14 DE JUNHO DE 2024 - 6ª FEIRA - DIA UNIVERSAL DE DEUS E DIA MUNDIAL DO DOADOR DE SANGUE


No dia 14 de junho comemora-se o dia Universal de Deus, uma data para celebrar a fé nas diferenças crenças. A paz entre as nações depende da paz entre as religiões que depende do diálogo entre elas, mas tudo isso depende do acolhimento sadio das diferenças, sem anulá-las. Jesus acolheu as diferenças da samaritana, do centurião romano (cf. Mt 8, 5-13) e de tantos outros. É certo que a história do cristianismo produziu conflitos religiosos sangrentos; um erro que ensinou que discordar das diferenças não é produzir discórdia, mas promover diálogo. A tolerância religiosa se traduz no respeito às diferenças, é uma necessidade humana.

Bem vindo

Bem vindo

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR

sábado, 26 de janeiro de 2013

Vai Daniel!!! Não seja um "daniel" na vida real.


A

ssisti a esse vídeo (real) onde o personagem principal é o "Daniel". Ele não aparece nas imagens, só se ouve a voz. Imagino que deva ser um jovem de no máximo uns vinte anos. No vídeo, o nosso "herói" está dirigindo um automóvel em alta velocidade e vai "transmitindo" -  com emoção e entusiasmo juvenis - sua façanha como se estivesse narrando uma partida de futebol. Muito divertido.
Em dado momento algo acontece (para quem não viu o vídeo fica a surpresa para não perder a graça) e quem estiver assistindo não vai conter uma risada apesar do inusitado da situação. Convido-os a clicar no play, assisti-lo (é bem curtinho, só 43 segundos) e depois voltar a ler o post. Vamos lá.
.

Muito bem, vamos continuar.
Meu objetivo no post é aproveitar a "proeza" do Daniel e escrever sobre os muitos danieis (ficou meio esquisito, mas...) que encontramos à nossa volta e ao longo da vida. Alguns colegas de trabalho, outros na vida social, alguns na família... Enfim em todos os nossos círculos eles estão presentes. Característica comum: ainda não têm a habilidade de controlar seus "automóveis" nas rodovias e pisam no acelerador, como Daniel, e logo ali à frente, na curva um pouco mais fechada acontece o acidente. Da mesma forma que no vídeo. 
Deem uma paradinha na leitura e busquem na memória algum daniel que conheceu. Não é igualzinho ao nosso personagem?
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgMX1RzLrbc8s07BXg2SK3XHucVaOcK_y99eel-pQrLXl-uevrhiNMeoQfiYvEtQhYqQtHRtkZ-eIe1PjOUW9cRA53qdabfnYk361XGeVXjyMiMaJR1ZQeAmuCf1gjrvxydRaENCADxJ9c/s1600/pressa.jpgLembro-me de um daniel que conheci. Jovem, competente e com muita vontade de crescer na empresa. Ambicioso. Estava sempre se apresentando para cumprir as tarefas sem examinar direito se estava dentro das suas habilidades e do seu tempo útil. Sabe aqueles caras que o chefe pergunta se tem alguém para trabalhar nos  sábados e ele levanta o dedo antes do patrão terminar a frase? Pois é, o "meu daniel" era assim. Certo dia ele "cavou" junto ao dono da construtora (sim, era uma construtora onde trabalhei como engenheiro de obras) a elaboração de um edital de concorrência muito importante. Ele tinha experiência em montar propostas para editais mais simples. O diretor caiu na conversa entusiasmada do daniel e colocou o edital na conta dele.  Aquele era uma barra pesada. Resumo da ópera, o cara errou na proposta, um erro daqueles grosseiros... Pura falta de experiência e a empresa perdeu a concorrência. Foi demitido.
Poderia citar vários episódios que já vi ou me foram narrados nesse mesmo padrão. Acontece a toda hora nas corporações. E então? 
Sugiro que volte a ver o vídeo e convido-o, meu caro amigo leitor, a criar uma historinha sobre o episódio que acabou de assistir. Procure traçar a linha paralela com situações potenciais em sua vida. Fica claro que Daniel não tinha experiência para dirigir em rodovias.
Como ele chegou ali? Como o Daniel chegou a pegar no volante daquele carro? Planejou aquela viagem ou foi sem planejamento? Aventure-se em fazer algumas reflexões sobre as bobagens que Daniel cometeu. O que deve ter acontecido antes de pegar o carro? Por exemplo, será que o amigo o convenceu a dar aquele passeio? Como ele se comportou durante o percurso e depois quando pagou o preço da proeza.
É mais ou menos assim que acontece na selva corporativa. Ambição sem suporte técnico, despreparo profissional, pressa em queimar etapas essenciais para a escalada do sucesso... Todas essas coisas que estão ai disponíveis para leitura, aprendizado por meio de cursos de formação e melhoria pessoal, por exemplo, com um processo de coaching e muito mais para quem queira aprender e aplicar, mas estes recursos e ferramentas são sempre ignoradas pelos danieis
Então, meu caro leitor e principalmente se for um potencial daniel, não pise no acelerador do automóvel da sua carreira se não tiver experiência para dirigir em rodovias. Vá devagar, atenção às curvas, respeite o que estiver fazendo sem se distrair e por ai vai. O risco é acontecer o capotamento como no caso do já famoso Daniel e na vida real o cara ser demitido ou atrasar sua carreira.
Não seja um daniel!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.