15/10 - DIA DO PROFESSOR

15/10 -  DIA DO PROFESSOR
O Dia dos Professores é comemorado no Brasil anualmente em 15 de outubro. A data foi criada para homenagear esses profissionais que dedicam suas vidas à transmissão do conhecimento e ao desenvolvimento da educação no nosso país. Trata-se de um feriado escolar e não faz parte do calendário oficial como feriado nacional ou ponto facultativo. Portanto, é prerrogativa das escolas não ofertarem aula neste dia. O dia 15 de outubro foi escolhido para comemorar o dia do professor, pois em 15 de outubro de 1827, Dom Pedro I, Imperador do Brasil, decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil (do qual chamou “Escola de Primeiras Letras”), e através deste decreto todas as cidades deveriam ter suas escolas de primeiro grau. A comemoração começou em São Paulo, onde quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para celebrar esta data, e também traçar novos rumos para o próximo ano. Esta data foi oficializada nacionalmente como feriado escolar através do Decreto Federal nº 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto define a razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia dos Professores, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias". A nível internacional, o Dia Mundial dos Professores é celebrado anualmente em 5 de outubro.

quinta-feira, setembro 03, 2020

Você tem noção do quanto é intolerante?

Você é intolerante?


A pergunta do título não é meramente didática para apresentar o post. É provocativa para que o leitor possa questionar a si mesmo sobre seu grau de intolerância. Por favor, não diga que está livre da intolerância porque não é verdade. Todos nós - mesmo que seja por momentos - somos intolerantes.

Neste momento o planeta vive, convive e assiste a demonstrações de intolerância, que não 
se via, historicamente, desde a perseguição dos judeus e minorias na Alemanha nazista da 2ª Guerra Mundial. 

O que são, a onda de agressões que sofrem as minorias no planeta ocasionando os movimentos antirracistas nos EUA, as correntes desesperadas de imigrantes que invadem a Europa, fugitivos das guerras e perseguições no seus países e rejeitadas (presas, espancadas, expulsas) pelos governos e sociedades de seus países, senão a imagem mais cruel da intolerância do espírito humano .A intolerância faz parte do (enorme) conjunto de "defeitos de fabricação" dos seres humanos. 

Na Wikipédia está escrito que:
  • " Intolerância é uma atitude mental caracterizada pela falta de habilidade ou vontade em reconhecer e respeitar diferenças em crenças e opiniões. Num sentido político e social, intolerância é a ausência de disposição para aceitar pessoas com pontos de vista diferentes." 
Em outros dicionários encontrei (na média) o seguinte: 
  • "Intolerante é aquele que não aceita atitude, crença, opinião etc. diferente da sua." 
Acho que basta. Afinal de contas todos sabem o que é ser um indivíduo intolerante. Alguns sinônimos: detestável, insuportável, intragável, antipático, discordante, dissonante, enjoado, irritante, mal-humorado.

Os campos de ação da intolerância são tão diversos quanto a natureza humana permite. São mais conhecidos a Intolerância Racial, a Religiosa, a Intolerância Humana, a Social, a Política e a Intolerância Comportamental. 

Voltaire se manifestou sobre a tolerância com a seguinte frase: «A primeira lei da natureza é a tolerância, já que temos todos uma porção de erros e de fraquezas.» E foram muitos os grandes pensadores que se posicionaram (e continuam ao longo dos tempos) contra a intolerância aliada ao preconceito.

Ultimamente as sociedades de forma geral têm se manifestado cada vez mais com arroubos de intolerância. A homofobia, o racismo, a condição social, as religiões e quase tudo que se possa colocar em posições contrárias de pensamentos e atitudes entre os seres humanos têm sido objetos de  exteriorização e revelação de intolerâncias.

http://1.bp.blogspot.com/-6_5LSd0sLKo/ToXO5oW1EjI/AAAAAAAAACU/YHVUuMkBJBo/s1600/cicero_intolerancia.jpg
Por isso a pergunta do título é mais que pertinente: 
  • Você é intolerante? 
  • O quanto é intolerante? 
  • Quando é intolerante? 
  • Com quem é intolerante? 
  • Seus pais? Irmãos? Esposa e filhos? 
  • Colegas de trabalho? Subordinados? 
  • Pessoas humildes? 
  • Pessoas de cor da pele diferentes da sua? 
  • Pessoas com sexualidade ou religião diferentes da sua? 
A lista é tão infinita quanto se queira enfrentá-la. O importante é nos confrontarmos sempre que necessário quando o vírus da intolerância se manifestar em nós mesmos ou nas pessoas que nos são caras. 

Combater a intolerância permanentemente é a forma mais eficaz de nos livrarmos dela. Se há algo com o que devemos ser sempre intolerantes é a própria intolerância.

Trago o tema para o mundo corporativo e sou obrigado a reconhecer que ali, naquele ambiente de estresses, cobranças por resultados, disputas de egos e de relações entre chefes e subordinados o terreno é fértil para o cultivo e a prática das intolerâncias. 

Costumo orientar as pessoas que trabalham comigo que a intolerância é "filha da arrogância e irmã da vaidade e do orgulho". Se estivermos atentos não daremos espaço a elas. São como disse acima, defeitos da própria condição humana, imperfeições de nossa origem neste planeta e para eliminá-las temos que saber praticar a tolerância, respeitar os contrários, absorver as diferenças e principalmente compreender o nosso semelhante e aceitá-lo em nossa convivência. 

Abaixo está uma notável animação em vídeo de curta metragem que trata exatamente da intolerância e dos males que ela intrinsecamente provoca. Sugiro que o assistam.





O tema abordado no vídeo é a intolerância entre as pessoas. O curta tem como herói da história um personagem que acorda depois de um longo sono, no final da última era glacial. Seu raciocínio não é algo que deva ser invejado, mas mesmo assim esse personagem é capaz de iniciar e realizar algo grandioso...

O filme curta-metragem animado "Tolerantia", foi inteiramente criado em 2008 por Ivan Ramadan, incluindo: produção, direção, roteiro, edição, animação, som e pós-produção.

Nascido e criado na Bósnia, em meio a um ambiente devastado pela guerra, Ivan encontrou na magia da animação a expressão de todo o seu talento artístico.

Tolerantia" foi o primeiro curta-metragem de animação 3D produzido na Bósnia e Herzegovina. O filme foi premiado com o "Heart of Sarajevo", prêmio de melhor curta-metragem no 14º Festival de Cinema de Sarajevo. Ganhou o Prix UIP, prêmio que o indicou automaticamente para European Film Academy Awards 2008. O filme já foi exibido em cerca de 30 festivais ao redor do mundo até o momento, recebendo diversos prêmios.

Para saber mais sobre esse filme curta-metragem animado e seu criador visite: http://en.wikipedia.org/wiki/Tolerantia

"A lei de ouro do comportamento é a tolerância mútua, já que nunca pensaremos todos da mesma maneira, já que nunca veremos senão uma parte da verdade e sob ângulos diversos." Mahatma Gandhi 


animated gifEste post foi originalmente publicado em 2014  e 2016 aqui no blog. Resolvi editá-lo por conta do que estamos assistindo na TV todos os dias.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário