17 de fev de 2012

Filmes magníficos também são valiosas metáforas corporativas.

http://cdn.mundodastribos.com/wp-admin/uploads/2011/06/cinema.jpgQuem gosta e está ligado aos assuntos e temas da administração não perde oportunidades de  criar analogias entre situações vivenciadas no cotidiano e os ensinamentos ou experiências no mundo corporativo. Os filmes que assistimos estão entre os preferidos nessas conexões.
Quem nunca assistiu a um determinado filme e viu aparecer na tela algumas cenas ou personagens que estão presentes em suas realidades? Ou então ver na tela do cinema um exemplo a ser seguido em determinada circunstância? Ou ainda, perceber personagens que são semelhantes às pessoas que conheceu e vivendo relações que lhe são corriqueiras?
 Acho que todos nós já tivemos várias dessas experiências. Por esse motivo os filmes são repetidamente usados pelos consultores e palestrantes para servir de apoio em seus trabalhos e apresentações. E efetivamente são ferramentas eficazes para passar as mensagens e fixar os conceitos.
Gostei demais quando recebi um newsletter do RH Portal que trazia três links com as indicações de filmes com essas características. Resolvi compartilhar com os amigos leitores e visitantes da Oficina de Gerência. São três artigos que se complementam. Vários dos filmes são clássicos do cinema e muitos deles eu já assisti e concordo com suas  presenças nessas listas. Alguns filmes estão repetidos entre os artigos, mas não causam confusão.
Quem já tenha assistido a algum dos que estão aqui recomendo que voltem a vê-los agora com a atenção mais focada nos temas corporativos para os quais estão orientados. Certamente vão ver filmes diferentes daqueles que vocês imaginam já haver assistido. 
 Além dos muitos e magníficos filmes que estão listados nos três links abaixo poderia recomendar vários outros, mas ficaria cansativo. Então vou indicar dois que considero  completos para servir como metáforas em reflexões sobre liderança. São eles:
  • http://1.bp.blogspot.com/-OUzR3sX1kRk/TmBg8Un4jEI/AAAAAAAAAF4/rHHQZ3AYQI0/s1600/GRD_mestre+dos+mares.jpgMestre dos Mares:
Título original: (The Far Side of the World)
Lançamento: 2003 (EUA)
Direção: Peter Weir
Atores: Russell Crowe, Paul Bettany, James D'Arcy, Edward Woodall.
Duração: 140 min
Gênero: Aventura
Jack Aubrey (Russell Crowe) é o capitão do H.M.S. Surprise, um dos principais navios de guerra da marinha britânica. Com seu país em guerra contra a França de Napoleão Bonaparte, Aubrey é atacado por um navio inimigo mais poderoso, que fere boa parte de sua tripulação e ainda danifica o navio. Aubrey então se sente dividido entre cumprir seu dever e tentar derrotar o inimigo ou retornar para cuidar dos feridos.

A liderança do Capitão Jack Aubrey sobre seus homens é algo que o filme mostra com todo o impacto e realismo. Chega a ser emocionante a maneira como os homens são devotados e confiam em seu líder mesmo nas condições mais adversas. 
  •  A Sombra e a Escuridão
http://4.bp.blogspot.com/_zMyV_0AU4U4/TUXiJhYbY-I/AAAAAAAAADk/UYFPHmbimAk/s1600/290ycdc.jpgInformações Técnicas
Elenco
Michael Douglas ... Charles Remington
Val Kilmer ... Cel. John Henry Patterson
Título no Brasil:  A Sombra e a Escuridão
Título Original:  The Ghost and the Darkness
País de Origem:  EUA
Gênero:  Aventura
Ano de Lançamento:  1996
Sinopse
No final do século XIX, um engenheiro (Val Kilmer) vai para a África construir uma ponte, mas acaba se deparando com dois leões assassinos que aterrorizam os operários, pois várias vítimas são feitas e mesmo com a chegada de um experiente caçador (Michael Douglas), as mortes continuam.

A coragem do engenheiro Patterson e sua determinação em cumprir com a missão que lhe foi confiada é o pano de fundo desse extraordinário filme. Ao enfrentar o medo e o pânico entre seus homens ele não se deixa intimidar e enfrenta a situação adversa com os meios disponíveis e forma uma parceria perfeita com um estranho caçador - Charles Remington - magnificamente interpretado por Michael Douglas.
Vamos então aos três links e os filmes recomendados.

Primeiro Link

Da tela dos cinemas para a área de Recursos Humanos: "Gênio Indomável", "Sociedade dos Poetas Mortos" e "Bagdá Café" são ótimas opções de filmes que podem ser utilizados nas salas de treinamento.
http://3.bp.blogspot.com/_sv6asG7C4s8/SAUvBKX_WTI/AAAAAAAAAxE/g6NTWugRKDs/s400/clubepoetasmortos.gif
Cineastas como Stanley Kubrick, Bernardo Bertolucci e Peter Weir nem sequer poderiam suspeitar, mas, ao dirigirem seus filmes, prestaram também uma contribuição inestimável para a área de Recursos Humanos das empresas. Suas obras, assim como a de diversos outros diretores, vem servindo como poderosos transmissores de mensagens e conceitos para o mundo corporativo.
Do ponto de vista didático estes filmes "cedem" algumas cenas da sua trama para serem utilizadas em sala de treinamento, principalmente sobre os temas ditos comportamentais e/ou atitudinais. Em alguns casos, pode-se utilizar o filme todo para apoiar o trabalho de treinamento, desde que sua projeção seja feita por partes e apoiada por exercícios complementares. A utilização mais conhecida deste recurso costuma atender a três objetivos:
1) Ilustrar, com exemplos práticos, aspectos conceituais que estão sendo discutidos.

2) Aprofundar a discussão de um tema específico.
3) Apoiar e complementar exercícios estruturados em sala.
Existem muitos filmes comerciais que, por terem sido freqüentemente utilizados, se tornaram muito conhecidos nas salas de treinamento. O caso mais clássico é "Doze homens e uma sentença" que ainda hoje ganharia o Oscar se a academia de cinema acrescentasse as categorias "Trabalho em Equipe", "Funcionamento de Equipes de Projeto", "Conflitos Intra-Grupais e Interpessoais". Outro que foi muito utilizado é "Águia em chamas" que levaria o Oscar na categoria "Tomada de Decisão Estratégica" e "Liderança"
Outras cenas/trechos podem ser encontrados para se ilustrar e discutir outros tantos temas, por exemplo, nos seguintes filmes:
- "Sociedade dos Poetas Mortos" e "Nascido para Matar": Liderança, estilo do líder e sua influência sobre a performance do grupo.
- "Gênio Indomável": Avaliação de performance e de potencial, e coaching.
- "Bagdá Café", "Mudança de Hábito": Gestão da mudança e papel do agente de mudança.
- "Do que as Mulheres Gostam" e "Joana DArc": Questão feminina no trabalho.
- "O Pequeno Buda": Conflito de valores.
- "Por Amor ou Por Dinheiro": Vínculo entre empresa e empregado.
- "Apollo 13": Tomada de decisão.
Os exemplos ainda poderiam ser muitos, mas estes são suficientes para mostrar a riqueza e a potência deste recurso na ilustração de aspectos pessoais e interpessoais no trabalho. Utilizados desta forma, os filmes comerciais proporcionam ao treinando uma linguagem metafórica que provoca reflexão e interpretação de maneira projetiva e envolvente. Já os filmes tradicionais/convencionais de treinamento descrevem e explicitam comportamentos considerados adequados, de forma muito abrangente, induzindo a interpretações racionais que, sabemos, não são a melhor forma de compreender comportamentos e atitudes. Na verdade, estes filmes são do tipo "siga a receita".
Qualquer filme comercial se presta para este intuito (todos os filmes citados passaram pelo circuito comercial de cinema e se encontram disponíveis na grande maioria das locadoras de vídeo). Porém, é essencial que o treinador trabalhe com antecedência sobre ele, buscando adaptar adequadamente o conteúdo das cenas aos objetivos que está perseguindo. Ou seja, a utilização despreparada deste recurso pode ser desastrosa, portanto recomenda-se muito cuidado para, literalmente, não se "queimar o filme".

Autor
Luís Felipe Cortoni
cortoni@lczconsultoria.com.br
Formado em Psicologia. Iniciou sua carreira no Departamento de Desenvolvimento Gerencial da Mercedes Benz do Brasil em 1981



Segundo link

http://www.religiaoweb.com.br/wp-content/uploads/2011/03/Desafiando-Gigantes.jpgDesafiando os Gigantes
Nunca Desista, nunca volte atrás, nunca perca a fé.
Mesmo quem não entende nada de futebol americano, pode se emocionar com essa produção que tem um tema universal que, aplicado ao esporte, consegue angariar um bom apelo.
Trata da história de um técnico de futebol americano de uma escola que, em seis anos, jamais conseguiu levar seu time a um campeonato vitorioso.
Se sua vida profissional não vai nada bem, não é muito diferente com a sua vida pessoal.
Assim, com todos os aspectos da sua vida lhe dando insatisfação, a idéia de desistir do esporte lhe parece mais tentadora do que jamais pareceu.
Mas quando um estranho visitante chega ao local, sua visão começa a mudar, já que o homem começa a mostrar ao técnico que o poder da fé poderá ser a sua salvação, e a perseverança poderá lhe dar a chave para vencer.

Como Enlouquecer seu Chefe
Peter Gibbons (Ron Livingston) é um programador de computadores que trabalha na Initech fazendo upgrade dos softwares e sente-se muito infeliz no emprego. Mas após uma sessão de hipnose seu comportamento muda e ele passa a não cumprir horários nem fazer nada daquilo que lhe foi determinado. Porém, quanto mais se rebela mais é elogiado por especialistas em produtividade, que lhe dão uma promoção e fazem isto no mesmo período em que várias pessoas são demitidas.

Quando Nietzsche Chorou

Adaptação de um dos maiores sucessos literários no Brasil, o livro homônimo de Irvin Yalom, o filme “ Quando Nietzsche Chorou” Conta a história de um encontro fictício entre o filósofo alemão Friedrich Nietzsche (Armand Assante) e o médico Josef Breuer (Bem Cross), professor de Sigmund Freud (Jaime Elman). Nietzsche é ainda um filósofo desconhecido, pobre e com tendências suicidas. Breuer passa por uma má fase após ter se envolvido emocionalmente com uma de suas pacientes. Bertha (Michal Yannai), com quem cria um obsessão sexual e fica completamente atormentado. Breuer é procurado por Lou Salome (Katheryn Winnick), amiga de Nietzsche, com que teve um relacionamento atribulado. Ela está empenhada em curá-lo de sua depressão e desespero e pede ao médico que o trate com sua controversa técnica de “terapia através da fala”. O tratamento vira uma verdadeira aula de psicanálise, onde os dois terão que mergulhar em si próprios, em um difícil processo de auto-conhecimento. Eles estão descobrem o poder da amizade e do amor.

Treino para a Vida
Filme muito bonito, com uma mensagem de uma liderança positiva, que toma as decisões que precisam ser tomadas visando o desenvolvimento da equipe, mesmo que para isto seja alvo de críticas. Firme no que acredita, não admite que o sucesso seja a única meta da equipe. Luta para fazê-los vencedores, não apenas no jogo, mas principalmente na vida.
Richmond, Califórnia, 1999. O dono de uma loja de artigos esportivos, Ken Carter (Samuel L. Jackson), aceita ser o técnico de basquete de sua antiga escola, onde conseguiu recordes e que fica em uma área pobre da cidade. Para surpresa de muitos ele impõe um rígido regime, em que os alunos que queriam participar do time tinham de assinar um contrato que incluía um comportamento respeitoso, modo adequado de se vestir e ter boas notas em todas as matérias. A resistência inicial dos jovens acaba e o time sob o comando de Carter vai se tornando imbatível. Quando o comportamento do time fica muito abaixo do desejável Carter descobre que muitos dos seus jogadores estão tendo um desempenho muito fraco nas salas de aula. Assim Carter toma uma atitude que espanta o time, o colégio e a comunidade.

Um ato de Coragem
John Q. Archibald (Denzel Washington) é um homem comum, que trabalha em uma fábrica e vive feliz com sua esposa Denise (Kimberly Elise) e seu filho Michael (Daniel E. Smith). Até que Michael fica gravemente doente, necessitando com urgência de um transplante de coração para sobreviver. Sem ter condições de pagar pela operação e com o plano de saúde de sua família não cobrindo tais gastos, John Q. se vê então numa luta contra o tempo pela sobrevivência de seu filho. Em uma atitude desesperada, ele então decide tomar como refém todo o setor de emergência de um hospital, passando a discutir uma solução para o caso com um negociador da polícia (Robert Duvall) e com um impaciente chefe de polícia (Ray Liotta), que deseja encerrar o caso o mais rapidamente possível.

O Diabo veste Prada
http://img.factoryfilmes.net/images/odiabovest.gif
No mundo inebriante da moda de Nova York, onde o manequim 36 é o novo 40 e um cabelo mal arrumado pode acabar com uma carreira, a revista Runway é o próprio Santo Graal. Administrada com pulso forte e sofisticado por Miranda Priestly (MERYL STREEP), a mulher mais poderosa da moda, Runway é uma temível armadura para qualquer um que deseje vencer na indústria da moda.
Para transformar a revista na bíblia da moda de Nova York e, portanto, da moda mundial, Miranda não deixou pedra sobre pedra em seu caminho, inclusive uma longa lista de assistentes que não conseguiram se manter no posto. É um emprego ao qual só sobrevive quem não tem respeito próprio e, no entanto, é uma oportunidade pela qual um milhão de jovens mulheres em Nova York matariam para conseguir.
Um cargo de assistente de Miranda poderia escancarar as portas para a recém-formada Andy Sachs (ANNE HATHAWAY). Mais para estudante sem estilo do que para haute couture, ela figura solitária entre o pequeno exército de “saltinhos” da equipe da Runway – divas da moda magérrimas, batendo seus saltos altíssimos pelos corredores da matriz da revista em Manhattan. Quando Andy chega para a entrevista, começa a entender que será preciso mais que iniciativa e determinação para vencer nessa área. E o teste definitivo está diante dela, vestida de Prada dos pés à cabeça.
Miranda tem o poder de fazer o mundo fashion girar como uma bola de basquete, mas é incapaz de encontrar e manter uma boa assistente. Andy é toda inadequada para o cargo, mas tem algo que falta às outras assistentes: ela se recusa a fracassar.
Para tornar-se a assistente perfeita, Andy terá de passar por uma transformação. Logo, para desgosto de seu namorado Nate (ADRIAN GRENIER), ela será capaz de falar como deve, andar como deve (num impecável Manolo Blahnik) e nunca mais confundir Dolce e Gabbana. Porém, quanto mais enxerga a vida pelos olhos de Miranda, mais compreende que o mundo dela é fabuloso, mas solitário; e que, por vezes, o sucesso depende de um grande sacrifício – mas a que preço?

Click
Michael Newman (Adam Sandler) é casado com a atraente Donna (Kate Beckinsale), com quem tem um casal de filhos maravilhosos, Ben (Joseph Castanon) e Samantha (Tatum McCann). Só que ele não tem oportunidade de vê-los com freqüência, pois tem feito serão até tarde no escritório de arquitetura em que trabalha, na esperança de que seu chefe mal-agradecido (David Hasselhoff) reconheça algum dia sua contribuição valiosa e lhe ofereça sociedade na firma. Quando tiver uma vida mais confortável garantida, aí sim ele poderá dar toda a atenção à mulher e aos filhos. Pelo menos, isso é o que ele vive dizendo para si mesmo. Depois de passar uma noite em claro trabalhando, Michael está exausto e se frustra, quando não consegue nem descobrir qual dos seus muitos controles remotos liga a televisão. Ele decide, então, comprar um controle universal perfeito para operar todos os seus equipamentos eletrônicos e acaba nos fundos da loja Cama, Banho & Além, onde um funcionário excêntrico, Morty (Christopher Walken), lhe dá um controle remoto experimental único e turbinado com a garantia de mudar a sua vida. E Morty não estava brincando. Logo, Michael se torna o mestre do seu próprio universo, controlando todos os seus aparelhos ao “click” de um único botão. Mas o controle remoto possui outras funções mais surpreendentes. Ele é capaz de abafar o som dos latidos de Sundance, o cachorro da família — e, ainda mais espantoso, adiantar o tempo, poupando-o de uma discussão chata com sua mulher.


 Terceiro Link (Tema Gestão de Carreira )

http://bimg1.mlstatic.com/s_MLB_v_F_f_201786235_2635.jpgA Ultima Fortaleza
Gênero: Ação, Drama, Thriller
O General Irwin (Robert Redford) é um condecorado militar do exército americano que perde sua patente e sua liberdade após ser injustamente condenado por uma corte militar a passar o resto de sua vida em uma penitenciária de segurança máxima. Lá ele conhece o Coronel Winter (James Gandolfini), que dirige a prisão com punho de ferro. De início há um respeito recíproco entre eles, que logo se torna ressentimento após Irwin discordar de alguns dos métodos de Winter no comando da prisão. Disposto a calar Irwin de qualquer maneira, as táticas de Winter apenas o motivam a liderar uma rebelião de prisioneiros para conseguir tirá-lo do poder. Mostrando claramente a diferença entre Poder e Autoridade. É muito interessante ver como o Prisioneiro (General) Irwin se utiliza do seu estilo de liderança, planejamento e estratégia para motivar os demais prisioneiros, transformando-os em seguidores, para alcançar as metas definidas.

Ao Mestre Com Carinho
Gênero: Drama
Um jovem professor enfrenta alunos indisciplinados, neste filme Clássico que refletiu alguns dos problemas e medos dos adolescentes dos anos 60. Sidney Poitier é Mark Thackeray, um engenheiro desempregado que resolve dar aulas em Londres, no bairro operário de East End. Thackeray acostumado à hostilidade enfrenta o desafio de trabalhar com os alunos tratando-lhes como jovens adultos. Um grande exemplo de liderança, perseverança e coragem.

O Informante (The Insider)
Gênero: Suspense
"...Maravilhoso, sobre ética na carreira e mudança da mesma. Tem o Robert de Niro e um staff incrível. O filme traça a difícil tarefa de um cientista e de um jornalista na luta pela transparência das indústrias de cigarro nos EUA. Ambos têm desafios pessoais e éticos a enfrentar que acabam culminando na mudança radical na carreira de ambos.

Maldito Futebol Clube

Gênero: Biografia/Drama
O filme conta a história repleta de humor e confrontos de Brian Clough e seus fatídicos 44 dias no cargo de dirigente de um time campeão de futebol da Inglaterra.
Mostra claramente como a postura de um líder influencia o desempenho de seu time e como características de caráter são mais predominantes do que excelentes habilidades.
Ganância, individualismo, raiva são também abordados no filme e seus efeitos mostram como tudo pode ir por água a baixo profissionalmente e prejudicar o relacionamento entre bons amigos, neste caso, o fiel parceiro Peter Taylor. Resultado? Depois de tantos reveses, Brian aprende a lição e em pouco mais de um mês, ele surpreende, provando sua agressividade e brilhantismo à frente do seu time, levando-o ao sucesso nos campeonatos e recuperando sua amizade e credibilidade diante da sociedade.

Desafiando Gigantes
Gênero: Drama
Nos seus seis anos como técnico de futebol americano de uma escola, Grant Taylor nunca conseguiu levar seu time Shiloh Eagles a uma temporada vitoriosa. E ao ter que enfrentar crises profissionais e pessoais aparentemente insuperáveis, a idéia de desistir nunca lhe pareceu tão atraente. É apenas depois que um visitante inesperado o desafia a acreditar no poder da fé que ele descobre a força da perseverança para vencer.Nunca Desista, nunca volte atrás, nunca perca a fé. O PODER DA CRENÇA PROPORCIONA A HABILIDADE DE VENCER.

A hora da Virada 

Gênero: Comédia
O "esquentado" treinador de basquete Roy McCormick (Martin Lawrence) está mais interessado nos acordos comerciais que fecha do que em ganhar jogos. E depois de um desastre na quadra, Roy está prestes a perder tudo, a menos que possa provar que pode vencer jogos sem perder a calma. E aí que entra a dificuldade ele é obrigado a treinar um inacreditável time de adolescentes que nunca ganhou um jogo. Regulamente, Roy assume o time e usa sua mágica de treinador para ensinar os garotos a importância da dedicação, do trabalho em equipe para trilharem um hilária estrada rumo ao título do campeonato. Roy encontra um novo amor durante esse período e redescobre seu verdadeiro primeiro amor: o basquete!

Mr Holland - Adorável Professor
Gênero: Drama
http://www.videolar.com/Imagens/produtos/94/132694/132694_Detalhe.jpgEm 1964, o jovem compositor Glenn Holland decide dar aulas de música, enquanto economiza para dedicar todo o seu tempo para a composição de sua sinfonia. Os alunos estão longe das expectativas de Glenn que para cativá-los, traz para sala de aula o então maldito Rock'n Roll. A família Glenn cresce com a chegada de Cole e novas prioridades são estabelecidas. A sinfonia fica praticamente esquecida e ainda mais quando descobre que o filho nascera surdo. Holland isola-se da família. Anos mais tarde, repensa sua vida e decide dar a grande virada. Organiza um concerto para deficientes auditivos. Agora tem o filho novamente ao lado e divide com ele o amor pela música. Chegam os anos 90, sua matéria não é mais prioridade no currículo escolar. Holland é obrigado a aposentar-se. Mas a vida ainda lhe reserva uma surpresa extraordinária. História sobre dedicação, paciência, descoberta de talentos, iniciativa em colaborar para o crescimento das pessoas e resolução de seus problemas. Redescoberta da paixão... pela música, pela vida.

Um sonho possível
Gênero: Drama
O filme conta a história de Michael Oher (Quinton Aaron), um jovem negro vindo de um lar destruído, que é ajudado por uma família branca, liderada por Leigh Anne (Sandra Bullock) que acredita em seu potencial. Com a ajuda do treinador de futebol, de sua escola e de sua nova família, Oher terá de superar diversos desafios a sua frente, o que também mudará a vida de todos à sua volta.

Autor do texto - Mauricio de Paula


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin