9 de nov. de 2019

Você já disse não ao seu chefe?

Resultado de imagem para dizer não ao chefe

Chefe é Chefe! 

Todos os que trabalham e têm ou tiveram um chefe sabem dessa verdade. E quando você precisa negar alguma coisa ao seu chefe você o faz? Se sua resposta (sincera) for positiva então meu caro leitor você é um afortunado e uma exceção à regra. 

Ninguém sensato e de posse das suas boas faculdades mentais dirá ''Não'' ao seu chefe a menos que ele (o chefe) seja um ''bundão'' (desculpem, mas não achei outra expressão que melhor caracterize esse tipo de chefe...). A relação entre nós e a autoridade acima de nossa "caixinha no organograma da corporação" é desigual.

Fui chefe pelo menos 80% do tempo de minha trajetória. Na verdade fui chefe e subordinado ao mesmo tempo; estive mais tempo, entretanto, como diretor e isso diminuiu um pouco os impactos dos chefes imediatos sobre o meu cotidiano (no caso um ministro, um secretario de ministério, um presidente ou um diretor-geral). Essa é a realidade de quem esteja no mundo corporativo galgando posições e subindo os degraus do sucesso ou seja ser, no mesmo emprego, o chefe de muitos e um subordinado de alguém (ou alguns). 

Resultado de imagem para dizer não ao chefePresidentes dos três poderes - Executivo, Legislativo  e Judiciário - também não têm ninguém acima deles para chamá-los a qualquer momento e serem atendidos incontinenti. Para mim, essa é a grande prova de que alguém tem um chefe. O ser convocado e não poder recusar... Ser (co)mandado e obedecer... Falo da existência, na organização onde esse personagem trabalhe, de alguém que tem o poder de chamá-lo à sua presença, dar-lhe alguma missão ou pedir informações ou explicações e você atender de forma - quase sempre - imediata.

Dou-me como exemplo, sendo chefe e havendo tomado a decisão de indicar um subordinado para resolver um problema eu jamais admiti a negativa. Obviamente procurava todas as formas de negociar o processo com o indicado. Nunca fui de jogar ninguém às feras ou forçar a barra de escolher alguém que não estivesse preparado para determinada missão, mas tomada a decisão acabou a conversa... É o que eu chamava de "Luz, Câmera, Ação" para usar o jargão do cinema. Enquanto for só luz e câmera discute-se, depois do grito de AÇÃO não tem mais conversa. É assim que o mundo corporativo funciona.

Por isso o título do artigo que li algum tempo atrás na Folha de São Paulo me chamou a atenção: "Quando você não pode dizer "não" ao chefe". Pensei comigo, como assim? Você não pode nunca dizer ''não'' ao chefe! E fui ler o texto, coisa que recomendo a vocês. 

Na verdade é um artigo na forma de entrevista escrito pela credenciada jornalista Eilene Zimmerman. Ela dá algumas dicas que endosso. Vale a pena a leitura para quem tenha um chefe em sua vida ou não "esteja premiado".




http://2.bp.blogspot.com/-sdLhJCAxOvc/TuaxrrfSshI/AAAAAAAAXRM/BQBZQH9Mq6I/s1600/newyorktimes.gif



Nenhum comentário:

Postar um comentário