26 de fev de 2012

Toda equipe de trabalho tem pelo menos um... Reclamão.

T
enho evitado publicar na Oficina de Gerência artigos corporativos que estão se propagando na internet como nunca dantes. É um exagero! Acho que é uma moda, pois o que percebo são textos repetitivos e de pouca valia como orientação e instrução para os leitores interessados. Textos curtos e sem conteúdo. Muito lugar comum e do tipo "receita de bolo". Parece que todo mundo virou consultor, coaching ou articulista. Na verdade vejo muita teoria e pouca vivência das situações corporativas.
Aqui no meu blog tenho uma coleção desses artigos guardados no "baú de antiguidades" que vou lendo e deletando. Continuo pesquisando entre os inúmeros sites e blogs de palestrantes, autores de livros, professores e empresários para garimpar textos que valham a pena serem reproduzidos.
http://4.bp.blogspot.com/_ZyR_uV8Gm_4/TT8L7dPEiCI/AAAAAAAAAes/kEdl_uu6IzI/s1600/Pessimismo%2525202.jpgUm amigo já me provocou sobre produzir o blog com meus próprios artigos. E eu os escrevo! Tenho inclusive uma tag para isso com 31 artigos pessoais (clique aqui), mas prefiro continuar trazendo também as experiências e textos de outros autores que considero valiosos para os visitantes e leitores interessados nas coisas do mundo corporativo. Além do mais em cada post que apresento um artigo de reproduzido procuro comentar a respeito do tema emitindo minhas opiniões.
O texto abaixo é um daqueles que selecionei como diferenciados. Vale a pena compartilhá-lo com os leitores. O autor é o Julio S.Cesar Santos, professor e palestrante (veja sumário ao final do post) que foi feliz em abordar a figura do empregado "reclamão". Ele, o reclamador, é um dos tipos mais numerosos e comuns nos ambientes corporativos e pouco se escreve sobre eles.
Os "reclamantes", como os denominou o autor do artigo, fazem parte de uma comunidade que contamina fortemente as organizações de todos os tipos. Normalmente têm qualidade técnica, mas para produzir precisam ser "empurrados" ou pelos colegas ou pelos chefes. Ou seja, dão um enorme trabalho à estrutura organizacional e tendem a atrasar as decisões porque estão sempre se queixando, protestando e demandando mais atenção do que o necessário para o funcionamento da equipe.
O artigo é bom e traz uma boa oportunidade de refletirmos sobre o funcionamento das estruturas organizacionais quando contam com resistências dentro das próprias equipes e as formas de como contorná-las e chegar ao sucesso. 
Um pequeno trecho para aguçar a curiosidade dos leitores:
  • [...] "Reclamantes somente dão duro quando estão com vontade. Profissionais trabalham duro todos os dias, de forma dedicada e persistente. Eles fazem tudo ao seu alcance e não se enganam (nem a empresa) fazendo corpo mole." [...]
http://ogerente.com.br/rede/carreira/files/2010/08/header-21.jpg
Clique e visite o portal
Você é um profissional, ou é um “reclamante”?

(Por Julio Cesar S. Santos *)

Sua equipe está recheada de Profissionais, ou de gente que só reclama? E você, em qual das duas categorias acha que se encaixa? Veja abaixo algumas características das pessoas que só reclamam e NÃO agem para as coisas melhorarem:
1) Reclamantes apontam continuamente para coisas que estão erradas na empresa, e defeitos nos seus colegas. Profissionais também apontam erros – entretanto, com uma grande diferença: eles também oferecem idéias e soluções para melhorar.
http://farm3.static.flickr.com/2597/4099085345_3ae28e2daa_o.jpg2) Reclamantes têm uma mentalidade de escassez. Cada vez que alguém faz uma grande venda, recebe uma bonificação, um aumento ou um computador novo, Reclamantes acham que acabou a riqueza do mundo e eles nunca mais poderão receber algo de bom. Por outro lado, Profissionais têm a mentalidade da abundância. Eles sabem que existe muita riqueza no mundo, totalmente disponível para todos que trabalham duro e fazem um bom trabalho.
3) Reclamantes culpam coisas fora do seu controle e nunca assumem a responsabilidade sobre coisas que realmente podem controlar. Profissionais mantêm o foco estritamente nas coisas que podem controlar, e fazem o melhor para garantir seus resultados nessas áreas. Se não conseguem os resultados planejados, assumem toda a culpa, sem ficar inventando desculpas – ou jogando a culpa nos outros.
4) Reclamantes trazem seus problemas pessoais para o trabalho e fazem com que todos na empresa saibam o que está acontecendo, afetando negativamente a sua performance. Profissionais também têm problemas, mas eles sabem que seu lugar é fora do trabalho. Eles não dizem ou contam coisas que podem distrair ou deprimir outros funcionários, e afastam-se rapidamente daqueles que fazem isso.
5) Reclamantes esperam que as coisas aconteçam. Profissionais fazem as coisas acontecerem. Eles estão continuamente colocando coisas em movimento, para que as metas que querem realizar, sejam alcançadas o mais breve possível
6) Reclamantes usam a rejeição como desculpa para desistir. Profissionais usam a rejeição como a validação de que estão fazendo algo diferente, sabendo que leva um certo tempo para quebrar a inércia e a preguiça das pessoas e, no processo, aproximam-se cada vez mais de suas metas.
7) Reclamantes são sempre pessoas que dão o mínimo e esperam o máximo. Fazem o mínimo possível de esforço, e por mágica esperam de volta o máximo de resultados. Já os Profissionais são o contrário : esforço máximo e expectativas mínimas.
Profissionais fazem muito mais do que a obrigação e esperam nada em troca – embora sempre acabem sendo reconhecidos.
8) Reclamantes somente dão duro quando estão com vontade. Profissionais trabalham duro todos os dias, de forma dedicada e persistente. Eles fazem tudo ao seu alcance e não se enganam (nem a empresa) fazendo corpo mole.
http://forcajovemparaiba.com/universal/wp-content/uploads/2011/12/pessimista-otimista.jpg9) Reclamantes têm a ‘Síndrome do Eu’. Eles são viciados nas suas próprias expectativas e pensam somente neles mesmos.
Profissionais sabem que, para alcançar o sucesso, precisam trabalhar em equipe e que, as necessidades do grupo, sempre vêm antes do que as necessidades pessoais.
10) Reclamantes precisam de motivação contínua. São pessoas que precisam de manutenção alta e atenção contínua. Profissionais são aqueles que se motivam (também aos outros) – com palavras, gestos ou exemplos. Não apenas cruzam a linha de chegada, mas fazem questão de trazer o máximo possível de pessoas junto, compartilhando as alegrias da vitória.
E aí? Que avaliação você fez de si mesmo? E das pessoas que trabalham com você? Descobriu algumas áreas onde você pode melhorar? Trabalhe nessas áreas e melhore rapidamente, pois você vai descobrir que profissionais, além de se divertir mais, também ganham muito mais dinheiro do que os Reclamantes!
Gifs ANimados Flechas (177) As imagens que ilustram o texto não estão no site de origem e foram incluídas pela Oficina de Gerência



*Julio Cesar S. Santos - já publicou 4 artigo(s) no blog Carreira Profissional. http://www.soartigos.com/authorpics/15058fff0944c594387e70cf76067b46.JPGProfessor, Consultor, Palestrante e Co-Autor do Livro: "Trabalho e Vida Pessoal - 50 Contos Selecionados". Elaborou o curso de “Gestão Empresarial” e atualmente ministra Palestras e Treinamentos Sobre Marketing, Administração, Técnicas de Atendimento ao Cliente, Secretariado e Recursos Humanos. Contatos: jcss_sc@click21.com.br (21) 2233-1762 / (21) 9348-4170 / www.profigestao.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin