Pesquisar este blog

31 de mar de 2012

Maçonaria na Pré-História. Divirta-se um pouco.

Esse post é uma brincadeira de maçom. Recebi por e-mail de um irmão da Ordem esses cartoons que mostra alguns rituais maçônicos como se a loja onde eles estão ocorrendo estivesse na pré-história.
Para os maçons que visitem esse post não haverá nenhuma novidade. Para os não maçons, que nós chamamos de "profanos" (não gosto dessa denominação, mas...) vai ser difícil entender.
Por isso mesmo procurei fazer um breve texto explicativo abaixo de cada imagem. Para quem seja curioso sobre as coisas da maçonaria vai descobrir alguns pequenos "segredos" do que se passa dentro das lojas

Na maçonaria a votação para se aceitar novos membros é feita por meio de bolas pretas (rejeição) e brancas (aprovação).

Os candidatos a maçons antes da sessão de iniciação a aprendizes passam muitos minutos na "Câmara de Reflexões" que é um lugar cheio de simbolismos.

Sem comentário. É apenas uma piada.

Os guardas do templo atualmente usam espadas. O nosso "guarda" pré-histórico usou o machado e se deu mal.

Antes de entrar em loja que esteja em sessão os maçons devem ser reconhecidos pelo cobridor do templo.No nosso caso o maçom visitante não está com os paramentos certos (veja a caveira no avental).

Nas sessões maçônicas o secretário deve reproduzir na ata tudo que for dito pelos irmãos. Se acontecer uma sessão muito acalorada o secretário não vai aguentar o rojão.

Aqui é um "irmão" que está tão furioso com alguma coisa que esqueceu o sinal convencional e o Venerável Mestre chama sua atenção.

Em todas as sessões o irmão hospitaleiro vai a cada um dos presentes para colher a contribuição para as atividades de caridade que a loja promove. No caso do desenho o "irmão hospitaleiro" mal encarado amedronta os "contribuintes" que não deixam de colocar sua doação no "Tronco de Solidariedade" (é o nome da sacola que ele traz nas mãos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário