quinta-feira, setembro 16, 2021

Pais de jovens e adolescentes, conheçam o "Pode Falar" - Excelente iniciativa da UNICEF.



 
Trago à Oficina de Gerência, a título de campanha humanitária e informação qualificada, o conhecimento do canal "Pode Falar", na Internet

A melhor apresentação do que seja o "Pode Falar" encontrei no texto abaixo, em um site de Tocantins, cujo link está ao final da matéria.

Achei a iniciativa extraordinária, porquanto dirigida a jovens - dos 13 aos 24 anos - que terão, com acesso fácil, seguro e anônimo na Internet, canais variados para se expressar e conversar com especialistas em ajuda psicológica  e saúde mental, nestes tempos tão difíceis para eles e para os pais.

A Oficina de Gerência não é um blog dirigido a jovens e adolescentes, mas entrou nessa campanha, na esperança de chegar aos pais, amigos e parentes desse segmento da sociedade tão vulnerável às ameaças trazidas pela vida de adultos (que estão prestes a enfrentar), entre as quais despontam o suicídio, a depressão, a violência social...

Infelizmente não tenho percebido campanhas de publicidade que fizessem jus a uma iniciativa tão nobre, nas diversas mídias (TVs, rádios, redes sociais, jornais e revistas). O "Pode Falar" existe desde 9 de fevereiro e é triste ver que nesse tempo todo, não tem o devido conhecimento do grande público. 

Convido-os, pois, a conhecer o "Pode Falar" e espero que, como eu, fiquem encantados pela sua proposta.

"Com o objetivo de incentivar adolescentes e jovens com idades entre 13 e 24 anos a preservar a saúde mental durante a pandemia de Covid-19, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançou o canal “Pode Falar”, uma plataforma voltada para o atendimento, de maneira anônima e gratuita, de usar o canal para buscar ajuda e assim manter a saúde psicológica."

"O mês de setembro é dedicado a prevenção ao suicídio e preservação da saúde mental. A iniciativa da UNICEF e suas parceiras, possibilita aos adolescentes e jovens acesso fácil a assistência psicológica amparando os que adquiriram problemas e também auxilia nos cuidados daqueles que estão enfrentando obstáculos que podem afetar a saúde mental."

“A importância de disponibilizar atendimento gratuito para que todos os adolescentes e jovens tenham fácil acesso a assistência psicológica é importantíssima. Falar sobre saúde mental com esse público é estimular o hábito do autocuidado, dessa forma prevenindo problemas com a saúde que afetem diretamente a vida dessas pessoas”.

A plataforma foi criada em parceria com organizações da sociedade civil, com o governo, setor privado e pessoas engajadas pelos direitos de crianças e adolescentes, sendo dividida em três etapas. Na primeira intitulada, “Quero me cuidar”, os usuários que acessarem o canal poderão receber vídeos, guias e manuais com orientação para o autocuidado. A segunda sessão, “Quero me inspirar”, permite participar de um processo colaborativo entre pares de dicas sobre como ficar bem; na terceira, “Quero falar”, os adolescentes podem receber atendimento humano de escuta qualificada, oferecido por organizações parceiras."

"Além do atendimento virtual, o canal também conta com depoimentos de adolescentes e jovens que enfrentaram situações difíceis e ainda assim conseguiram superar seus problemas." (Texto extraído e adaptado do site surgiu.com.br)

Vejam abaixo o vídeo de apresentação do Pode Falar:


Continuando o post, apresento uma série de imagens que vão propiciar as informações de proposta e funcionamento dessa notável iniciativa da UNICEF e mais uma série de entidades sociais de renome e credibilidade:












Agora é só clicar em Podefalar.org.br e começar a participar dessa campanha divulgando para suas comunidades, redes e grupos, a existência dessa iniciativa para ajudar jovens e adolescentes que estejam com problemas, a enfrentá-los de forma segura, anônima e especializada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário