7 de fev de 2012

Não perca o foco! Seu cérebro tem um botão de "reset".

Compartilho com os amigos e visitantes da Oficina de Gerência mais um dos artigos escritos pela jornalista Eilene Zimmerman do New York Times e  publicado pela Folha de São Paulo. Gosto demais do estilo dela apresentando seus artigos em forma de perguntas e respostas. Aliás, qualquer dia desses vou usar esse gênero. Não sei onde li que Steve Jobs teria dito a seguinte frase: "Não pergunte de quem é uma boa idéia, pegue-a". Acho difícil que ele tenha dito isso, mas não é impossível dada sua conhecida agressividade empresarial. Ops! Lá estou de novo fugindo do tema do post. Vamos voltar.
O artigo que lhes trago, fácil de ler, toca em um ponto muito comum nos dias de hoje onde somos requisitados permanentemente pelas incontáveis demandas do mundo moderno principalmente no universo da internet. São os e-mails, redes sociais, os blogs, vídeos, jogos e um infinito número de itens que estão sempre "nos chamando" para fora da concentração e foco no trabalho.
A jornalista do NYT consegue em abordagem de apenas quatro pontos passar uma série de informações importantes para compreendermos o processos e não sermos vítimas da falta de concentração quando estamos envolvidos em um determinado trabalho que exige nossa total atenção.
Um pequeno trecho do artigo:   
  • [...] "Temos uma sensação momentânea de querer escapar do que é difícil ou aborrecido, por isso pulamos fora", ele diz - daí a atração dos e-mails e dos sites de compras na web. [...]   
Outra frase do texto: 
  • [...] "O cérebro se beneficia significativamente com as pausas" [...]
Não vou me alongar. Acho que vocês já têm uma idéia do que está no artigo que reproduzo abaixo. Com certeza são ótimas dicas além de apresentar algumas gotas de conhecimento de como funciona o nosso cérebro nessas situações.
Coloquei o conteúdo desse post de duas maneiras. 
Logo abaixo está o texto como foi publicado no caderno New York Times da Folha de São Paulo no dia 23 de janeiro passado. Em seguida está o mesmo texto copiado da edição internet. Fiz isso para facilitar a leitura do artigo que é ótimo e oportuno.  Se você, leitor, conseguir ler bem na imagem abaixo abandone o resto do post. Se tiver dificuldade passe logo para o texto internet.
São Paulo, segunda-feira, 23 de janeiro de 2012New York Times

Distraído? Aperte o "reset"
Por EILENE ZIMMERMAN

P.Você gosta de mergulhar completamente no trabalho mas se distrai com e-mails, internet e outras coisas durante o dia. Por que você perde o foco tão facilmente?
R:As pessoas muitas vezes perdem a concentração quando estão entediadas, mas também quando se envolvem em tarefas desafiadoras, diz Peter Bregman, autor de "18 Minutes: Find Your Focus, Master Distraction, and Get the Right Things Done" [18 minutos: Encontre seu foco, domine a distração e faça as coisas certas]. "Temos uma sensação momentânea de querer escapar do que é difícil ou aborrecido, por isso pulamos fora", ele diz -daí a atração dos e-mails e dos sites de compras na web.
A programação do cérebro também é distraída. A parte do cérebro dedicada à atenção está ligada ao centro emocional do cérebro, segundo Srini Pillay, professor de psiquiatria na Escola de Medicina de Harvard. Qualquer emoção forte pode perturbar sua atenção.
Acrescente a isso a suposta virtude de realizar diversas tarefas no trabalho. Estudos demonstraram que muitas tarefas podem reduzir nossa capacidade de manter a atenção, disse Michael Komie, psicólogo que ensina na Escola de Psicologia Profissional de Chicago. "Sempre há exceções à regra", ele diz, "mas a pesquisa mostra que para um trabalhador médio no local de trabalho fazer diversas tarefas enquanto tenta solucionar um problema complexo é uma estratégia muito ruim." 

P. Que estratégias você pode usar para se concentrar no trabalho?
R: O doutor Pillay sugere visualizar um dispositivo de "reset" [religar] no seu cérebro e dizer: "Preciso apertar o botão reset e voltar ao caminho certo". Isso tira o refletor da distração e o coloca em outra direção.
Robert Epstein, um psicólogo pesquisador em San Diego e fundador do Centro de Estudos Comportamentais em Cambridge, sugere respirar fundo.
Mas se você tiver um problema grave para manter o foco deve consultar um médico, diz o doutor Komie, pois pode ser ansiedade, depressão ou outro distúrbio. 

P. Como você pode programar seu dia para não se distrair facilmente e conseguir terminar as tarefas?
R: Assuma mais controle estruturando seu tempo e se tornando mais consciente de seu comportamento, diz Bregman. Por exemplo, ele costuma programar o alarme de seu telefone para tocar de hora em hora, como um lembrete para se manter na tarefa. Você é mais vulnerável a distrações quando está desconfortável, faminto ou cansado, por isso é importante planejar horário para comer, ir à academia ou dar uma volta. 

P. As distrações podem ter um efeito positivo?
R: Agendar distrações como recompensa pela produtividade pode motivar seu cérebro a se manter focado, diz o doutor Pillay. "O cérebro se beneficia significativamente com as pausas", ele diz. "Você pode até voltar e se sentir mais criativo se distrair sua mente por algum tempo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin