18 DE MAIO DE 2024 - SÁBADO - DIA NACIONAL DE COMBATE AO ABUSO E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADPLESCENTES



 

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR

sexta-feira, 27 de outubro de 2023

Torcida do Vasco atônita (1)

 

Antes de iniciar o post quero agradecer  à  galera vascaína, firme, que acompanha e visualiza os posts que venho publicando sobre essa triste trajetória do nosso Vasco da Gama (clique aqui e veja todos os posts). 

No último post, "Vasco continua flertando com o perigo...", coloquei o cenário mais viável para o Vasco conseguir escapar do rebaixamento. Todo meu estudo foi feito com base em 46 pontos que precisam ser alcançados; mas já houve campeonatos em que o escape foi conseguido com menos pontuação. Para nivelar a informação: atualmente, após 29ª rodada, o time de São Januário tem 30 pontos e precisa "faturar" 16. faltando 9 jogos.

No cenário que calculei, o Vasco só poderá perder mais um jogo desses 9 que faltam. Vejam abaixo o que o time terá de fazer:

  • Vencer quatro adversários (tem 4 jogos em casa) ...... 12 pontos
  • Empatar em quatro partidas (tem 5 jogos fora).........   4 pontos
  • Sobra um jogo que o Vasco ainda "poderá" perder.

Considero improvável (não impossível) esse grupo do Vasco ganhar 4 e não perder em outros 4, dos jogos restantes; mesmo jogando em casa a metade das partidas. Se a linha de corte, para escapulir da degola, estiver abaixo dos 46 pontos, o que é inesperável, é uma remota esperança que resta para o clube. Todavia ainda serão 10 pontos a serem conquistados.


Para complicar, o Vasco vai jogar:

1.   Contra as equipes que: lutam para ficar na liderança, caso do Botafogo (fora) ou ir para a Libertadores, casos do Athletico-PR (fora) - Grêmio (fora) e Bragantino (casa); detalhe, esses três serão os últimos jogos da tabela. 

2.  Contra os clubes que são seus "concorrentes" para permanecer na 1ª Divisão: Goiás (fora), Cuiabá (fora), Cruzeiro (fora), Corinthians (casa) e Bragantino (casa); são os chamados "jogos de 6 pontos".

Não quero perder as esperanças que ainda nos restam como torcedores, mas o Vasco vai ter que se transformar em mais do que um time meramente competitivo para dinamitar essa pedreira que tem pela frente. 

Vai ter que jogar todos os seus próximos 9 jogos, como o fez contra o Fluminense (4x2) na 23ª rodada e contra o Coritiba (5x1) na rodada seguinte. E quem conhece e acompanha o futebol, sabe que estes "milagres" não existem mais no mundo real.

 animated-arrow-image-0039 Este post tem continuação (clique aqui)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.