15/10 - DIA DO PROFESSOR

15/10 -  DIA DO PROFESSOR
O Dia dos Professores é comemorado no Brasil anualmente em 15 de outubro. A data foi criada para homenagear esses profissionais que dedicam suas vidas à transmissão do conhecimento e ao desenvolvimento da educação no nosso país. Trata-se de um feriado escolar e não faz parte do calendário oficial como feriado nacional ou ponto facultativo. Portanto, é prerrogativa das escolas não ofertarem aula neste dia. O dia 15 de outubro foi escolhido para comemorar o dia do professor, pois em 15 de outubro de 1827, Dom Pedro I, Imperador do Brasil, decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil (do qual chamou “Escola de Primeiras Letras”), e através deste decreto todas as cidades deveriam ter suas escolas de primeiro grau. A comemoração começou em São Paulo, onde quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para celebrar esta data, e também traçar novos rumos para o próximo ano. Esta data foi oficializada nacionalmente como feriado escolar através do Decreto Federal nº 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto define a razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia dos Professores, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias". A nível internacional, o Dia Mundial dos Professores é celebrado anualmente em 5 de outubro.

sábado, novembro 28, 2020

Ambição ou Ganância - Conheça a diferença.


Ser ambicioso é uma qualidade? É um defeito? 

Na nossa cultura ter ambição é aceitável, mas a sociedade rejeita quem se identifica como ambicioso. Pode isso?

Não serei eu a explicar as razões dessa charada. Quem nunca ouviu a expressão "Ele tem a ambição de ser o diretor", em tom de elogio? Da mesma forma ouviu também "Ele é muito ambicioso", com a inflexão de crítica? É estranho que alguém seja aceito por ter ambição e seja criticado por ser ambicioso. Não tenho resposta para isto e farei como o João Grilo no Auto da Compadecida: "Não sei, só sei que foi assim!".

E o que falar de ganância? Esse sim, não tem meio termo. Ganância e ganancioso não são coisas bem aceitas pela sociedade. Para piorar as coisas, no cristianismo, a ganância é identificada como avareza e incluída na lista dos Sete Pecados Capitais. Não tem apelação, ganancioso é um termo pejorativo.

Mas porque a ambição é confundida tantas vezes com a ganância? Será que tem sentido? É exatamente isso que o artigo abaixo, extraído do site Administradores.com e autoria citada, vai esclarecer para o leitor da Oficina de Gerência.

Ao final do post ainda indiquei um link para - quem estiver interessado - direcionado para u outro site que trata do mesmo tema.

Boa leitura.

 


Você sabe a diferença entre ambição e ganância?

Para termos resultados mais sustentáveis no mundo corporativo, empresarial, pessoal e familiar, é fundamental sabermos diferenciar o que é ambição e o que é ganância. Isso faz toda a diferença!

Marcelo Correa MedeirosMarcelo Correa Medeiros (clique no link)
  

É natural e até saudável, termos ambições na vida, nas mais diversas áreas. 

o desejo de melhorar em todos os aspectos da nossa vida, é o que nos move a seguirmos em frente, a estabelecermos um processo de aprendizado constante e melhoria contínua, e isso é muito bom!  

Mas, nessa “corrida” rumo ao tão sonhado “sucesso”, em que ponto deixamos de ser ambiciosos para nos tornarmos “gananciosos”? Qual é o limite onde a ambição, passa a se tornar ganância? 

Se pesquisarmos sobre o significado dessas duas palavras, em diversas fontes, podemos chegar às seguintes definições: 

Ambição: obstinação intensa para conseguir determinado propósito; vontade de alcançar sucesso; pretensão. Expectativa em relação ao futuro, aspiração, determinação, vontade. 

Ganância: vontade de possuir tudo que se admira para si próprio. É a vontade exagerada de possuir qualquer coisa. É um desejo excessivo especialmente por dinheiro e poder, podendo levar as pessoas a corromper terceiros e se deixar corromper, manipular e enganar, chegando até ao extremo de tirar a vida de seus desafetos. Muitas vezes é confundida com ambição. 

Pelas definições acima, podemos tirar algumas considerações:

 - Ambição é uma atitude positiva, que nos impulsiona para a ação, para sairmos da zona de conforto e irmos além, na superação das nossas limitações, é algo bom e positivo, é a determinação imprescindível para quem desejar ser um bom líder, por exemplo; 

- Ganância é a atitude de conquistar o que se deseja a qualquer preço, a qualquer custo, mesmo que para isso tenha que passar por cima de tudo e de todos, seja de forma direta ou indireta, utilizando-se da dissimulação e manipulação. 

No Brasil especialmente, a ideia que se tem de ambição é geralmente negativa, considerando que as pessoas, também em geral, não conhecem o seu real significado e nem a distinção entre ambição e ganância. 

Em muitos países essa distinção é mais clara, fazendo parte da cultura nacional, onde ser ambicioso é algo elogiável, natural. E aí todos ganham e prosperam. 

Já no Brasil, podemos observar que a ganância é praticada em larga escala, nas mais diversas áreas, desde o ambiente corporativo até os mais altos escalões da política nacional. E aí apenas alguns ganham, mas no final todos saem perdendo. 

Muitas pessoas podem argumentar: “mas e como lidar com os concorrentes gananciosos?” A resposta é: ter estratégia, planejamento, atitude positiva, melhorar, crescer, aprender e ir além. A concorrência deve ser encarada como algo que nos impulsiona, que nos provoca para crescer, melhorar. Deve funcionar como um “combustível”, para alçarmos voos maiores, para produzirmos mais e melhor. 

Fica como reflexão, o seguinte questionamento: será que não está na hora de começarmos a mudar a nossa “cultura”, de sermos mais ambiciosos e menos gananciosos?

Com certeza essa mudança de atitude, de cultura, traria muitos benefícios para todos nós, para o país de um modo geral, na economia, na política, na gestão empresarial e em todos os aspectos da nossa vida.


Para ilustrar o artigo acima, consegui "descobrir" na internet o quadro (abaixo) resumindo as características e diferenças entre os comportamentos de quem esteja enquadrado nos perfis da Ambição ou da Ganância.

👇

Arte (Foto: Natália Durães/Época)

Clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário