15/10 - DIA DO PROFESSOR

15/10 -  DIA DO PROFESSOR
O Dia dos Professores é comemorado no Brasil anualmente em 15 de outubro. A data foi criada para homenagear esses profissionais que dedicam suas vidas à transmissão do conhecimento e ao desenvolvimento da educação no nosso país. Trata-se de um feriado escolar e não faz parte do calendário oficial como feriado nacional ou ponto facultativo. Portanto, é prerrogativa das escolas não ofertarem aula neste dia. O dia 15 de outubro foi escolhido para comemorar o dia do professor, pois em 15 de outubro de 1827, Dom Pedro I, Imperador do Brasil, decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil (do qual chamou “Escola de Primeiras Letras”), e através deste decreto todas as cidades deveriam ter suas escolas de primeiro grau. A comemoração começou em São Paulo, onde quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para celebrar esta data, e também traçar novos rumos para o próximo ano. Esta data foi oficializada nacionalmente como feriado escolar através do Decreto Federal nº 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto define a razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia dos Professores, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias". A nível internacional, o Dia Mundial dos Professores é celebrado anualmente em 5 de outubro.

domingo, março 18, 2012

Joseph Kony é um assassino de crianças que precisa ser detido (Invisible Children).

(Dada a dramaticidade do assunto tratado nesse post resolvi ilustrá-lo com a famosa obra "O Grito" do artista norueguês   Edvard Munch. Clique sobre a imagem e conheça mais sobre ela.)
Joseph Kony é o líder de uma guerrilha rebelde que se auto-denomina  Lord's Resistance Army (LRA) de Uganda. Esse (falso) líder entre seus múltiplos crimes sequestra crianças forçando-as a entrar no seu "exercito" e obrigando-as a mutilar e assassinar pessoas, entre elas seus próprios pais. As notícias dão conta de mais de 30.000 meninos que já foram sequestrados. Um horror!
Leiam abaixo um trecho do verbete que a Wikipédia dedica a Joseph Kony.