29 DE FEVEREIRO DE 2024 - 5ª FEIRA

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR
Pensamentos Maçônicos

segunda-feira, 8 de maio de 2023

Vasco "ganhou" um empate com o Fluminense.

 


O título é provocativo mesmo!

O Vasco ganhou um ponto perdido. Era para ter levado uma saraivada de gols do Fluminense, no segundo tempo. Há muito tempo que eu não via um time conseguir encurralar - de verdade -  um adversário. Foi o que o Flu fez com o Vasco no segundo tempo do jogo de sábado (1x1).

O Vasco, no primeiro tempo, após ganhar um "presente" do goleiro Fábio do Fluminene, conseguiu, com boa aplicação tática de seu time, quebrar o estilo de jogo do tricolor. 

No segundo tempo o Flu sitiou o Vasco dentro de sua área. Foi humilhante; um show de determinação, técnica e garra de ambos os lados. Flu atacando com ferocidade e o Vasco resistindo Deus sabe como! Vasco levou o (inevitável) gol de empate e fez de tudo e mais um pouco, para não ceder o pontinho que ganhara no primeiro.

O Vasco foi heroico ao resistir. Destaque enorme para o goleiro Léo Jardim. Entrega total dos jogadores e má atuação do técnico Maurício Barbieri; aliás é a segunda vez que Barbieri não se mostra à altura do Vasco (vide a derrota para o ABC na Copa do Brasil).



O Fluminense, cada vez mais, está mostrando que a qualidade do seu futebol está em alguns níveis acima dos seus adversários. Vê-se claramente a mão do seu técnico e o apoio do elenco. Fernando Diniz e seu grupo estão abraçados. A confiança é mútua e quando isto acontece, é caminho seguro para o sucesso. 

O time vascaíno se deixou acuar e o técnico não soube o que fazer para se livrar do vexame. A torcida percebeu... Aplaudiu os jogadores, pela luta e criticou, merecidamente, o técnico. O time, sem disputar nada além do Brasileirão, cansou, enquanto o Flu que disputara - dias antes - um clássico contra o River Plate (quando meteu um chocolate de 5 a 1).

O Vasco, por enquanto, vai bem no Brasileirão, mas não conseguiu gerar confiança de regularidade e vitórias na sua fantástica torcida. A torcida não é boba. Sabe das limitações do elenco, mas se o técnico não conseguir tirar coelhos da cartola, vai rodar brevemente. O grupo pode perder a confiança no seu comandante... Tomara que ele consiga. Trocar de técnico é sempre a ultima cartada.

Vamos para os próximos jogos, com o Coritiba (fora) na quinta-feira (dia 11) às 19 horas e com o Santos (em casa) no domingo (dia 14) às 16 horas.

Para conhecer muitas curiosidades sobre o Vasco clique aqui no site NETVASCO.

Ver (abaixo) a tabela de classificação do Brasileirão até a 4ª rodada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.