9 de dez de 2011

A foto da jovem Dilma Roussef sendo interrogada é a imagem da coragem contra a covardia.

A
cho que essa é a foto histórica mais expressiva que eu já tive oportunidade de ver nos últimos tempos.
Todo mundo que vive de olho na internet já deve conhecê-la. A jovem Dilma Roussef, militante ativíssima dos movimentos que combatiam o governo militar do Brasil, está na frente dos seus algozes.
Ela altiva, cabeça erguida, olhar firme, nariz empinado e expressão atrevida e eles com o rosto escondido nas mãos. A foto é clara e impõe uma única pergunta: - Quem está com mêdo?
Certamente não é a jovem militante que está sendo interrogada e segundo as informações após 22 dias de severas sessões de torturas.
Uma imagem com essa força provoca muitas reflexões. Dessas eu me lembrei de um depoimento que a então ministra Dilma, depondo em uma comissão do Senado, respondeu  a uma provocação do Senador Agripino Maia que lançou-lhe uma "pegadinha" ao perguntar se ela não estaria mentindo ali, no momento em que se explicava ao Senado, visto que já declarara antes que mentira durante os interrogatórios dos militares. O Senador perguntou na bucha se ela, Dilma Roussef, tinha o hábito de mentir.
http://www.senado.gov.br/noticias/inc/multimidia/verImagem.aspx?codImagem=108968Resposta da futura presidente da República Dilma Roussef emocionou a todos e emudeceu todo o recinto repleto de senadores, jornalista, politicos:
"Qualquer comparação entre a ditadura militar e a democracia brasileira, só pode partir de quem não dá valor à democracia brasileira. Eu tinha 19 anos, fiquei três anos na cadeia e fui barbaramente torturada, senador. E qualquer pessoa que ousar dizer a verdade para os seus interrogadores, compromete a vida dos seus iguais e entrega pessoas para serem mortas. 
Eu me orgulho muito de ter mentido senador, porque mentir na tortura não é fácil. Agora, na democracia se fala a verdade; diante da tortura, quem tem coragem, dignidade, fala mentira. E isso (aplausos) e isso, senador, faz parte e integra a minha biografia, que eu tenho imenso orgulho, e eu não estou falando de heróis. 
Feliz do povo que não tem heróis desse tipo, senador, porque aguentar a tortura é algo dificílimo, porque todos nós somos muito frágeis, todos nós. Nós somos humanos, temos dor, e a sedução, a tentação de falar o que ocorreu e dizer a verdade é muito grande senador, a dor é insuportável, o senhor não imagina quanto é insuportável. Então, eu me orgulho de ter mentido, eu me orgulho imensamente de ter mentido, porque eu salvei companheiros, da mesma tortura e da morte. 
Não tenho nenhum compromisso com a ditadura em termos de dizer a verdade. Eu estava num campo e eles estavam noutro e o que estava em questão era a minha vida e a de meus companheiros. E esse país, que transitou por tudo isso, que construiu a democracia, que permite que hoje eu esteja aqui, que permite que eu fale com os senhores, não tem a menor similaridade, esse diálogo aqui é o diálogo democrático. A oposição pode me fazer perguntas, eu vou poder responder, nós estamos em igualdade de condições humanas, materiais.
.
Foto: Reprodução que consta no processo da Justiça Militar
Nós não estamos num diálogo entre o meu pescoço e a forca, senador. Eu estou aqui num diálogo democrático, civilizado, e por isso eu acredito e respeito esse momento. Por isso, todas as vezes eu já vim aqui nessa comissão antes. Então, eu começo a minha fala dizendo isso, porque isso é o resgate desse processo que ocorreu no Brasil. Vou repetir mais uma vez:
Não há espaço para a verdade, e é isso que mata na ditadura. O que mata na ditadura é que não há espaço para a verdade porque não há espaço para a vida, senador. Porque algumas verdades, até as mais banais, podem conduzir a morte. É só errarem a mão no seu interrogatório.
E eu acredito, senador, que nós estávamos em momentos diversos da nossa vida em 70. Eu asseguro pro senhor, eu tinha entre 19 e 21 anos e, de fato, eu combati a ditadura militar, e disso eu tenho imenso orgulho."
Não sei explicar muito bem porque, mas essa foto da jovem Dilma Roussef nos anos 70, os chamados "anos de chumbo" fez crescer muito o respeito que tenho pela nossa presidente. Começo a entender as razões porque ela conquistou também o respeito do ex-presidente Lula que a escolheu para sucedê-lo.
Independentemente de discordar ou concordar com as ações políticas ou gerenciais da presidente Dilma Roussef no comando de seu governo tenho a sensação de que o país está em mãos seguras e corajosas. 
Na fotografia o que transcende da valentia de Dilma Roussef é muito mais que isso. O que explode de forma cristalina na expressividade do flagrante é a coragem da moça. É a foto de uma jovem mulher guerreira em meio a um bando de homens covardes.

“Sabe por que eu gosto daquela foto? Porque ela é verdadeira”, diz Dilma sobre foto publicada por ÉPOCA

2 comentários:

  1. Quando vi essa fota da presidente Dilma fiquei fascinado exatamente pela postura dela diante dos militares que pareciam mais um bando de Golias intimidados e tentando esconder a própria vergonha diante da firmeza dessa gigante mulher que ousou levantar sua bandeira por um país livre e democrático! Você foi muito feliz em sua opinião! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Caro Cícero, grato pela visita e principalmente pelo comentário que deixou na Oficina de Gerência. Você pegou o "espírito da foto".
    Não sou um grande admirador da presidenta Dilma, mas reconheço que essa foto mostrou um lado seu que todos imaginavam, mas não estava visível. Colocou-a em um patamar superior como ser humano. Volte sempre.

    ResponderExcluir

Blogs que me encantam!


..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

Safernet



FinderFox

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin