26 de mai de 2010

O Pálido Ponto Azul. Nós Estamos Aqui...

Ficheiro:PaleBlueDot.jpg
A Terra é um minúsculo ponto, distante 6.4 bilhões de quilômetros, 
no meio de um raio solar, circulado em azul

 
Tive enorme prazer de produzir este posto. Seja porque escrever e pesquisar sobre Carl Sagan é algo diferenciado, seja porque a insondável personalidade deste cientista e humanista ainda fascina a milhões de seus admiradores, mesmo depois de passados quase 15 anos de sua morte. 
Nós nos "perdemos" em sua historia, seus pensamentos, sua postura  ante a vida e sequer percebemos que ele deixou este plano espiritual com apenas 62 anos em 1996. Foi um espirito elevado que veio, cumpriu sua missão e partiu para outras, certamente.
Suas famosas reflexões sobre a pequenez da terra a partir de uma foto da Terra (acima) tirada pela nave espacial  Voyager 1 transformaram-se em um "best seller" e serviu de inspiração para milhões de habitantes do planeta terra (eu entre eles). Não me canso de ver o vídeo e hoje resolvi postá-lo em homenagem a Sagan e a todos nós que aprendemos a admirá-lo e a usar suas reflexões como nortes em nossas vidas.
Um dos trechos mais significativos da sua reflexão, no vídeo abaixo nos ensina que: 
  • [...] "A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pense nas infindáveis crueldades infringidas pelos habitantes de um canto desse pixel, nos quase imperceptíveis habitantes de um outro canto, o quão frequentemente seus mal-entendidos, o quanto sua ânsia por se matarem, e o quão fervorosamente eles se odeiam. Pense nos rios de sangue derramados por todos aqueles generais e imperadores, para que, em sua gloria e triunfo, eles pudessem se tornar os mestres momentâneos de uma fração de um ponto. Nossas atitudes, nossa imaginaria auto-importancia, a ilusão de que temos uma posição privilegiada no Universo, é desafiada por esse pálido ponto de luz." [...] 
Acho que posso parar por aqui. Recomendo que cliquem nas Reflexões para conhecer uma série de frases famosas e belíssimas de Sagan. Cliquem na imagem dele para conhecer o portal oficial de sua obra, leiam o que ele disse sobre a fotografia que o inspirou e que ele chamou de  Pale Blue Dot (Pálido Ponto Azul), assistam o vídeo (maravilhosos) e finalmente - se estiverem interessados - leiam o texto do vídeo ou copiem-no para reler de vez em quando.

Reflexões de Carl Sagan (clique e conheça-as)

http://shaunphilly.files.wordpress.com/2009/07/carl_sagan.jpg
 Clique na imagem visite o "The Carl Sagan Portal" e emocione-se...

Numa conferência em 11 de Maio de 1996, Sagan falou dos seus pensamentos sobre a histórica fotografia:

"Olhem de novo para esse ponto. Isso é cá, isso é a nossa casa, isso somos nós. Nele, todos a quem amam, todos a quem conhecem, qualquer um do quem escutaram falar, cada ser humano que existiu, viveram as suas vidas. O agregado da nossa alegria e nosso sofrimento, milheiros de religiões autênticas, ideologias e doutrinas económicas, cada caçador e colheitador, cada heroi e covarde, cada criador e destrutor de civilização, cada rei e camponês, cada casal de namorados, cada mãe e pai, criança cheia de esperança, inventor e explorador, cada mestre de ética, cada político corrupto, cada superestrela, cada líder supremo, cada santo e pecador na história da nossa espécie viveu aí, num grão de pó suspenso num raio de sol.
A Terra é um cenário muito pequeno numa vasta arena cósmica. Pensai nos rios de sangue derramados por todos aqueles generais e imperadores, para que, na sua glória e triunfo, vieram eles ser amos momentâneos duma fração desse ponto. Pensai nas crueldades sem fim infligidas pelos moradores dum canto deste pixel aos quase indistinguíveis moradores dalgum outro canto, quão frequentes as suas incompreensões, quão ávidos de se matar uns aos outros, quão veementes os seus ódios.
As nossas exageradas atitudes, a nossa suposta auto-importância, a ilusão de termos qualquer posição de privilégio no Universo, são reptadas por este pontinho de luz frouxa. O nosso planeta é um grão solitário na grande e envolvente escuridão cósmica. Na nossa obscuridade, em toda esta vastidão, não há indícios de que vá chegar ajuda de algures para nos salvar de nós próprios.
A Terra é o único mundo conhecido, até hoje, que alberga a vida. Não há mais algum, pelo menos no próximo futuro, onde a nossa espécie puder emigrar. Visitar, pôde. Assentar-se, ainda não. Gostarmos ou não, por enquanto, a Terra é onde temos de ficar.
Tem-se falado da astronomia como uma experiência criadora de firmeza e humildade. Não há, talvez, melhor demonstração das tolas e vãs soberbas humanas do que esta distante imagem do nosso miúdo mundo. Para mim, acentua a nossa responsabilidade para nos portar mais amavelmente uns para com os outros, e para protegermos e acarinharmos o ponto azul pálido, o único lar que tenhamos conhecido."
 "Vídeo inspirador, poético e emocionante, tendo em pauta a triste realidade do que foi, do que é, e do que ainda serão os humanos e suas ações.
Nós ainda não assimilamos tudo, temos muito a aprender, sobre a vida e sobre o que é a vida, mas Sagan nos proporciona um olhar mais cativante e mais aprazível de como a vida ainda pode ser mais agradável e gratificante."
"Por sua obra, Carl Sagan ainda subsiste, por que ele foi um homem que estava acima do seu seu tempo." [compilação de varios textos recolhidos a respeito do vídeo]


"Video de "Pale Blue Dot", filme da palebluefilms, sobre texto de Carl Sagan, narrado por ele próprio."


http://200.215.177.68/imagem/capas1/111/97111.jpg Pale Blue Dot (pt: Pálido Ponto Azul) é um livro escrito por Carl Sagan em 1994, Sagan foi inspirado pela fotografia da Terra, a 6,4 bilhões de quilômetros de distância, mostrando-a como um pálido ponto azul.
Nós Estamos Aqui: O Pálido Ponto Azul (tradução da narrativa do vídeo )


"A espaçonave estava bem longe de casa. Eu pensei que seria uma boa idéia, logo depois de Saturno, fazer ela dar uma ultima olhada em direção de casa.
De saturno, a Terra apareceria muito pequena para a Voyager apanhar qualquer detalhe, nosso planeta seria apenas um ponto de luz, um "pixel" solitário, dificilmente distinguível de muitos outros pontos de luz que a Voyager avistaria: Planetas vizinhos, sóis distantes. Mas justamente por causa dessa imprecisão de nosso mundo assim revelado valeria a pena ter tal fotografia.
Já havia sido bem entendido por cientistas e filósofos da antiguidade clássica, que a Terra era um mero ponto de luz em um vasto cosmos circundante, mas ninguém jamais a tinha visto assim. Aqui estava nossa primeira chance, e talvez a nossa última nas próximas décadas.
Então, aqui está - um mosaico quadriculado estendido em cima dos planetas, e um fundo pontilhado de estrelas distantes. Por causa do reflexo da luz do sol na espaçonave, a Terra parece estar apoiada em um raio de sol. Como se houvesse alguma importância especial para esse pequeno mundo, mas é apenas um acidente de geometria e ótica. Não há nenhum sinal de humanos nessa foto. Nem nossas modificações da superfície da Terra, nem nossas maquinas, nem nós mesmos. Desse ponto de vista, nossa obsessão com nacionalismo não aparece em evidencia. Nós somos muito pequenos. Na escala dos mundos, humanos são irrelevantes, uma fina película de vida num obscuro e solitário torrão de rocha e metal.
Considere novamente esse ponto. É aqui. É nosso lar. Somos nós. Nele, todos que você ama, todos que você conhece, todos de quem você já ouviu falar, todo ser humano que já existiu, viveram suas vidas. A totalidade de nossas alegrias e sofrimentos, milhares de religiões, ideologias e doutrinas econômicas, cada caçador e saqueador, cada herói e covarde, cada criador e destruidor da civilização, cada rei e plebeu, cada casal apaixonado, cada mãe e pai, cada crianças esperançosas, inventores e exploradores, cada educador, cada político corrupto, cada "superstar", cada "lidere supremo", cada santo e pecador na história da nossa espécie viveu ali, em um grão de poeira suspenso em um raio de sol.
A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pense nas infindáveis crueldades infringidas pelos habitantes de um canto desse pixel, nos quase imperceptíveis habitantes de um outro canto, o quão frequentemente seus mal-entendidos, o quanto sua ânsia por se matarem, e o quão fervorosamente eles se odeiam. Pense nos rios de sangue derramados por todos aqueles generais e imperadores, para que, em sua gloria e triunfo, eles pudessem se tornar os mestres momentâneos de uma fração de um ponto. Nossas atitudes, nossa imaginaria auto-importancia, a ilusão de que temos uma posição privilegiada no Universo, é desafiada por esse pálido ponto de luz.
Nosso planeta é um espécime solitário na grande e envolvente escuridão cósmica. Na nossa obscuridade, em toda essa vastidão, não ha nenhum indicio que ajuda possa vir de outro lugar para nos salvar de nos mesmos. A Terra é o único mundo conhecido até agora que sustenta vida. Não ha lugar nenhum, pelo menos no futuro próximo, no qual nossa espécie possa migrar. Visitar, talvez, se estabelecer, ainda não. Goste ou não, por enquanto, a terra é onde estamos estabelecidos.
Foi dito que a astronomia é uma experiência que traz humildade e constrói o caráter. Talvez, não haja melhor demonstração das tolices e vaidades humanas que essa imagem distante do nosso pequeno mundo. Ela enfatiza nossa responsabilidade de tratarmos melhor uns aos outros, e de preservar e estimar o único lar que nós conhecemos... o pálido ponto azul." (
Carl Sagan)

Um comentário:

  1. ....
    (",)\
    ./♥\. Oieee amigo querido!
    td certinho?
    vim ver as novidades por aqui!
    uma ótima semaninha!
    cuide-se!
    =D

    ResponderExcluir

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin