27 de set. de 2020

Ponto e Vírgula! Acabe com a dúvida e aprenda agora.


Q
uem gosta e escreve textos por diletantismo - muitos blogueiros, por exemplo - volta e meia deparam-se com dilemas gramaticais e ortográficos. O uso do ponto e vírgula é um deles. Quando e como usar? 

Pessoalmente tive de pesquisar um pouco para aprender e depois que a gente fica sabendo surge aquela pergunta: por que não tinha visto isso antes? É tão simples!

Aqui no blog tenho procurado colocar sob a tag "Dicas de Português" os posts dessa categoria. A propósito, um deles com o título de "Àtoa", "À-toa" e "Atoa". Qual a diferença entre estas expressões? é um dos campeões de acesso. Isto indica que os leitores gostam de conhecer estas dicas.

Vamos, então, descobrir os segredos da utilização do ponto de vírgula? 


Quais as regras para usar o ponto e vírgula em um texto? 

(o texto abaixo foi compilado de várias fontes na internet) 

Por que estudar Pontuação? Apenas para ser aprovado em um concurso público? Definitivamente não. Por meio do estudo sintático prático, consegue-se chegar a um texto claro, coerente, lógico.

Já que estamos tratando de organização textual, como fazer o uso de “ponto e vírgula”?

Ponto e vírgula é o sinal de pontuação intermediário entre o PONTO e a VÍRGULA (daí o próprio nome); evite pensar apenas naquela definição “pausa mais forte que a da vírgula e menos que a do ponto”. Um caminho simples: responsável pela enumeração de orações, itens, termos. Pronto! Ponto e Vírgula é, essencialmente, ENUMERADOR. Vamos a alguns exemplos:

Primeiramente uma oração; depois, outra:
  • “Bolsonaro reúne-se com ministros; Trump, com secretários.”
  • “Em São Paulo, chove; em Goiás, faz sol.”
É interessante notar que o citado sinalzinho separa estruturas coordenadas (que não se dependem) já portadoras de vírgulas internas, pertencentes à mesma ideia. Tal recurso auxilia bastante a produção de textos argumentativos:
  • “Em algumas empresas é comum a liberdade de expressão; em outras, os empregados são mais comedidos."
A organização de simples enunciados enumerativos ocorre também por “ponto e vírgula”
  • “Nossos protestos preveem:
a) Respeito ao patrimônio público;
b) Humanismo;
c) Compromisso Social.”

Ponto e vírgula e dois pontos.

Há muita confusão entre o emprego correto do ponto e vírgula e dos dois pontos, uma vez que ambos podem ser empregados em situações semelhantes. No entanto, eles apresentam diferenças.

Enquanto os dois pontos marcam uma pausa no discurso apresentando uma explicação, exemplificação, síntese, enumeração e os discursos diretos, o ponto e vírgula marca uma pausa maior, sendo usado para separar orações e elementos numa oração.

 Ah! Pelo novo acordo ortográfico, a expressão “ponto e vírgula” não mais faz uso de hífen.


Nenhum comentário:

Postar um comentário