21 DE JULHO DE 2024 - DOMINGO - DIA INTERNACIONAL DO TRABALHADOR DOMÉSTICO



Bem vindo

Bem vindo

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR

sábado, 24 de junho de 2023

Listas de Habilidades (Skils) são... "Receitas de Bolo"? O que você acha?

 



💥💥💥

Discordo de artigos como este abaixo; mas resolvi trazê-lo ao blog para ilustrar um fator importante para quem queira seguir uma carreira de executivo. Discordo, em parte, porque acho superficiais essas listas de dicas e conselhos. Chamo de "receitas de bolo" tudo que possa ser considerado um menu de temas de habilidades (o nome da moda é "skills") para as carreiras profissionais nas selvas corporativas. 

Diversos autores de livros, palestrantes e personalidades desse universo vivem (literalmente) de produzir esses muitos "inventários" de autoajuda para quem queira ser chefe, ser líder, ser presidente... ser qualquer coisa. É uma profusão dessas... "receitas de tudo". 

Só para testar, fiz uma consulta no Google com o título "Listas de Habilidades Profissionais" e foram apontados nada mais, nada menos que, aproximadamente, 14.900.000 resultados (!!!). Que tal?

Vejam algumas dessas listas (clique nos links)

Longe de mim detratar esse ramo de atividade. Têm sua utilidade. Faço a crítica no sentido de destacar a vulgarização e superficialidade com as quais são apresentadas essas listas. 

Quando vejo esses "catálogos" de tantas habilidades que as pessoas devem possuir para obter sucesso em suas profissões ou seus objetivos fico aturdido. Também as chamos de "dicas para um superman profissional". Só um personagem dos "Vingadores" conseguirá cumprir todos os itens de uma listagem dessas.

Já frequentei muito essas listagens. Já segui muitos dos seus "conselhos" e não nego que me ajudaram bastante no início da carreira. Seja assim, faça isso e aquilo, não faça, não seja... Reconheço que têm sua utilidade, no sentido de uma identificação e auto reflexão dirigidas àqueles pontos específicos, mas são "facas de dois gumes". Podem ajudar, mas podem também, limitar as pretensões dos iniciantes na  formula 1 do mundo corporativo... e da vida.

Hoje, estão na moda as '"skills". Sabem qual é a tradução de skills? Simplesmente, habilidades, ou as "aptidões, o jeito e a destreza aplicados por cada pessoa em determinada tarefa" (Wikipédia). E aí virou febre. 

Passou-se a colocar nos currículos as "skills" que cada um acha deter em seu comportamento e/ou atitudes. E daí surgiram as "soft skills" e as "hard skills"*Enfim, é o que eu chamo de "dar nomes novos a coisas velhas". O ganho disso tudo, reconheço, é que as habilidades pessoais passaram a ser consideradas nos currículos, o que antes não o eram. 

Há vantagens nisso e há riscos também. As declarações em currículos são compromissos formais que devem ser atestados e as "skills softs ou hards" são pontos subjetivos e pessoais que só serão atestados na prática profissional. Imaginem alguém afirmar em currículo que tem liderança ou inteligência emocional? Como comprovar essas habilidades?

Todavia apresento uma dessas listagens. Artigo do Estadão, da sua seção "Carreiras". Gostei do título (abaixo), da abordagem e do texto curtinho e objetivo. Vale a leitura e as autoanálises que cada leitor fará de suas... skills para verificar se as tem para pleitear uma carreira de comando em sua empresa. Bom proveito.

* Clique aqui também para conhecer um pouco mais sobre as diferenças entre umas e outras.

💥💥💥

Segundo especialista, pequenas ações no dia a dia ajudam na construção da sua reputação como um futuro líder. Foto: wocintechchat/unsplash

Você quer crescer na carreira e assumir um cargo de chefe no trabalho? Ninguém nasce pronto para isso, mas é possível aprender e aprimorar as habilidades necessárias para se tornar um bom líder. Embora algumas pessoas tenham traços de personalidade que facilitem o desenvolvimento dessas competências essenciais, o verdadeiro potencial de liderança está na capacidade de aprender, adaptar-se e estar sempre atento às mudanças do mundo.

Bruno Andrade, especialista em Liderança e Comportamento Organizacional, diz que independentemente de suas características iniciais, é possível desenvolver suas habilidades de gestão, comunicação e delegação de tarefas por meio de preparação adequada e adoção de uma abordagem estratégica desde cedo.

Em entrevista ao Estadão, o professor da Saint Paul Escola de Negócios, compartilha quatro passos para aprimorar suas habilidades e criar um plano de desenvolvimento.

Confira como ser promovido e se tornar um executivo de destaque:

1. Escolha líderes de referência que o inspirem

Analise em profundidade o que eles fazem de diferente e por que são considerados bons líderes. Pense em quais líderes você admira e o que eles fazem de forma distinta que chama sua atenção.

Essa é a primeira pista para identificar características como a habilidade de comunicação, tratamento humano com as pessoas, seriedade e firmeza combinadas com empatia.

Isso pode servir como um indicativo dos pontos que você estabelece como metas de desenvolvimento, explica Andrade.

2. Encontre um mentor

Outra dica importante é buscar um mentor ou mentora. Existem muitas pessoas disponíveis que desejam ajudar aqueles que estão em processo de desenvolvimento profissional, então não hesite em pedir ajuda.

Se você não tiver acesso a alguém da lista de líderes que deseja, pode pensar em alguém do seu cotidiano que o auxilie no seu crescimento. Essa pessoa deve ter experiência e ser uma rede de apoio para você tirar suas dúvidas e se desenvolver.

3. Busque uma formação

Busque uma formação em liderança. “Você não precisa esperar se tornar um líder para começar a adquirir conhecimentos sobre o tema”, recomenda o professor.Com o ensino a distância, existem diversas opções de cursos e programas de pós-graduação disponíveis, tanto de curta duração como mais abrangentes, focados em gestão e aspectos mais técnicos.

Esses cursos o ajudam a identificar o seu estilo de liderança e trazem mais conhecimento técnico para quem quer comandar equipes.

4. Não espere conquistar a medalha sem percorrer a maratona

Na maior parte das vezes, as pessoas reconhecidas como líderes já demonstram traços e comportamentos de liderança em seu dia a dia no trabalho. Eles colaboram com diferentes áreas, influenciam informalmente as pessoas ao seu redor e são conscientes do impacto que causam.

Essas pessoas se preocupam com a mensagem que estão transmitindo e frequentemente demonstram interesse por atividades além das suas responsabilidades operacionais.

De acordo com Andrade, são elementos do seu dia a dia que caracterizam uma pessoa com perfil de liderança.

“Quando você olha além do seu trabalho, sabe colaborar e participa ativa e espontaneamente de atividades importantes da empresa, tudo isso vai contar para sua reputação como um futuro líder”, conclui.

 Clique aqui se desejar conhecer o artigo no site de origem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.