14 de dez de 2011

Falemos apenas de... Peter Drucker...

http://www.horacioalmeida.com.br/wp-content/uploads/2011/06/PETER-DRUCKER-01.jpg
  • "O planejamento de longo prazo não lida com decisões futuras, mas com o futuro de decisões presentes." 
  • Administração é fazer direito as coisas, Liderança é fazer as coisas certas!"
  • "Não há nada mais inútil do que fazer eficientemente algo que não deveria ser feito de todo."
  • "Quando uma matéria se torna totalmente obsoleta, nós a tornamos uma disciplina obrigatória."
  • "A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."
  •   "A única coisa que sabemos sobre o futuro é que será diferente."
  •   "Meu maior poder como consultor é ser ignorante e fazer algumas perguntas."
  • "Um bom chefe faz com que homens comuns façam coisas incomuns."
  • "Existe o risco que você não pode jamais correr, e existe o risco que você jamais pode deixar de correr."
  • "Solução dos problemas apenas restaura a normalidade. Aproveitar oportunidades significa explorar novos caminhos."
  • "Ganhar a vida já não é o suficiente, o trabalho tem que nos permitir vivê-la também"
  •  

As frases acima e mais um sem número de outras do mesmo autor são cultuadas por todos os executivos que tiveram sua formação desde os anos 40 até os dias atuais sob o brilho da luminosidade de Peter Drucker (visite também o site do Leader to Leader Institute)
Acredito que até os mais jovens estudiosos e praticantes da ciência da Administração saibam quem é Peter Drucker e conheçam sua história que, aliás, se confunde com a própria História da Administração Moderna.
Falar e discorrer sobre Drucker nunca é demais ou cansativo e por isso reposiciono novamente esse post que já publiquei antes aqui mesmo no blog. Nele eu reproduzo um artigo que transcrevi do HSM e faço, como de praxe na Oficina de Gerência, uma breve apresentação do texto.
Como o post foi publicado em 2009 fiz algumas alterações no meu texto e preservei o artigo da HSM que é primoroso.
Bom proveito


Quem lê uma obra de Peter Drucker, o que ele escreveu e ensinou de Administração (assim mesmo com A maiúsculo) não se cansa de reler, consultar e ler novamente. É um aprendizado contínuo, um prazer renovado e uma fonte inesgotável de descobertas. Tive oportunidade de "conhecer" Peter Drucker pouco depois de ter saíd da Universidade. Lá pelos idos de 1973 ou 74, nem lembro mais. Acho que foi pelos catálogos do saudoso "Circulo do Livro". 
Na época eu era um neófito e lia tudo que podia sobre administração e bati o olho em uma coleção (tres livros) de Peter Drucker que o "Círculo" oferecia. Lembro-me bem. Capa dura, cor azul e letras douradas. Bem no estilo do Circulo do Livro.  Um deles era  "Prática de Administração de Empresas". Não recordo os nomes dos outros livros, mas eram todos sobre administração e de Peter Drucker!
Fiquei imediata e naturalmente encantado. Nãp existia nem computador quanto mais internet. Jamais ouvira falar de Drucker (na verdade, em 1972/73 nunca tinha ouvido falar de quase ninguém na literatura sobre administração). Apenas me iniciava na carreira de engenheiro e os diretores da empresa que eu trabalhava assumira a "irresponsabilidade" de me colocar como chefe de uma obra com 300 homens cuja primeira missão era receber um comboio enorme de máquinas e caminhões, instalar o canteiro e iniciar a obra. Era o meu primeiro emprego como engenheiro. Uma história e tanto que contarei um dia aqui mesmo no blog.
Só havia lido até então alguns autores brasileiros indicados por minha irmã que estudava administração ou ocasionalmente quando via - no catálogo do Circulo do Livro que recebia pelos correios -  algo que se assemelhasse a um livro com título sobre administração, gerência ou liderança . Era um absoluto ignorante saído da universidade. Imaginem que minha primeira obra estava situada no sudoeste da Bahia  (Guanambi) onde a "peãozada" é que não aceitava trabalhar com carteira assinada. Preciso dizer algo mais? Que tempos!

 http://blog.timesunion.com/holistichealth/files/2011/07/Peter-Drucker-Teaching-in-Classroom.jpg
Vamos continuar. Escrevi isso tudo para dizer que posteriormente li (quase) tudo que foi publicado de Peter Drucker aqui no Brasil. O Drucker que "conheci" no inicio dos anos 70 em diante continuou atual e principalmente agora quando seus ensinamentos e sua filosofia começam a ser interpretados e revisitados pelos novos autores ou por colunistas como os da HSM que escreveram (sem identificação direta) o artigo que reproduzo abaixo.
É um show de ensinamentos e dicas gerenciais que continuam presentes  no cotidiano corporativo mesmo depois de terem sido expressadas há muitos anos pelo mestre. Leiam o que disse sobre Peter Drucker o seu primeiro biógrafo Jack Beatty.
  • A "descoberta" da gestão é o seu atributo mais popular. Até aos anos 40 haveriam, talvez, três ou quatro obras que se poderiam classificar como tal. Os editores interrogavam-se sobre "quem é que se interessaria por uma coisa dessas?". Um acadêmico aconselhou-o: "Será preferível que dedique o seu talento a um assunto mais respeitável". Os intelectuais críticos da época desancavam sobre a grande empresa - e onde esses viam a fonte de todos os problemas, Drucker descobriu o coração da sociedade industrial madura. A gestão já existia, mas não era entendida como tal. "Ele deu consciência aos gestores da sua profissão e criou uma disciplina que podia ser ensinada e estudada, e não couto de iluminados".
O texto que está abaixo é uma grande lição baseada nos conceitos que Drucker legou à posteridade corporativa. A equipe da HSM foi brilhante ao colocá-los em ordem didática de forma que todos (estou me incluindo) podemos, além de apreciar o brilhantismo do seu gênio, aproveitá-los perfeitamente para melhorar o nosso nível como gerentes. 
Transcrevo, a propósito, um pequeno trecho do artigo com um conselho de Drucker:  
  • [...] Não entregue atribuições novas e grandes a pessoas com pouca experiência, pois isso só aumenta os riscos. Dê atribuições deste tipo a alguém cujo comportamento e cujos hábitos sejam seus conhecidos e que tenha conquistado confiança e credibilidade dentro da organização. Com relação a um recém-chegado de alto nível, coloque-o inicialmente numa posição já estabelecida, na qual as expectativas são conhecidas e o auxílio disponível." [...] 
Leiam, copiem, arquivem, releiam, difundam. Podem acreditar que é material da mais alta qualidade na Oficina de Gerencia

Ensinamentos imutáveis nas práticas gerenciais

http://www.hsm.com.br/sites/default/files/imagecache/artigo-300x201/0000078548.jpgÉ fácil constatar que os conceitos da gestão empresarial moderna, lançados por Peter Drucker, permanecem quase imutáveis no dia a dia de muitas empresas. 
Por seu esforço de transformar o conhecimento em teorias de administração, Peter Drucker ficou conhecido, entre outras alcunhas, como o “pai do management moderno”.
Muitas de suas orientações em termos de práticas gerenciais permanecem atualíssimas, norteando a administração de diversas companhias.

Vamos abordar alguns importantes tópicos:

1) Iniciando um trabalho
Para iniciar qualquer trabalho ou projeto em uma empresa, é necessário que o gerente:
• Pergunte “O que precisa ser feito?”
• Pergunte “O que é bom para a empresa?”
• Crie um plano de ação.
• Assuma a responsabilidade pelas decisões.
• Assuma a responsabilidade pela comunicação.
• Foque oportunidades em vez de problemas.
• Faça reuniões produtivas.
• Pense e diga “nós” em vez de “eu”.
É o que Drucker chama de “as oito práticas do executivo eficaz.”

2) No dia a dia 
• Abandone as coisas que não funcionam mais, as que nunca funcionaram e as que sobreviveram após o esgotamento de sua vida útil e de sua capacidade de contribuição. Ou seja, deve ser abandonado tudo aquilo que estiver desgastado, obsoleto e improdutivo;
• Concentre-se nas coisas que funcionam, nas que produzem resultados e nas que melhoram a capacidade de funcionamento da organização;
• Aplique seus esforços no menor número possível de produtos, serviços, clientes, mercados, canais de distribuição, usos finais e assim por diante, para que possam produzir a maior receita possível;
• Considere que, hoje em dia, as empresas produzem conhecimento e informação, e não simplesmente mercadorias ou serviços. Vivemos em um tempo em que o conhecimento é o fator de maior importância, mais do que produtos, serviços e processos;
• Analise os “semissucessos” e os “semifracassos;
• Foque o mercado (o produto ou serviço é definido pelo cliente e não pelo produtor);
• Faça uma previsão financeira adequada;
• Tenha uma administração profissional, com conselho diretor formal, que forneça ao dono recomendações e pareceres de que necessita, bem como questionamentos;
• Não administre apenas pelo curto prazo (uma grande tentação para muitos administradores). É importante buscar o equilíbrio entre o curto, o médio e o longo prazos;
• Olhe sempre para o futuro. Embora ainda indeterminado, ele pode ser moldado por ações intencionais. E a única coisa que pode efetivamente motivar essas ações é uma ideia – de uma economia diferente, um processo diferente ou um mercado diferente, explorado por uma empresa diferente. Fazer o futuro requer coragem. Requer trabalho, mas também requer fé.
.
http://www.cgu.edu/Images/news/PeterDrucker018.jpg
.
3) A tomada de decisão
Tomar decisões constitui um ponto crítico em qualquer administração.
Confira algumas valiosas dicas de Peter Drucker:
- Classifique o problema. Ele é genérico? É excepcional e único? Ou é a primeira manifestação de uma nova espécie, para a qual ainda é preciso desenvolver uma regra?
- Defina o problema: com o que estamos lidando?
- Especifique a resposta para o problema. Quais são as "condições limitadoras"?
- Decida o que é "correto", ao invés do que é aceitável, para satisfazer as condições limitadoras. O que irá satisfazer plenamente as especificações antes que se dê atenção a compromissos, adaptações e concessões necessários para tornar a decisão aceitável?
- Insira na decisão a ação para executá-la. Qual deve ser o compromisso com a ação? Quem deve saber a respeito dela?
- Teste a validade e a eficácia da decisão em relação ao curso real das coisas. Como está sendo executada a decisão? As suposições sobre as quais ela se baseou são apropriadas ou obsoletas?

4) Recursos Humanos
De acordo com as ideias de Peter Drucker, nenhuma estratégia de sucesso é possível sem as pessoas. Para ele, a chave para a grandeza está em buscar o potencial das pessoas e dedicar tempo ao seu desenvolvimento.
O trabalhador tem de ser valorizado pelo seu conhecimento individual, não por atender a necessidades padronizadas. É importante, também, tomar sempre boas decisões sobre pessoas, porque elas determinam a capacidade de desempenho da organização.
 http://www.estudantedigital.nomundo.net/userfiles/PeterDrucker(1).jpg
.
Por exemplo: não entregue atribuições novas e grandes a pessoas com pouca experiência, pois isso só aumenta os riscos. Dê atribuições deste tipo a alguém cujo comportamento e cujos hábitos sejam seus conhecidos e que tenha conquistado confiança e credibilidade dentro da organização. Com relação a um recém-chegado de alto nível, coloque-o inicialmente numa posição já estabelecida, na qual as expectativas são conhecidas e o auxílio disponível.
.
5) Inovação
Para Drucker, os verdadeiros empreendedores são aqueles que aprendem a praticar a inovação sistemática, que consiste na busca deliberada e organizada de mudanças e na análise sistemática das oportunidades que tais mudanças podem oferecer para a inovação econômica ou social.
Assim, a inovação é o meio pelo qual os empreendedores exploram a mudança como uma oportunidade para um negócio ou um serviço diferente.
Mesmo assim, inovadores de sucesso são conservadores. “Eles não se concentram nos riscos, e sim nas oportunidades”, sintetiza Drucker. Analisam sistematicamente as fontes de oportunidades inovadoras e decidem, entre todas, quais serão exploradas. É natural, assim, que escolham as de menor risco ou as de risco bem definido.
“Existem dois tipos de riscos: Aqueles que não podemos nos dar ao luxo de correr e aqueles que no podemos nos dar ao luxo de não correr.” (Peter Drucker)
Para estimular a inovação, Peter Drucker apresenta algumas sugestões de práticas administrativas
- Reserve, nas reuniões e relatórios, espaço para o sucesso inesperado. É importante dar atenção, discutir e buscar as soluções dos problemas. Mas, se eles forem as únicas coisas a serem discutidas, as oportunidades morrerão por negligência;
- Incentive as pessoas e unidades que fazem o melhor de forma diferente, e compartilhe experiências;
- Avalie sempre quais iniciativas devem receber mais apoio, quais abriram novas oportunidades e o que fazer com as que não trouxeram bons resultados;
- Em termos de estrutura organizacional, separe o novo do já estabelecido;
- Mude o esquema de remuneração e incentivos. As pessoas não devem ser recompensadas pelo fracasso, mas certamente não podem ser punidas por tentar acertar;
- Não use apenas as informações internas.


Um comentário:

  1. quem não ler Drucker (recomendo todas as obras) não irá de fato ENTENDER o estudo da Administração!

    Fantástico, queria muito ter conhecido-o

    ResponderExcluir

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin