12 de out de 2010

Perguntas capciosas? Saia delas...

Trago-lhes um texto curtinho escrito pelo excelente Robert Wong que é um dos meus colunistas preferidos no time da HSM e no mundo corporativo em geral. Aliás, acompanho  Wong há muito tempo, desde quando ele ainda era o presidente da Korn/Ferry - apontado pela The Economist como um dos mais influentes caça-talentos do mundo. 
Nesse artigo ele dá dicas para as "escapadas" de perguntas delicadas e/ou constrangedoras em uma entrevista de emprego ou situações semelhantes.
Para quem já viveu uma situação dessas sabe que além da presença de espírito (nem sempre presente naquele momento) é necessária uma calma que só o treinamento e a experiência fornecem. Por isso, é bom que os profissionais estejam sempre "criando" situações constrangedoras em suas mentes e treinem as respostas e atitudes para enfrentá-las. Um ato falho em momento importante pode significar muitos pontos negativos na carreira. 
Não deixem de ler o texto pois vale à pena. É daqueles que ficam...

Clique no logo e visite o Portal HSM
Como enfrentar perguntas capciosas, inusitadas ou “difíceis”? (por Robert Wong)



Antes de tudo, lembre-se de que ninguém é perfeito! Portanto, admitir seus pontos fracos mostra que você é humano e pode até contar a seu favor, caso você saiba como responder a certas perguntas delicadas do tipo:
  • “Quais são os seus pontos fracos?” 
  • “Onde você precisa melhorar e quais suas lacunas técnicas?”  ou 
  • “Você realmente tem competência para esta tarefa?”.
Eis algumas estratégias para responder a tais perguntas:
1 - Transforme um ponto fraco num potencial ponto forte


“Às vezes por querer atingir a excelência, deixo de cumprir prazos estipulados.”

“Não admito erros nos outros e muito menos em mim; portanto, às vezes sou considerado muito exigente.”



2 - Apresente uma falha ou falta no seu currículo e que está sendo ou foi corrigida

“Como meu inglês falado não é muito fluente, matriculei-me num curso de línguas nos Estados Unidos.” 

“Senti que precisava aprofundar meus conhecimentos de planejamento fiscal e fiz um curso por correspondência nesta área.”


3- Evite a palavra negativa “não”


“Você fala chinês?” Ao invés da resposta óbvia: “Não, não falo chinês”, seria melhor: “Caso seja necessário para a função, estou disposto a aprender esta língua”.

“Você estaria aberto a considerar uma transferência para (nome de uma cidade ou país que não seja da sua preferência)?” 
Muitas pessoas talvez respondessem prontamente que “Não!”, mas a resposta melhor seria: “Dependendo das condições oferecidas, posso analisar esta possibilidade.” Você mesmo não daria uma chance para estas pessoas?



Arrows gif file Robert Wong (Autor dos livros “O Sucesso Está no Equilíbrio” e “Super Dicas para Conquistar um Ótimo Emprego” e um dos palestrantes mais inspiradores e requisitados do mercado)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin