Setembro Amarelo

Setembro Amarelo

sábado, março 27, 2021

Palestrante, expositor ou conferencista? Quem você deseja ser?


Já se encontrou na posição de ter que enfrentar uma plateia para fazer uma exposição, uma palestra? No caso de ainda não ter passado por essa marcante experiência e tenha pretensões de ocupar posições de destaque dentro da sua carreira, aconselho que busque de preparar e até procure oportunidades para estar ali, no palco, dando seu recado sobre os assuntos da sua especialidade ou domínio.

A habilidade de falar em público é uma competência cada vez mais exigível para alicerçar uma carreira bem planejada. Atualmente, com o advento da pandemia, as reuniões on line, por videoconferências, novas técnicas de se expressar em público e novas posturas corporais foram desenvolvidas. É preciso estar atento a elas.

Entretanto, os pontos básicos para se haver com sucesso em apresentações, conferências, discursos e palestras são tão antigos quanto as mais antigas civilizações e permanecem imutáveis desde os tempos imemoriais.

São famosos, na história das civilizações, os oradores que nas suas épocas deixaram suas marcas, mudaram a história, provocaram guerras e construíram a paz. Só para citar alguns: Péricles, Cícero, Júlio César, Sócrates, Demóstenes entre os antigos; Gandhi, Martin Luther King, Nelson Mandela, Barak Obama e John Kennedy.  Entre os brasileiros, destaque entre muitos outros para Rui Barbosa, Getúlio Vargas, Joaquim Nabuco e Ulisses Guimarães.

A grande verdade sobre o ponto comum dos grandes oradores – famosos ou não – é que entre dois profissionais de carreiras e currículos semelhantes, aquele que terá maior valor de mercado é o que domina melhor as técnicas da oratória. E são muito raros; por isso são muito requisitados como palestrantes e conferencistas que reúnem plateias numerosas e – paralelamente às suas profissões – também fazem carreira sendo muito bem remunerados por suas apresentações que reúnem numerosas palestras para vê-los e ouvi-los.

Na internet Há uma infinidade de livros, artigos, vídeos e cursos sobre a arte de comunicar e falar em público. Mas isso não basta. Para quem pretende navegar por esses mares é importante observar muito os métodos dos apresentadores que lhes estejam disponíveis para estudar. É preciso também vencer o medo natural de enfrentar uma exposição em público e muitas outras técnicas.

Mais importante, não perder oportunidades de falar em público a partir dos pequenos eventos tais como aniversários, reuniões sociais, comemorações e outros. Arrisque sempre, se quiser saber se tem o dom e o quanto precisa aprender e se desenvolver para chegar aonde queira como palestrante, orador ou apresentador.

Para ilustrar o post transcrevi abaixo o artigo de um palestrante muito famoso, autor de livros best sellers e que conhece muito das técnicas de apresentações em público. Falo sobre Roberto Shinyashiki , que dispensa apresentação.

Boa leitura e bom proveito

Clique aqui para visitar o site


10 dicas sobre o que você deve fazer nos 15 minutos antes de dar uma palestra - Roberto Shinyashiki*

Tenho recebido muitos e-mails pedindo para ajudar a fazer uma boa palestra, então aqui vão aqui algumas dicas praticas para fazer isso ainda hoje.

1-Use o banheiro.

Ter vontade de ir ao banheiro quando você normalmente não necessitaria é uma reação comum da ansiedade e do nervosismo pré-palestra. Então, por que arriscar? Vá ao banheiro antes.

2-Verifique a sala de palestra e a estrutura audiovisual.

Como palestrante, conheça o ambiente, incluindo os assentos disponíveis, os aparelhos eletrônicos necessários para a apresentação, microfone e iluminação. Chegue à sala mais cedo e fique confortável com a estrutura.

3-Encontre e cumprimente a audiência antes de falar.

Aperte mãos e fale com o máximo de pessoas possível antes da apresentação. Você pode até aprender alguns nomes, questões e histórias para mencionar em sua apresentação.

4-Dê várias respiradas profundas.

Não subestime o poder de uma longa e lenta respiração profunda. Como a ansiedade aperta os músculos do peito e da garganta, é importante diminuir esse efeito com inspirações profundas. Então, nos momentos que antecedem sua apresentação, respire profunda e deliberadamente.

Clique aqui e conheça-os


5-Pratique o primeiro minuto da palestra, em sua mente.

O que for que você esteja planejando para dizer no começo para atrair a atenção do púbico – seja uma citação engraçada, uma história pessoal ou uma estatística surpreendente – pratique as primeiras frases várias vezes, mentalmente. Saber exatamente como você vai começar te dá confiança e permite criar uma primeira impressão poderosa.

6-Concentre-se em pensamentos e imagens positivas.

Você pode aprender a usar seus pensamentos para influenciar positivamente as respostas físicas de seu corpo, Como resultado, você pode diminuir o estresse e aumentar o senso de controle e bem-estar, somente por manter pensamentos e imagens positivas em sua mente.

Mantenha uma expressão positiva e agradável em seu rosto nos momentos em que antecedem sua palestra. Sorrir relaxa seu corpo, acalma os nervos, cria uma atitude agradável e promove um senso de bem estar. Além disso, sorrir transmite confiança e convicção.

8-Beba água morna, ou com a temperatura do auditório, se possível com limão.

Isso evita o ressecamento da boca e limpa a garganta. Evite comidas e bebidas frias, produtos de laticínios e bebidas gasosas – e tenha um copo ou garrafa d’água ao alcance de seu braço, durante a palestra.

9-Exercite-se levemente.

Em um ambiente privado, antes da palestra faça um alongamento leve, dobre o joelho algumas vezes, ou caminhe rapidamente ida e volta no corredor. Isso livra o corpo do excesso de energia e envia oxigênio ao cérebro.

10-Assuma uma posição em pé, nos cinco minutos antes da palestra.

Nos cinco minutos que antecedem a sua palestra, fique em pé. A posição sentada é estática, passiva, e inativa. Em pé, você concentra energia, dá ao seu corpo a chance de aquecer e coloca você mesmo em uma postura pronta para a ação.

Enfim:

A maioria dos palestrantes, iniciantes e veteranos, admitem que ficam nervosos nos momentos que antecedem uma palestra ou apresentação. Isso é supernatural. E isso é bom, porque a adrenalina abastece o corpo com a energia e o entusiasmo necessários para uma ótima performance.

Então, não desperdice aqueles preciosos minutos antes da sua apresentação. Use cada momento para se preparar mental e fisicamente para passar bem o seu recado e estimular a plateia a partir para a ação que vai mudar a vida dela.

Espero que estas dicas acalmem a sua ansiedade e já ajudem na sua próxima palestra. Pratique esses conselhos. Como sempre, continuo torcendo pelo seu sucesso!

Um grande abraço.

*Roberto Shinyashiki é empresário, palestrante e Doutor em Administração de Empresas, pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP) (www.shinyashiki.com.br).

Abaixo, para quem tiver curiosidade coloquei alguns links sobre os tema do post;

Nenhum comentário:

Postar um comentário