22 DE FEVEREIRO DE 2024 - 5ª FEIRA - DIA INTERNACIONAL DO MAÇOM

FRASE DO DIA

FRASE DO DIA

FRASE COM AUTOR

FRASE COM AUTOR
Pensamentos Maçônicos

quinta-feira, 29 de junho de 2023

Narcisista, você conhece algum? Aprenda como conviver com ele.

 


Seguramente qualquer de nós já convivemos, conheceu ou se relacionou com pessoas que apresentavam características narcisistas. 

Algum problema? Não, se - sempre tem um "se" - não tivermos que manter um relacionamento "obrigatório", do tipo colega de trabalho, amigo próximo ou namorado(a). Se não for... digamos, convivência inevitável, é suportável.

O "Transtorno de Personalidade Narcisista" é grave. Precisa de tratamento psicológico, todavia não é o objeto de nosso post. O que vamos abordar aqui é o "narcisismo não clínico". Curioso é que a "bibliografia do Google" (17.800.000 links) não trata desses tipos de narcisos. É do tipo tudo ou nada, senão vejamos os links claramente preconceituosos:
  • Como conviver com um narcisista?
  • O que o narcisista não suporta ver?
  • Como um narcisista trata sua esposa?
  • Como desarmar uma pessoa narcisista?
E - surpresa! - não há sinônimos para a palavra. Se alguém encontrar algum que traduza o termo, agradeço o envio nos comentários. No site "Sinônimos" (o mais procurado) encontrei "quais características do narcisista" e para confirmar o preconceito vejam algumas que foram listadas: pedantismoempáfia,  imodéstiaesnobismo

Como no comportamento humano, não existe o "tudo ou nada". Existe, sempre, o meio termo; assim também, temos os "narcisos não clínicos".  São aqueles que gostam frequentemente de se autoelogiar; são presunçosos sim, mas não tanto; exageram nos seus méritos, mas sem demonstrar invejas ou seja são inofensivos socialmente e para si mesmos. Nada comparado àqueles portadores do TPN (veja abaixo) 👇


Dito isso, apresento um vídeo interessantíssimo, com a qualidade da Harvard Business Review, exatamente sobre o narcisismo... digamos, inofensivo socialmente. O vídeo está em inglês, mas facilmente traduzível pelo recurso das "legendas" nas suas configurações*. Vale a pena o pequeno esforço para fazê-lo.
* Nas configurações clique em legendas - legendas geradas automaticamente - traduzir automaticamente - escolher português.

Com certeza essa "produção" da Oficina de Gerência vai ajudar os seus leitores a conhecer um pouco mais sobre essas pessoas, diferentes, que comumente cruzam nossas trajetórias profissionais, sociais e familiares .

O apresentador - Tomas Chamorro-Premuzic é um psicólogo consagrado e especializado em perfis profissionais. Muito boa a apresentação.  

Bom proveito.

✅✅✅

Social Media Has Made Us Narcissists — But There Is a Cure
(A mídia social nos tornou narcisistas - mas há uma cura)
(16.154 visualizações )

Aqui está uma rápida autoavaliação para descobrir se o seu ego está desapegado das realizações reais.

Aqui estão algumas perguntas normalmente usadas em pesquisas para avaliar o narcisismo não clínico:

  • O que é narcisismo?
  • Por que parece que existem tantos narcisistas hoje?
  • É por isso que parece que todo mundo quer ser famoso?
  • Vimos a “Kardashianização” do sucesso.
  • O que posso fazer para combater os efeitos do narcisismo digital?
  • É difícil melhorar em qualquer coisa se você acredita em sua própria auto-estima.

O psicólogo de negócios Tomas Chamorro-Premuzic* diz que houve um aumento alarmante na porcentagem de jovens adultos que esperam se tornar famosos, e a maioria deles está fadada à decepção. Felizmente, existe uma maneira bastante direta de combater o narcisismo.

✅✅✅

* Tomas Chamorro-Premuzic é diretor de inovação do ManpowerGroup, professor de psicologia empresarial no University College London e na Columbia University, cofundador do deepsignals.com e associado do Harvard’s Entrepreneurial Finance Lab. Seu último livro é “I, Human: AI, Automation, and the Quest to Reclaim What Makes Us Unique”  (“Eu, humano: IA, Automação e a Busca para Recuperar o Que Nos Torna Unicos

✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅✅

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido você, caro leitor, a se manifestar sobre os assuntos postados na Oficina de Gerência. Sua participação me incentiva e provoca. Obrigado.