30 de jan de 2008

Pergunte ao Max - Não consigo me dar bem com meu chefe...

__________________________________________________________________

"Não consigo me dar bem com meu chefe. Ele é centralizador, dispersivo, desatualizado, retrógrado". (Claudia)
_____________________________________________________________
.
"Apesar disso, continua sendo seu chefe. Independentemente de sua opinião, seu chefe é mais importante para seu futuro na empresa que você para o futuro dele.
Por isso, aqui vão os "10 Mandamentos de Como se Dar Bem com o Chefe":
1. Nunca falar mal do chefe. As orelhas do chefe são do tamanho de todas as paredes e de todos os corredores da empresa.
2. Nunca tentar ofuscar o chefe. Seja na roupa, seja no compor­tamento, seja pelo conhecimento.
3. Jamais colocar a culpa no chefe, principalmente quando a culpa é do chefe.
4. Não assumir responsabilidades que são do chefe. Se não exis­te um subchefe oficial, isso não significa que a função será de quem pegar primeiro.
5. Não tratar o chefe como amigo íntimo na frente de colegas ou de clientes.
6. Não interromper o chefe quando está falando. Não é que não goste de ser interrompido. Detesta.
7. Nunca dizer "chefe, temos um problema". Isso é o que se chama de delegar para cima. O chefe não quer problemas, quer soluções.
8. Jamais perguntar se um trabalho é urgente. Se o chefe em pessoa pediu, então é urgentíssimo.
9. Nunca dizer que cometeu um erro porque não entendeu bem o que o chefe havia pedido. Se o chefe fala gótico, o subordi­nado precisa aprender gótico.
1O. Nunca tentar explicar aos colegas alguma coisa que o chefe disse. Chefes não apreciam o subordinado porta-voz. Se al­guém tem dúvida, deve perguntar diretamente ao chefe.
Você tem todo o direito de dirigir sua carreira. Mas lembre-se de que, no elevador da vida profissional, o chefe é o ascensorista.
.
_____________________________________________________________
Este é o quarto post da nova seção do blog onde retiro trechos aleatórios do novo livro do Max Gehringer cujo título é "Pergunte ao Max", da Editora Globo. Veja os posts anteriores clicando aqui, aqui e mais aqui.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário