terça-feira, novembro 24, 2020

Você é bom de abreviaturas?

As abreviaturas fazem parte das vidas de todos os cidadãos existentes no planeta; e desde tempos imemoriais. Seja no Brasil ou em qualquer parte do mundo.

Com certo exagero direi que já nascemos sob a marca de pelo menos uma abreviatura - CPF; e pelo resto de nossas vidas seremos perseguidos por elas. Alguns de nós têm até seus nomes transformados em abreviaturas do tipo Paulo César é PC ou Júnior é JR. Não nos esqueçamos que os romanos colocaram na Cruz do Calvário a abreviatura INRI (clique no link para lembrar).

No plano corporativo - principalmente na administração pública - as abreviaturas inundam os documentos; nos meios científicos e acadêmicos então nem se fala! Atualmente, com o advento das redes sociais as abreviaturas passaram a ser uma espécie de dialeto. Enfim, as abreviaturas foram, são e sempre serão parte da cultura de nossa espécie. 

Pensando nisso trouxe ao blog um artigo transcrito do site InfoEscola que, entre outros existentes no Google (8.210.000 resultados) respondem à pesquisa do termo "Abreviaturas".

Estejam à vontade para, doravante, entender melhor essas criaturas exóticas, que nos cercam de todos os lados, conhecendo certas regras para formá-las e até se arriscarem a construir algumas abreviaturas pessoais. Por exemplo, o meu nome é Herbert Drummond, como acham que alguns dos meus amigos me tratam? Um prêmio para quem descobrir.


abreviatura consiste em representar, de forma reduzida, certas palavras ou expressões. Geralmente, ele termina com um ponto final abreviativo, que é o sinal que indica a redução da palavra.

Com o avanço das comunicações e com o uso da internet, o ritmo em que acontecem as modificações na vida cotidiana, em relação a tudo, é bem acelerado e, consequentemente, essas alterações refletem na comunicação, pois surge uma necessidade da língua de acompanhar esse dinamismo todo. E, a partir daí, as abreviaturas foram construídas. Elas aparecem em chats, e-mails, mensagens, bilhetes.

Abaixo, alguns exemplos mais usados:

Geralmente, as pessoas abreviam as palavras aleatoriamente, de qualquer maneira, conforme os exemplos acima. Mas, na regra geral, para fazer uma abreviatura de maneira correta, a primeira sílaba deve ser colocada junto com a primeira letra da segunda sílaba, seguidas do ponto abreviativo. Por exemplo:

  • Século – séc.
  • Administrativo – Adm.
  • Feminino – Fem.
  • Adjetivo – Adj.
  • Brasileiro – Bras.

Além dessa regra, é preciso ficar atento com os pontos abaixo:

Quando a segunda sílaba começar por duas consoantes, as duas farão parte da abreviatura. Exemplo:

  • Construção – constr.
  • Estrada - estr.

Acento: quando estiver na primeira sílaba, deve ser preservado. Exemplo:

  • século – séc.
  • número – núm.
  • página – pág.

Ponto final: o ponto abreviativo tem o valor de ponto final, também. Então, se a abreviatura estiver no final da frase, não tem necessidade de colocar outro ponto final. Exemplo:

Na loja vendia blusas, casacos, cachecóis, etc.

Abreviatura por contração: quando se elimina as letras no meio da palavra. Exemplo:

  • Bacharel – Bel.
  • Coronel – Cel.
  • Companhia – Cia.
  • Limitada – Ltda.

Algumas palavras, não seguem a regra geral, mas são aceitas pela gramática normativa, como:

  • Pago – pg.
  • Caixa – cx.
  • Apartamento – Apto.
  • Ilustríssimo – Ilmo.
  • Professora – Profa.
  • Antes de Cristo – aC.
  • Versículos – vv.

Uma outra maneira de abreviar as palavras é por meio das siglas, elas são formadas pelas letras iniciais e é um tipo de processo de formação de palavras, já que tem um significado próprio. Exemplos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário