21 de abr de 2014

Evite os erros nas contratações de sua vida corporativa... E pessoal também.


http://img.zapcorp.com.br/conteudo/img_1_200905130420111910346_200905130420391320476.jpg

C
ontratar profissionais para as corporações sempre foi e será uma operação complexa. E quanto mais o mundo das empresas e dos negócios evolui com suas múltiplas diversidades mais e mais esse processo se torna intrincado e cheio de estratégias.
O fato é que na origem tudo está sob o poder de dois polos:
  • O primeiro é a necessidade incontornável de que as empresas precisam de profissionais para operá-la. Profissionais são antes de tudo pessoas. Como tal estão sujeitos às vicissitudes e contingências da natureza humana tais como personalidade e individualidade.
  • O segundo é que as escolhas destes profissionais, destas pessoas serão feita por outras. Seja pelas entrevistas - diretas ou indiretas - seja pela forma dos testes ou concursos. Mesmo estes vão desaguar - quando filtrados pelo sistema - nas entrevistas e avaliações de outros profissionais, por exemplo, as chefias da corporação. Enfim, o que quero registrar é que não tem para onde escapar. É na mesa de alguém que a contratação vai ser decidida.
Nas minhas navegadas pela Internet deparei-me com o site http://www.inc.com pelo qual me "apaixonei" na hora (apesar do idioma ser o inglês). Se vocês (refiro-me aos curiosos do universo corporativo) o acessarem vão gostar também. Lá encontro um excelente artigo sobre as dificuldades e os erros de se processarem as contratações. Partindo do princípio que contratar não significa exclusivamente o ato formal de recrutar e colocar alguém para trabalhar em algum lugar, creio que o texto pode servir para todos.
Por exemplo, quando estamos iniciando um determinado relacionamento pessoal - amizade, namoro, negócio... O que seja - não estamos também promovendo uma contratação? Se você é um dirigente de setor (gerente, supervisor ou um simples chefe) e recebe alguém com pedido de trabalho indicado por um amigo, parente ou colega o que você faz em primeiro lugar? Não é uma entrevista? Uma avaliação de currículo? Então, reitero que o artigo não está direcionado só para os entrevistadores corporativos. Todos somos também recrutadores.

Clique no logo e visite o site

Os quatro piores erros de contratação
O problema pode ser você.


Neste mercado de trabalho, é de se esperar que a contratação de novos funcionários fosse fácil. Mas muitos empresários ainda lutam para encontrar as pessoas certas. Em uma pesquisa recente da Inc. 5000 CEOs, o processo de contratação superou até mesmo a as preocupações com a economia e a regulamentação governamental como principal preocupação, com quase 25%  dos entrevistados identificando-o como o maior desafio que enfrentaram nos últimos três meses. 
Esteja certo que  nem todo candidato é uma estrela do rock. Mas se você continuar girando fracasso após fracasso, o problema pode não ser o pool de candidatos. Em uma busca para encontrar os melhores trabalhadores, os empresários, por vezes, acabam adotando práticas de contratação que são realmente prejudiciais para suas empresas. 
Abaixo estão os quatro problemas mais comuns que afligem os entrevistadores e/ou aqueles que são responsáveis pelas contratações:
Se você clicar no título de cada um dos itens abaixo será redirecionado ao artigo (em inglês) a que se refere a questão apontada. Não os traduzi por falta de tempo, mas o farei muito brevemente.
http://www.inc.com/uploaded_files/image/feature-103-unhealthy-attraction-bkt_11398.jpg
Você é um chefe narcisista?  
Sem uma estratégia deliberada de contratação, os fundadores muitas vezes gravitar em torno de candidatos a emprego que partilham a sua personalidade.
http://www.inc.com/uploaded_files/image/feature-104-Perfectionism-illustration-bkt_11399.jpg
Você é um chefe perfeccionista?


Pergunto-me por que razão é tão difícil encontrar pessoas boas? Talvez você esteja pedindo demais.




Então, e se você mesmo assim cometer um erro de contratação? Aprenda a vencer  a paralisia da análise.


O recrutamento é como vender: você precisa desenvolver um pipeline e construir relacionamentos. 


 



Este artigo é uma tradução by Google que retirei do site inc.com. O texto original (em inglês) pode ser lido clicando no banner abaixo. Esta é apenas a primeira parte do artigo. Cada um dos quatro itens apresentados como problemas que limitam os processos de contratações nas corporações é uma análise específica que está desenvolvida em outras páginas. Por falta de tempo fico aqui. Irei traduzir o restante brevemente, mas os links separadamente podem ser lidos no artigo original. Quem estiver com o inglês em dia ou tiver tempo de traduzir fique à vontade.


 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin