17 de jan de 2008

Pergunte ao Max - Do Contra ou Autêntico?




_________________________________________________


"Tenho ideias próprias e opiniões firmes. Mas meu chefe me rotulou como "do contra". Qual é a diferença entre ser autêntico e ser do contra?" (Raphael).
"Ser do contra é assumir, sistematicamente, posições de con­fronto. Mesmo quando - e principalmente quando - são desne­cessárias. Todos nós, quando adolescentes, fomos do contra. Mas um adulto do contra é o que transformou aquela rebeldia adoles­cente em sua marca registrada. Daí, tudo parece sempre estar er­rado. "A empresa não tem rumo". "Os chefes são lentos". "Os colegas são chatos."
Em compromissos e reuniões, quem é do contra sem­pre chega atrasado. E interrompe qualquer um que esteja falando para manifestar sua contrariedade. Na maioria das vezes, os funci­onários do contra são pessoas competentes, que executam bem seu trabalho. Têm boas ideias e dão boas sugestões. Mas, como não conseguem concordar com as ideias alheias, acabam criando oposição, E aí ficam empacados na carreira, achando que são víti­mas de conspiração.
Já o autêntico é positivo. Sabe ouvir. Sabe quando ficar calado. E só se manifesta quando tem argumentos sólidos que possam suportar sua discordância. Mas a diferença básica é que o autêntico alterna críticas e elogios. E o "do contra" apenas critica."

_________________________________________________
Este é o segundo post da nova seção do blog. São trechos aleatórios do novo livro do Max Gehringer cujo título é "Pergunte ao Max", da Editora Globo. Veja o primeiro post no link a seguir: Novidade no Blog: Pergunte ao Max - Assédio Moral
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário