sábado, abril 30, 2011

Kate e William festejam em Londres... com os londrinos.

http://icandyfloss.files.wordpress.com/2011/04/casamento-real-beijo.jpg?w=490&h=367




N
ão poderia me considerar um bom blogueiro se não postasse algo sobre o casamento do Principe William e da (agora) Princesa Kate (ou Catherine), Duque e Duquesa de Cambridge. Se não estiverem saturados de casamento real leiam o material produzido pela BBC-Brasil. Nenhuma outra cobertura deve ter sido superior à que a BBC dedicou ao evento que foi assistido por dois bilhões de pessoas (terá sido mesmo?).
Se não estiverem saturados de casamento real leiam o material abaixo produzido pela BBC-Brasil. Nenhuma outra cobertura deve ter sido superior à que a BBC dedicou ao evento que foi assistido por dois bilhões de pessoas (terá sido mesmo?).
   Grudei os olhos da TV mais ou menos às 7h20 (eles já estava casados) e só larguei após o beijo tradicional. O que me fez "perder" esse tempo, curioso e embevecido para assistir uma cerimonia de casamento!!! Deixei de querer entender e me entreguei ao desfrute...
   Muitas coisas me chamaram a atenção, mas acho que todas elas a maior e a melhor das impressões foi a organização e o gerenciamento de todo o evento. Algo que para nós latinos parece ser inatingível, distante e (quase) impossível de ser administrado com a maestria dos organizadores ingleses. 
   Foram muitas as vezes em que surpreendi-me ao ver como tudo estava precisamente cronometrado e os movimentos pareciam saídos de um filme coordenado por computadores. Não observei uma só falha e devem ter ocorrido muitas, mas nenhuma que pudesse ser "descoberta" exceto por olhos de lince.
  Outro fato que me chamou a atenção foi o carinho do povo nas ruas de Londres dirigido às cabeças coroadas. Suas altezas foram sempre - e aqui incluo a Rainha Elizabeth II e os demais membros da familia real (não deu para perceber se o Principe Charles e Camila tiveram alguma rejeição, mas acho que não) - amorosamente aplaudidos pelos milhares de pessoas que se espremeram, bandeirinhas à mão, para ver as carruagens da familia real desfilar perante elas. Ao custo de um breve aceno e um vislumbre de olhar as pessoas tomaram as ruas e avenidas da capital inglesa para curtir o show da monarquia inglesa. Um deslumbre que nos faz refletir.
   Leiam o texto e vejam os videos. É um otimo resumo do conto de fadas que a monarquia inglesa oferece ao mundo a cada casamento de um dos seus herdeiros.

http://dl3.glitter-graphics.net/pub/424/424843bshmcauw80.gif
Após casamento visto por milhões, Kate e William festejam em Londres
.

 

http://dl3.glitter-graphics.net/pub/424/424843bshmcauw80.gif

http://1.bp.blogspot.com/_NZOMrf8Xa78/TMJYcB_RxCI/AAAAAAAAVHE/TuuCz9s05Pg/s200/BBC.bmpApós o casamento que foi assistido por milhões em todo mundo, o príncipe William e sua mulher, Kate Middleton, participaram de recepções para as centenas de convidados do enlace, ocorrido pela manhã em Londres.
A polícia londrina estima que cerca de um milhão de pessoas acompanharam nas ruas a cerimônia e passagem dos noivos, que se casaram na Abadia de Westminster. Outras centenas de milhões de pessoas assistiram à cerimônia pela televisão ou pela internet ao redor do mundo.
Depois do casamento, os recém-casados seguiram para o Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elizabeth 2ª em Londres. Lá a monarca foi anfitriã da primeira recepção.
Um banquete foi oferecido para os mais de 600 convidados, entre eles chefes de Estado, celebridades, amigos e familiares do casal.
À noite, o duque e a duquesa de Cambridge – títulos que William e Kate agora passam a ostentar – seguiram para uma segunda recepção, desta vez promovida pelo pai do noivo, o príncipe Charles.

Segurança
William e KateA polícia montou um grande esquema de segurança para garantir que o casamento transcorresse tranquilamente.
Mais de 50 pessoas foram presas, a maioria por pequenos distúrbios. Dez dos detidos carregavam cartazes contra a monarquia ou equipamentos de escalada.
A polícia também manteve sob observação dois pequenos protestos contra o casamento no centro de Londres, mas disse que ambos permaneceram calmos.
Cerca de 1,9 mil convidados compareceram à cerimônia, e entre 3 mil e 5 mil pessoas acamparam durante a noite ao redor da abadia.
Outros milhares dormiram acampados ao longo da rota do casal, entre a igreja e o Palácio de Buckingham.
William e Kate desfilaram após a cerimônia na carruagem State Landau 1902, aberta, que também foi usada no casamento dos pais do príncipe, Charles e Diana, em 1981.
A cerimônia transcorreu como planejado, embora William tenha se atrapalhado ao colocar o anel no dedo de Kate. O anel parecia ser pequeno demais para o dedo da noiva, mas, com um pouco de esforço, acabou entrando.
Seguindo a tradição, a joia foi feita com ouro de Gales e dado ao noivo pela rainha. Elizabeth 2ª também emprestou a Kate a tiara de diamantes que ela usou sob o véu.
Pontualmente às 13h25 (horário de Londres), como previsto, William e Kate apareceram na sacada do Palácio de Buckingham ao lado da rainha Elizabeth 2ª, dos pais de Kate, Carole e Michael, do príncipe Charles e outros membros da família real.
Para delírio da multidão que se aglomerava à frente do palácio, os dois trocaram seu primeiro beijo público.


William, Kate e a família real na sacada do Palácio de BuckinghamVestido
Kate Middleton chegou à abadia usando um vestido longo e branco, de mangas rendadas, deixando entrever os ombros. O trabalho foi feito pela Escola Real de Costura, em Hampton Court.

Sob o véu de 2,7 metros, Kate usava uma tiara de diamantes e dois delicados brincos de brilhantes.
A peça foi desenhada por Sarah Burton, diretora de criação da grife fundada por Alexander McQueen, ícone da moda britânica morto no ano passado.
Segundo uma leitura labial feita por um especialista a pedido do jornal The Guardian, as primeiras palavras de William ao ver a noiva - que caminhou por uma avenida de árvores dentro da igreja - foram "você está linda".
William vestia uniforme militar e a esperava ao lado do irmão, o príncipe Harry, padrinho do casamento.
O casal foi oficialmente casado pelo arcebispo de Cantuária às 11h20 (7h20 em Brasília).
Com o casamento, Kate passa a ser duquesa de Cambridge, já que, horas antes, a rainha Elizabeth 2ª concedeu o título de duque de Cambridge a William.
O príncipe também se tornou conde de Strathearn e Barão Carrickfergus, transformando Kate em Condessa de Strathearn e Baronesa Carrickfergus.



http://img188.imageshack.us/img188/9271/vwu.gif

segunda-feira, abril 25, 2011

Conversa com o Chefe.


Não resisti em colocar essa tirinha sensacional aqui no blog!
Quem de nós, em algum momento, já não teve vontade de fazer a mesma coisa ?
Quem for inocente que atire a primeira pedra...
.
http://www.gif-animados.net/gifs/lineas2.gif

Dinossauros "vivos" em museu de Londres (BBC)

O
s misterios da época dos dinossauros estão entre aqueles que a curiosidade cientifica não desiste de explorar. Cada vez mais a ciência avança em tecnologias, as mais sofisticadas, para tentar descobrir sobre a existencia daqueles monstros horrorosos e fascinantes que o cinema não cansa de mostrar em filmes sempre sensacionais e arrebatadores.

Desta vez foi o Museu de Historia Natural de Londres que montou uma exposição chamada de A Era dos Dinossauros e colocou-os em replicas de seus habitat naturais e com movimentos surpreendentes. A reportagem da BBC Brasil nos informa sobre essa exposição e mostra um rápido vídeo sobre o que está colocado no evento. Deve ser maravilhoso...
.



.
Dinossauros ganham vida em exposição em Londres

http://1.bp.blogspot.com/_NZOMrf8Xa78/TMJYcB_RxCI/AAAAAAAAVHE/TuuCz9s05Pg/s320/BBC.bmp
Clique e visite o site
Uma nova exposição no Museu de História Natural de Londres promete mostrar os dinossauros no próprio ambiente em que viviam quando caminhavam sobre a terra.
A exposição Era do Dinossauro combina robôs e efeitos de computação gráfica para dar ao visitante uma ideia de como era o mundo há cerca de 65 milhões de anos.
Os modelos, baseados nos últimos estudos, tentam ser os mais exatos quanto ao tamanho, textura da pele e número de dentes dos dinossauros.
Além dos dinossauros, a exibição também mostra como eram os vegetais dos períodos Jurássico e Cretáceo e também fósseis destes animais.


Paul Barrett, paleontólogo do museu, disse que em vez de ter uma exposição que olha para os dinossauros como animais estranhos, eles os colocaram junto com as plantas e outros animais que viviam naquela época "para dar a eles um contexto ecológico real".
Mas o que realmente chama a atenção são os seis dinossauros robóticos que emitem o que se estima ser os sons dos dinossauros - como no caso do camarassauro -, encenam brigas e cuidam de seus ovos e filhotes.
Outra atração da exposição é um primo do tiranossauro rex, o tarbossauro, que era assustador como seu parente famoso.


-----------------------

Blogs e Sites destacados na Oficina de Gerencia para sua lista de favoritos

http://arquivoememoria.files.wordpress.com/2009/01/selomaneiro.jpg
Vamos que vamos! Ou seria melhor escrever a brasileiríssima expressão “Vamo qui Vamos”! Também caberia o "Oi nóis aqui trávês". Brincadeira. Estou é querendo achar um começo de texto para apresentar mais uma lista de blogs e sites que destaco na Oficina de Gerencia com minha tag "Destaques de Sitese Blogs".
Nesta relação estou apresentando alguns endereços que reputo de altíssimo nível dentro da blogosfera e da própria Web. Trago-lhes, por exemplo, o blog (em inglês) de nome "13,7 Cosmos and Culture" no qual um dos seus autores é o renomado físico, astrônomo, professor, escritor e roteirista brasileiro MarceloGleiser
Um blog que coloco na lista com muito capricho é o "Universo do Conhecimento" que deve estar obrigatoriamente na lista de favoritos de todos que têm fome de conhecer sobre tudo e todas as coisas. É um verdadeiro "tesouro" que encontrei na internet. Quer mais um? 
Outro em inglês, mas é de fotografia. Maravilhoso! Sensacional! Chama-se "From Me To You" e é uma visita obrigatória para quem gosta do tema. É lá que encontrei as primeiras fotos ao estilo magico de Harry Potter, ou seja, fotografia com movimentos. Confiram.
Tem também um blog de astrologia de Waldemar Falcão. Para os adeptos considerei que o blog merece ser visto.  Tem ainda dois blogs de cultura nordestina e um portal - de Portugal - da Maçonaria. Excelente por sinal.
Enfim, são nove endereços escolhidos com muito capricho pela qualidade de cada um que podem fazer parte de qualquer coleção de blogueiros e internautas. É só rolar a barra, clicar e navegar. Garanto que todos vão aprovar mais esta seleção que compartilho com muito prazer entre os leitores, amigos e visitantes.


http://images.articlesbase.com/logo_pt.gif
Clique e visite
Esse site é um diretorio onde qualquer pessoa pode gratuitamente publicar seus artigos. Um local super simpatico onde pessoas comuns ou escritores com um pouco de experienca se misturam escrevendo sobre suas proprias experiencias e temas os mais diversos.
Para os blogueiros que gostam de escrever seus proprios textos é um verdadeiro achado. Recomendo que o visitem e explorem suas possibilidades.

Clique e visite

http://2.bp.blogspot.com/_g6AQC0Yocv4/S-gZLAhLv7I/AAAAAAAAOlQ/N5-q6kF-tXE/S1600-R/Topo_casinhas.jpg
Clique e visite
Cultura Nordestina divulga e aborda os mais variados aspectos de nossa cultura popular nordestina e brasileira. Aqui você irá encontrar muita poesia, contos, poemas, curiosidades sobre o nordeste, artigos, eventos e reflexões sobre nossa cultura. (texto retirado do proprio blog).
Confira a relação das melhores curiosidades já publicadas aqui no Cultura Nordestina:
Para continuar lendo clique aqui.


Clique e visite
Já publiquei um post (clique no link) sobre o poeta Jessier Quirino, mas resolvi colocar seu site nessa lista. Fiquei fascinado pela arte e talento desse "paraibano cabra da peste" que ainda não é conhecido do chamado grande publico brasileiro. Tenho certeza de se tiver oportunidade vai encantar o Brasil como o fez com esse blogueiro.


http://www.maconaria.net/portal/templates/siteground-j15-53/images/headerimg.jpg
Clique e entre no portal

http://www.maconaria.net/portal/banner_10anos.jpgO Portal Maçonico não é um blog. Como o proprio nome indica é um site de Portugal dedicado à Maçonaria Universal. Comosabem  aqueles leitores e amigos que acompanham meu blog já há algum tempo sou maçom - com muito e bom orgulho - e mantenho uma tag na Oficina de Gerencia para divulgar artigos e noticias da maçonaria. Tomo muito cuidado para não misturar as coisas da Ordem Maçonica com os assunto fora dela. Este Portal Maçonico é corporativo e interessa mais aos maçons, simpatizantes e curiosos. E olha que são numerosos! 
Para dar um "petisco" àqueles que têm (clique aqui) simpatia e curiosidade resolvi postar um trecho de artigo sobre os principais simbolos utilizados na maçonaria:
Estrela de cinco pontas: sendo a Estrela do Oriente ou a Estrela Iniciação, é a que simbolizou o nascimento de JESUS:. É o símbolo do Homem Perfeito, da Humanidade plena entre Pai e Filho; o homem em seus cinco aspectos: físico, emocional, mental, intuitivo e espiritual:. Totalmente realizado e uno com o Grande Arquiteto do Universo:. É o homem de braços abertos, mas sem virilidade, porque dominou as paixões e emoções:. As Estrelas representam as lágrimas da beleza da Criação:. Olhemos para cima, para o céu e encontraremos a nossa estrela guia:. Na Maçonaria e nos seus Templos, a abóbada celeste está adornada de estrelas:. A Estrela é o emblema do gênio Flamejante que levam às grandes coisas com a sua influência:. É o emblema da paz, do bom acolhimento e da amizade fraternal:.
Acácia: a planta símbolo por excelência da Maçonaria; representa a segurança, a clareza, e também a inocência ou pureza:. A Acácia foi tida na antiguidade, entre os hebreus, como árvore sagrada e daí sua conservação como símbolo maçônico:. Os antigos costumavam simbolizar a virtude e outras qualidades da alma com diversas plantas:. A Acácia é inicialmente um símbolo da verdadeira Iniciação para uma nova vida, a ressurreição para uma vida futura:.
Avental: símbolo do trabalho maçónico; branco, e de pele, para os Aprendizes e Companheiros; branco orlado de vermelho, para os Mestres:.
Gifs ANimados Flechas (164)Para continuar lendo o artigo clique aqui


http://www.kevinburg.com/tumblr/fm2u/header.jpg

Gifs ANimados Flechas (59)Este blog é um dos mais sensacionais sites de fotografia que já encontrei na blogosfera. E podem crer que sou um respeitável "caçador de imagens". O "dono" do blog se apresenta como um simples fotografo de nome Jamie que mora em Nova York. 
Além do mais é nesse blog que estão aparecendo aquelas fotografias com movimento ao estilo daquelas que vimos nos filmes do Harry Potter. Um show! Não bastasse isso tudo vale a pena navegar no blog e observar o bom gosto do conteúdo, do formato da página e o carinho que Jamie dedica ao seu blog. Não deixem de visitá-lo.

http://kevinburg.com/tumblr/fm2ugifs/gretchen-jones-615.gif
It’s Friday! I hope you design yourself a beautiful weekend!
Designer Gretchen Jones in NYC at her Trunk Show
  •  
http://kevinburg.com/tumblr/fm2ugifs/loren-615.gif
Who wants to lick the bowl?
Photos at home in the kitchen with Loren Brill for The Daily

http://media.npr.org/blogs/13.7/13.7_header.jpg

Marcelo Gleiser e quatro colegas (KC Cole, Adam Frank, Stuart Kauffman e Ursula Goodenough) criaram um blog sobre ciência e cultura, hospedado no site da National Public Radio. O nome do blog "13.7 Cosmos and Culture" refere-se à idade estimada do universo: 13,7 bilhões de anos.

Clique e visite esse site sensacional
Este vídeo está no site Universo e Conhecimento

10 primeiros minutos de 2012, tempo de mudança.(obter o filme completo em 2012timeforchange.com)

"2012: Time for Change" apresenta uma alternativa otimista para o apocalíptico dueto da desgraça e tristeza (Doom and Glom). Dirigido pelo candidato ao Emmy Award, João Amorim, o filme segue o jornalista Daniel Pinchbeck, autor do best-seller 2012: The Return of Quetzalcoatl, em busca de um novo paradigma que integra a sabedoria arcaica de culturas tribais com o método científico. 
Como agentes conscientes da evolução, podemos redesenhar a sociedade pós-industrial em princípios ecológicos para fazer um mundo que funcione para todos. Ao invés de degradação e barbárie, 2012 marca o nascimento de uma cultura de regeneração do planeta onde a colaboração substitui a competição, onde a exploração da psique e do espírito torna-se a nova aresta de corte, substituindo o materialismo estéril que empurrou o mundo para a beira." (texto traduzido da apresentação do proprio vídeo - clique aqui)
 
http://bloglog.globo.com/waldemarfalcao/img/super_banner.jpg
Clique no logotipo e visite o blog.
SOL E URANO EM ÁRIES: a chapa vai esquentar...

Primeiro de tudo, espero sinceramente que eu esteja enganado em relação ao quadro astrológico das próximas semanas, mas confesso que não dá para ficar otimista com o que vem por aí...

Hoje, dia 20 de março, começa o ano astrológico com a entrada do Sol no signo de Áries. Há pouco mais de uma semana atrás, (dia 11/3) foi o dia da entrada de Urano neste mesmo signo, e sabemos que foi o dia do maior terremoto e do devastador tsunami que arrasou grande parte do Japão. Estas configurações de tensão contida e liberada de forma inesperada já têm estado presentes no quadro astrológico geral desde o início do ano de 2010, quando se formou um ângulo de 90 graus entre Saturno em Libra e Plutão em Capricórnio. Basta nos lembrarmos do deslizamento de terra na Ilha Grande logo no primeiro dia do ano e do terremoto no Haiti pouco tempo depois.

Saturno já se afastou desta configuração, e hoje se encontra aproximadamente na metade do signo de Libra, mas agora é Urano quem começa a formar o mesmo ângulo de 90 graus com Plutão, e neste caso o tempo de duração desta nova angulação tensa é bem mais longo, porque Urano se move numa velocidade bem menor do que Saturno. Por enquanto basta dizer que esses dois maiores revolucionários do Zodíaco vão estar em quadratura (o tal ângulo de 90 graus) em cinco ou seis momentos até o final do ano de 2016... (se quiser continuar a ler clique na caixinha abaixo.


sábado, abril 23, 2011

“Madre Teresa de Calcutá foi também uma grande executiva da sua "empresa".


Clique sobre o mosaico e conheça o que está na Wikipédia sobre Madre Teresa de Calcutá. Vale o clique.
C
onfesso que de todas as imagens possíveis que pudesse conceber a respeito de Madre Teresa de Calcutá jamais cogitaria pensar nela como uma... Presidente de Empresa ou CEO. Entretanto foi a partir desse prisma que uma canadense de origem indiana de nome Ruma Bose escreveu um livro intitulado "Madre Teresa CEO: Princípios Inesperados de Liderança Prática" (assista ao vídeo onde a autora do livro fala a jornalista da Veja sobre ele).
Na publicação, a autora relata dez princípios básicos de gerenciamento que pode identificar enquanto conviveu com Madre Teresa e suas missionárias:
  • Propósito: tenha um propósito e apoie uma causa;
  • Vivência: vivencie com profundidade tudo aquilo a que você se dedica;
  • Planejamento, Avaliação e Revisão: tenha um plano, avalie seu andamento e o revise continuamente;
  • Alinhamento: Faça com que os valores e a personalidade de cada um dos seus colaboradores estejam alinhados com a cultura da organização e as funções que exercem - alimenta-se, assim, a vontade de colaborar;
  • Honra e Firmeza: aja com honra e mantenha-se firme em seus princípios;
  • Comunicação: comunique-se com as pessoas em uma linguagem que elas compreendam;
  • Comprometimento: tenha um profundo comprometimento com seu trabalho e seu propósito;
  • Acorde cedo: levante cedo e comece seu dia de maneira calma;
  • Gratidão: seja grato a todos aqueles que demonstram gratidão e apreço ao trabalho alheio;
  • Persistência: não desista. Não há obstáculo que você não possa negociar.
      Todavia fiquei fascinado só em pensar no quanto a Madre Teresa de Calcutá realmente construiu, como empreendedora, com as suas Missionárias da Caridade para dar apoio à sua causa na Índia e em numerosos países espalhados nos quatro cantos do mundo. É incrível pensar naquela mulher tão (aparentemente) frágil como uma executiva determinada e terminantemente decidida a levar adiante a obra internacional de caridade e ajuda aos pobres e doentes do mundo. Sim! Porque abstraindo a questão da fé se ela não tivesse sido uma gerente e uma líder absolutamente diferenciada e especial certamente não teria chegado a conduzir uma empreitada tão consistente e admirada.
      É uma grande "sacada" essa da canadense Ruma Bose de estudar Madre Teresa de Calcutá como uma CEO brilhante e uma executiva do mais alto nível. O livro certamente fará muito sucesso nos meios corporativos. Só espero que não seja uma daquelas publicações oportunistas e recheda de lugares comuns. Com certeza o lerei assim que for lançado no Brasil.
      Abaixo está a reportagem que a Veja publicou a respeito do tema (em outubro de 2010) onde apresenta um infograma com o resumo com "As lições de Gestão de Madre Teresa".


      http://images.weddingclipart.com/images/1/1221244303766_372/img_large_watermarked.jpg

      “Madre Teresa poderia ser presidente de empresa”

      Em "Madre Teresa CEO: Princípios Inesperados de Liderança Prática" a canadense Ruma Bose conta como a missionária construiu um império da filantropia

      Ana Clara Costa

      Pertencente a uma abastada família indiana, a canadense Ruma Bose, 37 anos, sempre teve fixação por Madre Teresa de Calcutá. Quando criança, as histórias que gostava de ouvir não eram as de contos de fadas. Ruma preferia que sua mãe lhe contasse os feitos da freira albanesa que, com sua extensa rede de filantropia, havia conseguido mudar a realidade de milhares de pessoas



      Ao completar 19 anos, Ruma decidiu passar um tempo na Índia trabalhando como voluntária para as Missionárias da Caridade de Calcutá, organização fundada por Madre Teresa. Não esperava que, além de lições de vida, também aprendesse a gerir uma empresa. “Madre Teresa tinha pulso firme, era metódica, organizada, uma líder nata. Poderia ser presidente de qualquer companhia do mundo”, conta a autora.
      A viagem aconteceu em 1992, mas só agora, 18 anos depois, Ruma decidiu expô-la ao mundo. O mercado editorial americano receberá em meados do ano que vem seu livro “Madre Teresa CEO: Princípios Inesperados de Liderança Prática”* (tradução livre), que traz lições da beata aos empresários. “Eu sentia que tinha a missão de mostrar para as pessoas a história de uma das organizações de maior sucesso do mundo. Todos só conheciam o lado social de Madre Teresa. Precisavam conhecer o lado empresária”, diz Ruma. (Clique nas palavras-chave e conheça os princípios de liderança)
      Números que impressionam – Quando se refere à organização filantrópica da missionária, Ruma não exagera. São mais de 600 missões em 100 países do mundo, que empregam mais de um milhão de pessoas, além da montanha de recursos financeiros arrecadados nos 62 anos de existência do projeto. “Madre Teresa era uma máquina de conseguir fundos. Era uma ótima relações públicas”, afirma.
      Apesar dos números chamativos, Ruma afirma que a missionária – beatificada em 2003 pelo Papa João Paulo II – não tinha apreço pelos holofotes, mas sabia usar seu carisma para atrair doadores. Segundo a autora, Madre Teresa tinha um pensamento objetivo e rígido; também no momento de aceitar doações. No entanto, ela se negava a aceitar dinheiro quando o doador queria publicidade em troca. “Quando estava lá, vi a organização recusar uma soma milionária de uma multinacional. Os empresários queriam poder divulgar ao mundo que estavam ajudando Madre Teresa. Ela se negou”, relembra.
      Para Ruma, o que diferencia a gestão de Madre Teresa de qualquer outra organização é a humildade. O fato de liderar uma rede de religiosas e centenas de voluntários em todo o planeta não fazia da missionária uma figura inacessível e ausente. “Ela atendia com atenção absolutamente todas as pessoas que queriam falar com ela, era querida por todos e conseguiu transformar seu projeto em algo gigantesco e perene, mesmo após sua morte. Poucos líderes conseguiram semelhante feito”, afirma a autora.
      Uma visão contrária
      Em 2003, o ensaísta britânico Christopher Hitchens desafiou o consenso em torno de Madre Teresa ao dizer que ela era “uma fanática, uma fundamentalista e uma fraude”.
      O trecho mais contundente do artigo, publicado pela revista eletrônica Slate, é o seguinte:
      “Madre Teresa não era uma amiga dos pobres. Ela era amiga da pobreza. Disse que o sofrimento era um dom divino. Passou a vida combatendo a única cura conhecida para a pobreza, que é dar às mulheres o controle de suas próprias vidas, e emancipá-las da reprodução ao estilo compulsório dos rebanhos. Ela também era amiga dos piores entre os ricos, tendo aceitado dinheiro sujo da atróz familia Duvalier, do Haiti (cujo governo ela elogiou) e de Charles Keating, da Lincoln Savings and Loan. Para onde foi esse dinheiro, e todas as outras doações que ela recebeu? Seu hospital primitivo em Calcutá estava tão depauperado no momento de sua morte quanto sempre estivera – ela mesma preferiu clínicas californianas quando ficou doente – e sua ordem religiosa sempre se recusou a tornar pública qualquer auditoria. Mas temos sua própria afirmação de que ela abriu 500 conventos em mais de cem países, todos com o nome de sua ordem. Desculpe-me, mas isso é modéstia e humildade?"
      *O livro "Madre Teresa CEO: Princípios Inesperados de Liderança Prática" ainda não tem previsão de lançamento em português. Nos Estados Unidos, seu lançamento está previsto para maio de 2011. Ruma Bose participou, como palestrante, do Fórum Global de Sustentabilidade do Festival SWU, em Itu (SP)

      http://www.motherteresacause.info/images/sari_up.jpg