1 de mai de 2012

Mesmo os gênios irascíveis precisam dos colaboradores.


O que está nesse post é o "fac-símile" de um artigo que li no caderno de textos selecionados no jornal "The New York Times" e publicados todas as segundas feiras na Folha de São Paulo.

Não perco essa leitura e aqueles artigos ou reportagens que julgo mais instigantes ou apropriadas para transcrição aqui no blog eu os copio em forma de imagem para manter a originalidade da leitura tal como no jornal e produzo um post. É o que fiz com o texto abaixo. Instigante é como o classifico. 

No artigo o autor - jornalista Kevin Delaney do NYT - aborda e comenta os comportamentos dos chamados inovadores geniais em relação aos seus hábitos solitários e antissociais necessários para a criatividade solitária em contraposição à convivência com os agrupamentos de colaboradores que giram em torno dele e das suas ideias.

 Começa citando o comportamento de Thomas Edison e passa por Steve Jobs de quem se fala horrores sobre seu comportamento irascível tanto quanto Edison. Também eles tinham enormes dificuldades para interagir com as pessoas nos seus ambientes, mas tinham que fazê-lo por necessidade.
  A leitura é muito interessante e eu a recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário