28 de mar. de 2010

Colunistas do HSM na Oficina de Gerencia

Esta é uma novidade da HSM que trago para o blog pela segunda vez. 
Eles incluíram na newsletter que enviam aos assinantes os textos dos colunistas que são exclusivos do site. 
São nomes famosos do mundo corporativo que podem ser acessados com um simples clique.
Agora que a HSM os incluiu na newsletter vou transcrevê-los tão logo sejam enviados aos assinantes.
Aproveitem bem, pois são homens famosos e de muita experiencia. Suas palestras e livros são sempre muito bem aceitos e ler um texto destes profissionais é sempre um aprendizado e um privilégio. 
HSM - News Colunistas: Confira os temas de março







A entrega de valor ao cliente e seus riscos
Por: Sandro Magaldi


 
Época de Mudanças ou Mudança de Época?
Por: Cesar Souza

A primeira impressão é a que fica. Cuide bem da sua grife
Por: Júlio Sérgio Cardozo


Boas famílias de marca versus o perigoso império de uma marca só
Por: Jaime Troiano

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°



27 de mar. de 2010

Mulher deve ser depilada?


Desculpem-me os "puristas" do blog, mas não pude resistir à piada que recebi por email de amigos na internet. O titulo do post não tem (quase) nada a ver com o artigo. Fiz uma "forçação de barra" para pelo menos não ficar tão mal assim com os leitores que cobram um conteudo mais digamos... condizente com o titulo do blog.

Teimosamente vou procurando administrar as coisas e buscando um ponto de equilibrio para não perder a tonalidade que um blog sobre gerencia deve ter com outros assuntos que possam torná-lo simpático e palatável para os leitores. Acho que os sites  e blogs que se restringem aos seus proprios temas corporativos terminam ficando meio especializados no particular e chatos no geral.
Por enquanto está dando para levar.A aceitação do blog está boa e por ai eu vou mensurando o conteudo.

Nesta "linha editorial" é que resolvi postar o texto abaixo. Muito bem escrito, engraçado e leve é um momento ótimo de bom humor. Pena que, no e-mail, não veio o nome da autora (só uma mulher pode tê-lo  criado...). Procurei no Google, mas não encontrei. O artigo tem o estilo de uma colunista experiente. Se alguem descobrir, por favor, avise-me porque  quem o escreveu merece ser citada.

http://elisafrota.blog.uol.com.br/images/depila.jpg'Tenta sim. Vai ficar lindo.'
Foi assim que decidi, por livre e espontânea pressão de amigas, me  render à depilação na virilha. Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve.
Mas acho que pentelho não pesa tanto assim. Disseram que meu namorado ia amar que eu nunca mais ia querer outra coisa. Eu imaginava que ia doer, porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria. Mas não esperava que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecológica-estética.
- Oi, queria marcar depilação  com a Penélope.
- Vai depilar o quê?
- Virilha.
- Normal ou cavada?
Parei aí. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era pra fazer, quis fazer direito.
- Cavada mesmo.
- Amanhã, às... Deixa-me ver... 13h?
- OK. Marcado.
Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque sabia lá o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique.
Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui. Assim que cheguei, Penélope estava esperando. Moça alta, mulata, bonitona. Oba! Vou ficar que nem ela, legal. Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado.
Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor. De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas. Por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas. Uma mistura de Calígula com O Albergue. Já senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.
- Querida, pode deitar.
Tirei a calça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca.
Mas a Penélope mal olhou pra mim. Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha. Ali estavam os aparelhos de tortura. Vi coisas estranhas. Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça. Meu Deus, era O Albergue mesmo. De repente ela vem com um barbante na mão. Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.
80609928, Imagezoo /Imagezoo - Quer bem cavada?
-.. É... É, isso.
Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail,
nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.
- Os pêlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda
- Ah, sim, claro.
Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei.
De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).
- Pode abrir as pernas.
- Assim?
- Não, querida. Que nem borboleta sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.
- Arreganhada, né?
Ela riu. Que situação. E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem. Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar.
Foi rápido e fatal. Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca. Não tive coragem de olhar.
Achei que havia sangue jorrando até o teto. Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu. Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo supernatural.
Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa. Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.
- Tudo ótimo. E você?
Ela riu de novo como quem pensa 'que garota estranha'. Mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes. O processo medieval continuou. A cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope. Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer. Todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.
- Quer que tire dos lábios?
- Não, eu quero só virilha, bigode não.
- Não, querida, os lábios dela aqui ó.
Não, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia. Mas topei.
79318201, DAJ /amana imagesQuem está na maca tem que se fuder mesmo.
- Ah, arranca aí. Faz isso valer a pena, por favor.
Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.
- Olha, tá ficando linda essa depilação.
- Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.
Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a respiração das duas. Estavam bem perto dali. Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo. 'Me leva daqui, Deus, me teletransporta'. Só voltei à terra quando entre uns blábláblás ouvi a palavra pinça.
- Vou dar uma pinçada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?
- Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.
Estava enganada. Senti cada picadinha daquela pinça filha da mãe arrancar cabelinhos resistentes da pele já dolorida. E quis matá-la. Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.
- Vamos ficar de lado agora?
- Hein?
- Deitar de lado pra fazer a parte cavada.
Pior não podia ficar. Obedeci à Penélope. Deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.
- Segura sua bunda aqui?
- Hein?
- Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.
Tive vontade de chorar. Eu não podia ver o que Pê via. Mas ela estava de cara para ele, o olho que nada vê. Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena? Nem minha ginecologista. Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la. Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:
- Tudo bem, Pê?
- Sim... sonhei de novo com o cú de uma cliente.
79318195, DAJ /amana images Mas de repente fui novamente trazida para a realidade. Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks. Não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação. Sei que ela deve ver mil cus por dia. Aliás, isso até alivia minha situação. Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos? E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá?
Fui impedida de desfiar o questionamento. Pê puxou a cera.
Achei que a bunda tivesse ido toda embora. Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali. Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais. Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo. Sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.
 - Vira agora do outro lado.
Porra... Por que não arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei novamente a bandinha. E então, piora. A bruaca da salinha do lado novamente abre a cortina.
- Penélope, empresta um chumaço de algodão?
Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos. Era dor demais, vergonha demais. Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem?
Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito. Só mesmo Penélope. E agora a vizinha inconveniente.
- Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.
- Máquina de quê?!
- Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.
- Dói?
- Dói nada.
- Tá, passa essa merda...
- Baixa a calcinha, por favor.
Foram dois segundos de choque extremo. Baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho? Mas o choque foi substituído por uma total redenção. Ela viu tudo, da perereca ao cú. O que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.
- Prontinha. Posso passar um talco?
- Pode, vai lá, deixa a bicha grisalha.
- Tá linda! Pode namorar muito agora.
Namorar... Namorar... Eu estava com sede de vingança. Admito que o resultado é bonito, lisinho, sedoso. Mas doía e incomodava demais. Queria matar minhas amigas. Queria virar feminista, morrer peluda, protestar contra isso.
Queria fazer passeatas, criar uma lei anti-depilação cavada.
Queria comprar o domínio  www.preserveasvaginaspeludas.com.br
Filha da puta foi a mulher que inventou a 'cavadinha'

Sensacional! Coral de 185 vozes de 12 paises que nunca se juntaram.

Compositor faz coral com vozes do YouTube


Foram 158 vozes cantando a mesma música, e ninguém precisou sair de casa. O compositor e condutor de corais Eric Whitacre, americano, arrebanhou cantores de 12 países – a grande maioria dos Estados Unidos – para executar uma de suas obras, “Lux Aurumque” (algo como “Luz do Ouro”, em tradução livre), via internet. Ele juntou as performances em um programa de edição de vídeos e postou o resultado no YouTube. Confira:

  •  

Bush mostrou a sua verdadeira face. (O corpo fala)

http://3.bp.blogspot.com/_W-FVG-0wypY/Solx7fUagqI/AAAAAAAAAdc/jbx_LaoCUvw/s320/O_Corpo_Fala+final.jpg
Vivo falando e procurando despertar o interesse de todas as pessoas com as quais convivo e trabalho para a importância de conhecer a ciência da expressão corporal. Tenho muitas experiencias sobre o tema e, sem falsa modestia, considero-me um estudioso praticante desta "magia". Parece coisa mágica mesmo!
Já  livrei-me de muitas situações constrangedoras e aproveitei-me de outras tantas apenas aplicando o meu repertorio de conhecimentos sobre "ferramenta" para viver a vida. Coloquei ao final do post um trecho de excelente artigo (que pode ser acessado sobre o tema). Existe uma vasta bibliografia a respeito, mas recomendo que comecem com a "biblia" que é o livro do Dr. Pierre Weil. Visite também os muitos links na internet que podem ajudar os interessados a se iniciarem nestes misterios. Acesse aqui para conhecer alguns deles com a busca do Google.
No caso do ex-presidente dos EUA, George Bush (mostrado em video para o mundo todo) é um claro caso de linguagem corporal inconsciente. Aliás, pelo que se diz a respeito de Bush, não há nenhuma surpresa no seu gesto.

http://1.bp.blogspot.com/_NZOMrf8Xa78/S4DAEO7u5hI/AAAAAAAASfo/MvVFFrUVALM/S1600-R/Logotipo+Bombou.bmp

Bush limpa a mão depois de cumprimentar haitiano

E, para isso, usou a camisa do também ex-presidente americano Bill Clinton. A cena foi filmada na recente visita que George W. Bush e Bill Clinton fizeram ao Haiti. Os dois são os encarregados pelo governo dos Estados Unidos de captar e gerenciar recursos para a reconstrução do país após o terremoto do início desse ano.
A “limpadinha”, nada discreta (aos 13 segundos do vídeo), mostra que Bush não tem mesmo vocação para causas humanitárias. As imagens são das câmeras da rede de TV BBC, e foram captadas na última segunda-feira, 22.


  •  
[...] "O corpo grita, agita, chora, ri, sente e se emociona. É uma maneira misteriosa e não verbal de comunicação. Sabia que o corpo fala? É isso mesmo! Não é só por meio de palavras que a gente pode se comunicar.
Muitas vezes nosso corpo dá sinais que dizem muito mais que nossa boca.
O corpo mostra o que está latente no ser humano, expressa as nossas ansiedades, desejos e conquistas de forma natural mesmo que nossas palavras digam o contrário. Os gestos podem significar mais que você
imagina!
O seu corpo é um espelho revelador do seu inconsciente, é a projeção da sua mente. Ele mostra através de gestos inconscientes, algo que estamos sentindo, ou mesmo tentando esconder ou disfarçar, e não queremos falar.
São muitos os sinais que o corpo pode dar (sorriso, postura do tórax, abdômen, cabeça, gestos das mãos, dos braços, dos pés, das pernas...) olhar, entonação da voz, dos ruídos e até mesmo da roupa que se está
usando, revelando todo momento os seus sentimentos ou mesmo seus pensamentos.
Para que possamos entender o significado do gesto, precisamos fazer uma leitura corporal analisando o contexto da situação, que somente terá sentido quando os gestos apontarem uma congruência da comunicação corporal.

Um gesto isolado não significa nada!

A linguagem corporal quando bem interpretada ajuda-nos a entender melhor o nosso semelhante, e nos permite agir de forma mais inteligente, para um melhor relacionamento familiar, profissional, social. Como também fornecem pistas que revelam quem você é, como pensa e vê o mundo, porque pensamento, palavra e ação transformam o destino. Compreender a linguagem dos gestos é construir no interior de cada um mais segurança, autoconfiança e liberdade para escolher sua conduta, pois o homem torna-se responsável pelos seus atos e suas conseqüências" [...] 

.
 (O texto é a introdução do artigo "O Corpo Fala -  A Linguagem dos Gestos" da Profª Rosana Spinelli Santos que você pode acessar no site Scribd clicando aqui)

O BBB não é serio!

http://alangouveia.files.wordpress.com/2009/08/bbb10.jpg
o
O BBB não é serio!
Li, no My Blog Series, por "provocação" do meu "irmão de blogosfera" Gato Guga um texto que está circulando profusamente na internet e (principalmente) na blogosfera intitulado "BBB, o fim da picada". O autor, que não se identificou (mau sinal), desanca o programa dos "brothers" da Globo numa linguagem digamos, um tanto raivosa e muito, muito emocional. É um "discurso" digno de palanques de oposição.
Confesso que não iria me dar o trabalho de tecer comentários sobre ele (refiro-me ao texto), mas atendendo ao convite-provocação do meu  amigo Guga - vou dizer, ops! Vou escrever o que acho (e penso) do texto e do BBB.
Inicialmente vou me basear no que escreveu o nosso autor desconhecido. Vejamos:
·        a partir da inferencia de que a TV Globo fatura R$ 8.7000.000,00 a cada programa de eliminação dos participantes (na hipotese em que 29.000.000 de ligações forem feitas a R$ 0,30 cada) ele faz algumas comparações, exageradas e descabidas como "com este dinheiro poderiam ser construidas 520 casas populares ou comprar mais de 5.000 computadores". Que tal? O nosso autor esquece que a Globo (embora às vezes pareça) não é uma estatal. É grupo privado e tem o objetivo de buscar o lucro com a venda dos seus produtos.
Outra parte do texto: "O BBB não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou  ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o escolhido receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!
E vai por ai afora. Ufa!
Ah! Outro trecho que não posso deixar de citar: "um repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis." E ai o nosso autor desconhecido (já famoso) decreta suas inexoráveis "comparações":
·         "Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados."
·         Heróis são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.
·         Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).
Essa doeu como se fosse uma canelada.
http://famosos.dimensionebrasile.com/famosos/wp-content/uploads/2009/08/bbb10-BIAL.jpg
Pedro Bial

Coitado do Pedro Bial. Nem ele escapou da fúria do autor desconhecido. O que ele disse? Leia: "Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial" [...] "se submete a ser apresentador de um programa desse nível". [...] "Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade." Chega!
Alguém sabe o que um bestialógico? (Fala, raciocínio ou discurso incoerente, despropositado). É o conteúdo do texto "BBB, o fim da picada" (de autor desconhecido). Sem nenhuma concessão. Aliás, acho que foi por isso que o autor não se identificou.
Eis um bom conselho aos que perdem tempo inundando a internet e a blogosfera e os e-mails de suas listas com impropérios, desacatos e  descargas de "adrelina do mal" contra o programa dos "brothers":
Não levem a BBB a sério!
Sério! Não levem o programa Big Brother tão a serio a ponto de "cometerem" estas comparações incabíveis e "discursos raivosos". Não gastem suas doses de adrelinas à toa. Procurem apenas se divertirem com aquelas loucuras ridiculas da "Nau do Big Brother". E quero registrar que na faixa de sua classificação o programa não está abaixo da "linha do equador". Tem coisa muito pior do que o BBB nos varios canais de TV do Brasil e do mundo. Deixo de cita-los por desnecessário.
Fico aqui imaginando... E se o Big Brother fosse um programa humoristico da mesma TV Globo? E se ao invés das pessoas de verdade os "brothers" fossem personagens ou tipos, por exemplo, de Chico Anysio ou do "Zorra Total"?
http://www.atarde.com.br/arquivos/2010/01/148673.jpg
Todo o "elenco" do BBB10 logo no inicio do programa
Leiam como os descreveu nosso autor desconhecido: [...] "o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a não sou piranha mas não sou santa, o modelo Mr. Maringá, a nordestina sorridente, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar" [...]
Abstraindo o tom absurdamente preconceituoso que ele emprestou à sua descrição (por favor, leiam novamente a lista) vamos concordar que estes "tipos" caberiam, todos, nos elencos dos programas humorísticos da TV brasileira. Nossa! Ia ser um sucesso de quebrar todos os recordes de audiência, não é mesmo?
Só que é muito, muito mais divertido ver, ouvir, "interpretar os comportamentos" e torcer por estes personagens da vida real quando desempenham seus papeis em uma "novela" sem script, roteiro e em com capitulos diarios como é o BBB. Vamos lá, concordem comigo...
http://www.sitedosfamosos.com.br/wp-content/uploads/cacau-vip-bbb-4361.jpg
Cacau é capa da proxima Playboy

O BBB é puro voyeurismo servido em doses cavalares e em TV aberta. E quem de nós, humanos mortais, não é um pouco "voyeur"? O povão, é claro adora e a classe média também! E a classe alta também! E todas as idades... tambeeemm!
Bem, alguns (em minoria) não gostam e ai protestam, escrevem cartas e defendem posições cheias de discursos, comparações e diatribes com "babas moralistas". É a democracia meu brother!
Dito tudo isto fica óbvio que eu assisto sim, o BBB! E acompanhei quase todas as dez edições. Algumas foram chaterrimas, com personagens insossos e sem nenhum "talento" para desempenhar o (difícil) papel de "brother". Outros foram sensacionais. Não me fazem a menor falta. Nunca diminui a minha cultura geral ou formação moral. Nunca deixei de cumprir compromissos para assistir os programas, mas se estou em casa assisto-os sim porque me divirto muito.
Eu nem iria acompanhar o BBB 10, mas quando vi o "elenco" disse para mim mesmo: - "Esse eu não perco! Com aquele "mix" de personagens (leia de novo a lista do nosso autor desconhecido) vai ser um sucesso". E não deu outra... O programa está bombando.
Minhas compensações:
·        Familia que vê BBB unida, permanece unida (quem lembra desse ditado?). Pois é verdade. Nos BBBs, principalmente em dias de formação de paredão e eliminação é comum a gente se reunir eu, minha esposa e os filhos (tenho quatro) que estiverem em casa para assistir e tiorcer. 
·        Divirto-me muito com as reações, complôs, caras, olhares e armações dos "herois do Bial";
·        Tenho um saco infinito de assuntos para jogar conversa fora com os amigos (e "inimigos" do BBB). O BBB é tão democratico quanto a seleção brasileira em copa do mundo. Converso com minhas secretarias, as ascensoristas, turma da limpeza, colegas de diretoria,  companheiros de trabalho e lazer, todo mundo. É uma festa!
·        E ainda "pratico" um pouco de "psicologia de botequim". Sim, porque o BBB é uma fonte interminável de comportamentos humanos primarios e sob pressão.
A proposito disso:, alguém saberia reconhecer situações da vida real refletidas nos muitos programas do BBB? Nos nossos ambientes de trabalho, ou quem sabe, em nossos clubes, circulos sociais,? Até em nossas (não todas, claro) familias?
http://babado.ig.com.br/bbb10/images/289/38/38/7549357.bbb10_babado_brigas_bbb_10_380_570.jpg 
Participantes do BBB10 batem boca
Não seria um exemplo de BBB aquele grupinho, na sua empresa ou no clube, que se juntou e "armou todas" para dar um "tombo" no colega, no diretor ou no presidente? E os jogadores de futebol que "combinam" fazer corpo mole para derrubar o tecnico, o que seria? E o irmão, tio, marido ou parente que "conspirou" para tirar vantagem de alguma situação de crise na familia? Só que no BBB da vida real o "paredão" é muito mais cruel e massacrante que no BBB de mentirinha. Ninguém que vá para o "paredão" da vida real sai dele para o abraço da familia ou volta para o confortavel confinamento.
Na verdade, desse lado de cá da telinha, só faltam as cameras, o fundo musical e os votos dos ilustres telespectadores para escolher quem sai ou fica do problema real. Ah! Falta o Bial também, é claro. 
É isso ai! Já escrevi demais - escrever pouco não é um dos meus defeitos (é uma piada) - sobre algo que não considero serio, mas procurei atender ao meu amigão Guga que, aliás, é da turma contra o BBB.  Espero que passe para o lado de cá...
Alias, leia o que escreveu o nosso autor desconhecido:  "Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um artigo de Jabor, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa…, ir ao cinema...,  estudar..., ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins..., telefonar para um amigo..., visitar os avós..., pescar..., brincar com as crianças…, namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.”
http://img.blogs.abril.com.br/1/antenaparabolica/imagens/bbb10-quarto.jpg
 Quarto da casa do BBB 10
Eu não! Não topo essa alternativa.
Vou assistir o BBB e ainda por cima fazer todas as coisas boas que o autor (quem?) recomenda. Ops! Menos ler um artigo do Jabor. Ai sim, é o fim da picada (para mim, é claro, pois conheço muita gente que gosta... Como escrevi acima, é a tal de democracia).
Encerro aqui repetindo o que já coloquei acima, com um ligeiro complemento:
Não levem o BBB a sério! Ele não merece.

26 de mar. de 2010

26 de Março - Hoje na Historia (Today in History) - Tratado de Paz entre Israel e Egito patrocinado por Jimmy Carter;

26 de março

"Today in History" é a série que a Associated Press* criou no YouTube para lembrar a cada dia os fatos históricos mais destacados (sob o ponto de vista deles) que aconteceram na data.
O que chamo de  "Historia a Cada Dia" é uma coletanea de eventos que pesquiso na internet com base principal na página da Wikipédia referida àquele dia especifico.
Coloco também, fazendo um mix com o texto da Wiki, uma série de outros eventos coletados (e traduzidos) em sites como "Today in History", "This Day in History", "On This Day", Brainy History,  "Fatos Históricos do Terra" e uma série de outros.
Nos links abaixo estão as tags que a Oficina de Gerencia mantem ativos sobre os eventos da História. Clique sobre eles e dê um belo passeio pelo conhecimento e pela cultura.

Israel and Egypt sign a peace treaty; Bodies of Heaven's Gate cult members are found in Calif.; The first U.S. team to win hockey's Stanley Cup; 'Funny Girl' opens on Broadway; Singer Diana Ross born.

Leiam abaixo quais os eventos que estão no vídeo
  • Israel e Egito assinam o tratado de paz.
  • Corpos dos membros da seita Heaven's Gate são encontrados na Califórnia;

  • A equipe E.U. ganha a Copa Stanley de hóquei;
  • 'Funny Girl "estréia na Broadway;
  • Nasceu  Diana Ross

http://www.ipjornal.com/wp-content/uploads/2009/11/wikipedia-banner.jpg
(CLIQUE NO LOGOTIPO)

26 de março) é o 85º dia do ano no calendário gregoriano (86º em anos bissextos). Faltam 280 dias para acabar o ano.

Eventos históricos

http://leiturasdahistoria.uol.com.br/ESLH/Edicoes/16/imagens/i87504.jpg
Ficheiro:Begin, Carter and Sadat at Camp David 1978.jpg
Ficheiro:Mercosur.png
Estados do Mercosul
██ Estados-membros
██ Estados Associados
██ Estados Observadores
Ficheiro:Schengenzone.svg
██ Estados-membros pertencentes à União Europeia
██ Estados-membros não pertencentes à União Europeia
██ Estados-membros que aguardam a implementação
██ Estados-membros que apenas cooperam policial e judicialmente

Nascimentos

Ficheiro:Tennessee Williams NYWTS.jpg
http://img.photobucket.com/albums/v445/iftk2/tnc/julianapaes.jpg

Falecimentos

http://llamabutchers.mu.nu/beethoven.jpg

Feriados e eventos cíclicos

Ficheiro:Flag of Mercosur (Portuguese).svg

Ligações externas