18/5 - Dia Nacional Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

18/5 - Dia Nacional Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

sábado, 2 de abril de 2022

DNA de líder... Você acredita nisso?




DNA de líderes existe?

Não gosto muito de escrever artigos sobre líderes e lideranças porquanto é tema, pelo menos 80%, de tudo que se concebe na literatura voltada para o universo dos comportamentos corporativos.

No Google são 31.500.000 links para todos os gostos e mais uma vasta literatura à disposição dos líderes e candidatos respectivos.

Alguns poucos links captados aleatoriamente:

·    Líder e liderança: entenda a diferença (prática) entre os termos

·    Liderança: O que é, tipos e atribuições

·    Treinamento de Lideranças - Acelere líderes e Talentos

E algumas imagens de livros disponíveis no mercado:

Me perguntei então, ”que diabos estou querendo dizer mais do que o que já existe sobre o tema?”. Depois pensei, porque com tanto material existente o mercado continua lançando novos títulos; consultores continuam sendo convidados para palestrar; o YouTube tem outros milhões de vídeos e visualizações sendo visitados diariamente?

Minha resposta é “simples assim”:

·         Líderes e lideranças são temas inesgotáveis e tão complexos quanto o são as pessoas que os incorporam “desde que o mundo é mundo”.

Dito isso e pesquisando na internet e nos meus arquivos implacáveis, descobri um artigo com o viés um tanto diferente com o título “Como se treinar para ser um grande líder”.

Li e gostei.

Na verdade o artigo veio ao encontro de um subtema do assunto que é saber de se as pessoas, nascem com o DNA de líder ou aprendem ao longo das suas carreiras e oportunidades?

Pergunta velha não é mesmo? Mas até hoje não respondida.

Dou a minha visão da coisa. Acho que ninguém nasce líder. As pessoas tornam-se líderes. Como? Modus in Rebus existem fatores facilitadores e outros dificultadores. Exemplos de facilitadores:

· Classe social: as pessoas nascem nas esferas sociais mais elevadas e têm oportunidades de vida mais privilegiadas (educação social superior, família com sustentação financeira e melhores colégios e universidades)

· Determinação Pessoal: pessoas que independente da classe social e outros fatores similares criam seus objetivos e enfrentam as dificuldades – sejam quais forem – com foco, resiliência e fortaleza para vencê-las.

·  Personalidade Diferenciada -Não se importam com a opinião de terceiros. São diferentes no trato, são humildes por natureza, têm o dom da empatia, presença de espírito, sabem fazer amigos e são gratos àqueles que o ajudam.

·  Lealdade acima de tudo – desenvolvem um senso de lealdade objetiva com a equipe e defendem seus comandados custe o que custar.

·  Gostar de gente – é o facilitador mais importante. Os líderes gostam das pessoas de forma límpida, aberta e dedicada. Sabem ouvir, querem resolver os problemas pessoais do seu time e se envolvem 1005 nas alegrias e tristezas.

Poderia ficar aqui explorando os facilitadores e são muitos mais, mas acho que já deu para dar uma ideia que ser líder é algo que começa cedo ainda na infância, sim, mas vai sendo desenvolvido passo a passo, crescendo junto com a pessoa e acompanha-a até o final da vida.

Concluindo, DNA de líder é uma figura de linguagem.  Com a experiência que tenho em liderança (muitos anos) acredito que um líder vai se construindo desde a infância, mas não por causa de DNA.  É um processo permanente de evolução profissional e de personalidade, de oportunidades aproveitadas e de amar essa condição. 

Vamos para o artigo? 

 

Clique aqui para visitar a home page

Como se treinar para ser um grande líder

Não existem muitas pessoas que nascem líderes. A maioria dos líderes assume a responsabilidade de treinar-se para ser eficaz. Seja aprendendo com a sabedoria dos outros ou obtendo conhecimento e perspectivas a partir da experiência pessoal, tornar-se um líder mais eficaz diz respeito ao que você faz, não o que sabe.

Aqui estão cinco coisas que você pode fazer para treinar-se para ser um grande líder:

1. Mantenha as promessas.

Nunca faça promessas que não tem certeza de que pode manter. Nada destrói a sua credibilidade mais rápido do que uma promessa quebrada ou expectativas não cumpridas.

Manter promessas às vezes pode ser um desafio, ou até mesmo ser doloroso. Este compromisso vai desenvolver a disciplina e integridade. Pratique com os seus filhos, assim como com seus colegas.

2. Vista-se para influenciar.

Não se vista para impressionar, se vista para influenciar. Isso significa ter certeza de que sua aparência é consistente com a sua marca pessoal e profissional.
Comece perguntando a si mesmo como um líder com suas aspirações deve aparecer para os outros.

E não limite a aparência apenas a você mesmo. Aplique o conceito à sua empresa. A Butler Amusements, uma empresa de parques de diversões da Califórnia, sempre se orgulhou em ter os caminhões mais limpos do negócio e construiu uma marca em torno do slogan: “O Show mais Limpo do Ocidente.”


3. Trate sua equipe como você espera que eles tratem os clientes.

Pedir a sua equipe para ser cordial com os clientes, e ser um idiota com eles é incongruente e hipócrita. Ser o líder não lhe dá um passe livre para satisfazer seus instintos animais. A maneira como você trata as pessoas é um barômetro para todos em sua equipe.

Robert Greenleaf cunhou o termo “liderança servidora” em 1960. Não se trata de ser servil, mas de encontrar formas de apoiar os seus funcionários para que eles possam se tornar bem sucedidos. Pergunte periodicamente: “O que posso fazer para ajudar?”

4. Mostre seu compromisso com o crescimento pessoal.

Em última análise, existem apenas duas maneiras para crescer o seu negócio: desenvolver-se sozinho e desenvolver a sua equipe. Conforme você e sua equipe melhoram, melhoram também os níveis de serviço, eficiência operacional e tudo mais.

A Suncoast Coffee Service é uma pequena empresa de 20 funcionários com sede em Tampa, Flórida. Os fundadores pagam aos funcionários para ler livros que beneficiam tanto suas vidas pessoais quanto profissionais. Através do programa de leitura da empresa, chamado “Fazendo as pessoas melhor”, os livros são distribuídos para os funcionários, juntamente com um prazo para a leitura. Os funcionários têm aproximadamente um mês para ler o livro e recebem $ 50 após completar. No final do mês, os empregados reúnem-se para discutir o livro.

5. Pergunte ao invés de esperar por feedback.

Alguns líderes reagem ao feedback não solicitado como crítica e perdem uma oportunidade de aprender. No entanto, esperar que seus funcionários se tornem corajosos o suficiente para lhe oferecer feedback é uma proposta arriscada. Não pergunte aos funcionários o que eles gostam ou não gostam sobre você. Você vai ter melhor informação, perguntando: “Em sua opinião, o que eu poderia fazer para se tornar um líder mais eficaz?”

Dê ouvidos ao comportamento aplicável. Se alguém diz que você seria mais eficaz se comunicando de forma mais clara, peça um exemplo quando você não o fez, então você vai entender o que ele quis dizer.

Qual dessas ações você vai tomar primeiro para treinar-se para ser um líder melhor?

Autor: Mark Sanborn
Artigo publicado originalmente no site da revista Entrepreneur

Nenhum comentário:

Postar um comentário