22 DE FEVEREIRO DE 2024 - 5ª FEIRA - DIA INTERNACIONAL DO MAÇOM

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR
Pensamentos Maçônicos

sábado, 22 de julho de 2023

Messi... O Filho das Estrelas e das Emoções Incríveis.

 



Se fosse um filme com produção de supershow, tudo ensaiado, preparado, iluminado e esperando só o grito de "ação", não teria sido mais perfeito do que a noite de ontem (21/7/2023) para o grande e incrível  Leonel Messi e todos os amantes do futebol. Sua estreia no Inter Miami, seu novo clube, comprovou que Messi é - sem favor nenhum - o maior jogador de futebol dos últimos tempos. E "por últimos tempos" quero dizer desde a geração Pelé e sem compará-los (veja nota ao final do post) 

O título que dei ao post, "Messi... O Filho das Estrelas e das Emoções Incríveis." revela a minha emoção, como amante do futebol, ao assistir um atleta, como o argentino, receber as bençãos que só os seres iluminados têm direito; comecemos por lembrar alguns dos seus principais títulos: 

  • Melhor do mundo aos 36 anos, pela 7ª vez; 
  • Campeão do Mundo e Olímpico pela Argentina; 
  • Campeão da Champions League por 3 vezes (Barcelona);
  • Jogador com maior número de títulos no futebol mundial (35 conquistas pelo Barça, 3 pelo PSG e 5 pela Argentina - 43 ao todo ) *

Não bastasse isso tudo, Messi surpreende o mundo -  e não só o do futebol - e vai para os EUA; escolhe encerrar sua gloriosa carreira no modestíssimo Inter Miami, a convite de David Beckham (sócio da franquia) e em busca da sua saude mental, como ele mesmo declarou. Duvido que a terá da forma que pensou.

Estreia marcada, expectativa no mundo do futebol... Estádio lotado em jogo pela Leagues Cup (quem já tinha ouvido falar dessa liga?); e entra Messi em campo aos 8 minutos do 2º tempo; endeusado, aclamado, ovacionado pela totalidade do estádio. 

A torcida queria apenas... ver o Messi no seu jogo de estreia, na nova vida, na nova aventura do gênio. Mas como fez repetidas vezes em sua carreira, o argentino produziu o gran finale do espetáculo. Jogo empatado em um gol, 49 minutos do 2º tempo, último lance e ele faz um gol de falta "à la Messi" (ver nos vídeos).


E fica a pergunta: é um ser iluminado ou, não é? Quantas vezes vimos acontecer coisas assim, essas... "coincidências", com as quais o Universo presenteia os seus escolhidos. Eu, pessoalmente e por minhas crendices, não acredito nesses acasos. O cara é mesmo um... "favorito dos deuses do futebol".

O assunto hoje, certamente, vai bater recorde de buscas no Google Trends, no mundo inteiro. Para facilitar a vida dos leitores da Oficina de Gerência postei quatro vídeos do YouTube sobre a estreia do Messi vestindo o uniforme rosa do Inter Miami. 

Recomendo vê-los todos. Cada um terá alguma coisinha diferente do outro, mas em comum o gol consagrador do iluminado Messi. Não para conter as emoções do instante mágico.

* Por enquanto ao lado de Daniel Alves, mas logo o ultrapassará.




Momentos captados de Messi no Jogo
🔆

Momentos intensos do jogo com Messi

🔆

A loucura tomou conta do estádio com o gol de Messi.

🔆

Mais momentos do jogo e da entrada de Messi no Inter Miami

🔆

Alguém, menos avisado, cairá na tentação de comparar a estréia de Messi com a do Pelé (contratado pelo Cosmos, em 1975).  Não vou cair na asneira de comparar os dois. Não tem nenhum sentido. 

E posso falar com a autoridade de haver acompanhado e vivido a era Pelé, por inteiro (incluindo as copas de 58 a 70), inclusive como  jornalista e repórter da Rádio Clube de Pernambuco (Recife) no final da década de 60 e início dos anos 70  -  onde o vi jogar à beira do gramado e o entrevistei por diversas vezes. Tive esse privilégiona vida. 

Para os curiosos, busco a opinião de um profissional que respeito muito - Maurício Noriega - que escreveu excelente artigo em sua coluna para o site Trivela (clique aqui)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.