam refletir sobre a questão; principalmente se trabalharem em ambientes onde as presenças de colegas mais experientes sejam parte do cotidiano de suas atividades.
Meu conselho é ao invés de vê-los como "idosos" ou "velhos" considerem que são profissionais experientes


Clique no logo e visite o site
Dica para um executivo “Mais Sênior”

http://www.guiadacarreira.com.br/wp-content/uploads/2009/09/entrevista-apos-50.jpg
Recentemente fui convidado para dar uma palestra para executivos em vias de aposentarem-se ou os “mais experientes”. Na realidade, gosto mais do termo “jovens há mais tempo que os outros”, pois este grupo de pessoas tem muita energia e ainda mais sabedoria para compartilhar.  Isto posto, aqui vão algumas considerações que o profissional mais sênior deve ponderar, ou melhor, para um cara que na realidade é  um “Classic”.

No Ocidente, o foco é centrado nos jovens, enquanto que no Oriente, o centro das atenções é voltado aos idosos. Meu saudoso pai brincava que ele saiu perdendo nas duas pontas, pois quando era jovem, vivia na China e na sua fase madura, morava no Brasil. Na realidade, criaram-se muitos mitos e imagens sobre os mais velhos, alguns dos quais não apenas discordo, como rebato.

“Não possuem a agilidade nem a eficiência dos jovens”
Pode ser em alguns aspectos físicos, mas não necessariamente no raciocínio mental. Quando este parece mais lento é porque a vasta bagagem prática e a rica experiência vivida têm que ser devidamente processadas para que possam ser aproveitadas na avaliação dos negócios e para contribuição aos resultados, em especial nas questões estratégicas, comerciais e de gestão.

“São mais rígidos e avessos a riscos e mudanças”
Às vezes. Mas estas características podem até servir de saudável contraponto à pressa, impetuosidade e arrogância de alguns jovens. O importante, porém, é manter-se flexível em todos os sentidos.

“São mais caros de se contratar do que seu par mais jovem”
Tudo tem seu preço! O que vale é o ROI – Retorno sobre o Investimento e não o custo em si, isoladamente. O executivo mais maduro pode, por exemplo, dividir seu “alto preço” entre várias empresas atuando como consultor, mas tomando o cuidado de não atender clientes que sejam concorrentes diretos, evitando assim possíveis conflitos de interesse.

http://cache2.asset-cache.net/xc/83480116.jpg?v=1&c=NewsMaker&k=2&d=AA1747D0965B1B3D5D905F961E880BB4E586E784024388EB79D2BB68A6ED4A4FPara que um executivo maduro possa melhorar suas chances de encontrar uma boa colocação no mercado, siga essas dicas:

1 - Valha-se sua autoconfiança, fruto do seu autoconhecimento que acumulaste nesta vida produtiva.

2 - Aprenda línguas, isto é, alguma língua estrangeira, mas especialmente a linguagem do computador, da tecnologia. Em outras palavras, aprenda sempre para não ficar parado no tempo.

3 - Alie seu conhecimento (Teoria) com a sua experiência (Prática). Isto é SABEDORIA, sua maior riqueza e seu grande diferencial  a ser apresentado ao mercado.

4 - Ofereça-se para atuar como mentor, conselheiro ou coach, pois você não é visto como possível “competidor” do seu mentorado (a). Pelo contrário, você tem muito valor a lhe agregar.

5 - Você não tem nada mais a provar; portanto, relaxe e divirta-se!

Em resumo, tenha orgulho do seu status. Idade não é doença, mas sim uma dádiva e parte inerente da vida, e, como tal, ela tem que ser vivenciada com elegância, orgulho e dignidade. Use-a a seu favor e não contra si próprio.  A escolha é sua!



Robert Wong formou-se pela Chapel American School em São Paulo, graduou-se em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e recebeu uma bolsa como um Confederation of British Industry Scholar para sua pós-graduação na Inglaterra. Participou do curso de extensão em educação executiva pela Harvard Business School.
Esteve presidente da Korn / Ferry para o Brasil e a América Latina, uma das maiores empresas do mundo em recrutamento e seleção. Foi considerado pela revista The Economist um dos 200 mais destacados headhunters do mundo por seu genuíno interesse nas pessoas e no seu talento de descobrir qualificações, às vezes até desconhecidas pelo próprio candidato. É membro efetivo de vários ONG's e escolas, entre elas: FIA-USP, SIFE, Colégio Sidarta, ONG CEO do Futuro.
Atualmente, Robert Wong está sócio da Robert Wong Consultoria Executiva - empresa voltada para Headhunting, Palestras, Coaching, Personal Branding, Cursos - R.S.V.P (Realizando Seu Verdadeiro Potencial) e Consultoria - que introduz métodos únicos aliando teoria, prática e auto-conhecimento, buscando motivar e inspirar as pessoas a fazer a diferença. Robert Wong é um ser humano tricultural: cidadão brasileiro de origem chinesa, fluente em inglês, português e chinês.
Autor dos livros “O Sucesso Está no Equilíbrio” e “Super Dicas para Conquistar um Ótimo Emprego” e um dos palestrantes mais inspiradores e requisitados do mercado.
Fale com Robert Wong: www.robertwong.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin