15/10 - DIA DO PROFESSOR

15/10 -  DIA DO PROFESSOR
O Dia dos Professores é comemorado no Brasil anualmente em 15 de outubro. A data foi criada para homenagear esses profissionais que dedicam suas vidas à transmissão do conhecimento e ao desenvolvimento da educação no nosso país. Trata-se de um feriado escolar e não faz parte do calendário oficial como feriado nacional ou ponto facultativo. Portanto, é prerrogativa das escolas não ofertarem aula neste dia. O dia 15 de outubro foi escolhido para comemorar o dia do professor, pois em 15 de outubro de 1827, Dom Pedro I, Imperador do Brasil, decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil (do qual chamou “Escola de Primeiras Letras”), e através deste decreto todas as cidades deveriam ter suas escolas de primeiro grau. A comemoração começou em São Paulo, onde quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para celebrar esta data, e também traçar novos rumos para o próximo ano. Esta data foi oficializada nacionalmente como feriado escolar através do Decreto Federal nº 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto define a razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia dos Professores, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias". A nível internacional, o Dia Mundial dos Professores é celebrado anualmente em 5 de outubro.

sexta-feira, agosto 03, 2012

Aprendam com Galvão Bueno como não liderar uma mesa de reunião...

O vídeo abaixo já entrou na categoria dos virais, mas não quero me deter nas "galvonices" do conhecido narrador da Rede Globo. Todos os conhecem e sabem da sua celebrada arrogância e desmedida vaidade.
Quero sim aproveitar o vídeo para passar uma oportuna lição de experiência aos leitores da Oficina de Gerência, principalmente aqueles que estão iniciando a carreira de administradores ou gerentes.
Todos sabem da enorme importância das reuniões de trabalho. Livro, artigos, sites e tudo que possa servir de consulta sobre reuniões já está disponível no mercado e na internet. Não escreverei sobre isso.
Quem comanda uma reunião está sempre exposto a todo tipo de questionamentos.  Se por um lado é uma poderosa ferramenta para se administrar muitos elementos do mundo corporativo, por outro é o que se pode chamar "uma faca de dois cortantes gumes". Uma reunião mal conduzida é um desastre às vezes irrecorrível para quem a conduz.
Nas reuniões mais tensas as situações como a vivida no exemplo do vídeo são muito comuns. Quem está na cabeceira da mesa e dependendo o tema em discussão está permanentemente correndo o risco de ser instigado, provocado, afrontado, agredido, difamado, hostilizado... Faz parte do ofício. 
E como se comportar quando esses "eventos" imprevistos e desagradáveis ocorrem? Você faria como fez o célebre Galvão? Por isso considerei que o vídeo é extremamente educativo para colocar o tema em discussão. Deixo para os leitores as questões abaixo. Fiquem à vontade para respondê-las ou não nos comentários do post.
  • Se você estivesse no lugar de Galvão como reagiria à provocação que o Renato Maurício Prado fez a ele? 
  • Porque acha que o apresentador, que comandava a mesa reagiu daquela forma?
  • Que lições você pode extrair do episódio?
Quando  assistir ao vídeo observe a reação inicial dos participantes da mesa que fazem parte da equipe da Rede Globo e logo em seguida quando o "chefe" começou sua diatribe. É exatamente o que acontece em casos semelhantes no mundo corporativo. 
Aproveitem esse exemplo, pois ele vai servir muito na sua vida corporativa.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário