03/10/2011

A Era Vargas (por Boris Fausto e outros historiadores)


E
ste é um post especial. Na data de  cinco de maio de 2008, ainda nos primeiros passos da Oficina de Gerência publiquei uma série de três posts intitulados "A Era Vargas". Cada qual continha um vídeo que era parte de uma aula do professor e historiador Boris Fausto sobre o tema. 
Esses posts sempre foram dos mais acessados no blog demonstrando o evidente interesse dos internautas em conhecer a história desse grande político brasileiro. Pois bem, consegui "descobrir" no YouTube um só vídeo que englobava os três da aula do professor Boris. Pensei, porque não dar uma reformulada no post de 2008 e apresentá-lo de roupa nova para os muitos interessados.
Foi o que fiz aqui nesse post. Ficou um pouco grande, mas está completo e leve de percorrer. Deixei os três vídeos anteriores no blog em suas datas originais, inclusive porque estão com comentários de visitantes à época, mas acresci lá uma "chamada" para este aqui, mais completo. Deu trabalho, mas espero que os leitores e internautas aprovem.

http://1.bp.blogspot.com/_NZOMrf8Xa78/SB3mf0e2FtI/AAAAAAAAEzQ/ShTa1Tb4f4M/s400/gvpdt.jpg
"Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.". É a frase final da Carta-Testamento de Gétúlio Vargas, considerado o maior líder político que a nossa história registra.
A História do Brasil reserva e de forma pródiga, milhares de páginas, imagens e vídeos ao período de governo do Presidente Getúlio Vargas  entre 1930 e 1945 (15 anos) denominado "A Era Vargas".
Essa fração importante da nossa história é pouco conhecida das gerações mais jovens. É uma quadra das mais ricas de fatos históricos da nação pontificada pelo protagonismo de Getúlio Vargas.
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/15/Cartaz_Revolucion%C3%A1rio_1.jpg
Paulistas contra Getúlio.
Nem me atreverei a escrever sobre Getúlio Vargas. Posso apenas opinar sobre o que li, ouvi e lembro sobre ele (eu tinha nove anos quando ele se suicidou em 1954). 
Vargas fez História com "H" maiúsculo. Foi um caudilho, um ditador de fato (e de direito, pela via do Estado Novo), mas também foi amado pela maioria do povo brasileiro, principalmente os mais pobres, que choraram sua morte e a transformaram em comoção nacional que surpreendeu e assustou seus adversários mudando os rumos do futuro imediato da nação.
Quem gosta de história será sempre surpreendido pela fascinante figura deste politico brasileiro. Se de um lado manipulou a opinião publica e governou de forma ditatorial e com mão de ferro, de outro soube como ninguém perceber as necessidades do povo e promover ações efetivas de cidadania que - muitas delas - perduram até hoje.  
Após o seu período ditatorial de 15 anos voltou à Presidência da República (1951) pelo voto direto de onde saiu tragicamente pelo gesto do suicídio. Acima de suas muitas máculas foi um estadista e transformou o Brasil.  Veja o texto inicial sobre ele, publicado no site Cultura Brasil.

 Getúlio Vargas, com outros líderes da Revolução de 1930, em Itararé-SP, logo após a derrubada de Washington Luís.
  •  
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/27/Capa_da_Revista_do_Globo_n%C2%BA_21_-_Revolu%C3%A7%C3%A3o_de_1930.jpg
Capa da Revista do Globo sobre a vitória da Revolução de 1930. (Símbolo da revolução vitoriosa: cavaleiros gaúchos amarram seus cavalos no obelisco da Rio Branco no centro do Rio de Janeiro)


"Getúlio Dornelles Vargas (19/4/1882 - 24/8/1954) foi o presidente que mais tempo governou o Brasil, durante dois mandatos. De origem gaúcha (nasceu na cidade de São Borja), Vargas foi presidente do Brasil entre os anos de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954. Entre 1937 e 1945 instalou a fase de ditadura, o chamado Estado Novo.
Getúlio Vargas assumiu o poder em 1930, após comandar a Revolução de 1930, que derrubou o governo de Washington Luís.
Seus quinze anos de governo seguintes, caracterizaram-se pelo nacionalismo e populismo. Sob seu governo foi promulgada a Constituição de 1934. Fecha o Congresso Nacional em 1937, instala o Estado Novo e passa a governar com poderes ditatoriais. Sua forma de governo passa a ser centralizadora e controladora. Criou o DIP ( Departamento de Imprensa e Propaganda ) para controlar e censurar manifestações contrárias ao seu governo.
Vargas em momento de descontração
Perseguiu opositores políticos, principalmente partidários do comunismo. Enviou Olga Benário , esposa do líder comunista Luis Carlos Prestes, para o governo nazista.
Realizações : criou a Justiça do Trabalho (1939), instituiu o salário mínimo, a Consolidação das Leis do Trabalho, também conhecida por CLT. Os direitos trabalhistas também são frutos de seu governo: carteira profissional, semana de trabalho de 48 horas e as férias remuneradas. GV investiu muito na área de infra-estrutura, criando a Companhia Siderúrgica Nacional (1940), a Vale do Rio Doce (1942), e a Hidrelétrica do Vale do São Francisco (1945). Em 1938, criou o IBGE ( Instituto brasileiro de Geografia e estatística). Saiu do governo em 1945, após um golpe militar.
O Segundo Mandato
Em 1950, Vargas voltou ao poder através de eleições democráticas. Neste governo continuou com uma política nacionalista. Criou a campanha do " Petróleo é Nosso" que resultaria na criação da Petrobrás. "



O suicídio de Vargas
Em agosto de 1954, Vargas suicidou-se no Palácio do Catete com um tiro no peito. Deixou uma carta testamento com uma frase que entrou para a história : "Deixo a vida para entrar na História." Até hoje o suicídio de Vargas gera polêmicas. O que sabemos é que seus últimos dias de governo foram marcados por forte pressão política por parte da imprensa e dos militares. A situação econômica do país não era positiva o que gerava muito descontentamento entre a população.Conclusão

Comoção popular no enterro de Vargas
No enterro de Getúlio três futuros Presidentes da República: João Goular, Juscelino eTancredo Neves. 
"Embora tenha sido um ditador e governado com medidas controladoras e populistas, Vargas foi um presidente marcado pelo investimento no Brasil. Além de criar obras de infra-estrutura e desenvolver o parque industrial brasileiro, tomou medidas favoráveis aos trabalhadores. Foi na área do trabalho que deixou sua marca registrada. Sua política econômica gerou empregos no Brasil e suas medidas na área do trabalho favoreceram os trabalhadores brasileiros. (texto retirado do site historiadobrasil.net)"
 
"Entre os principais críticos do governo, estava Carlos Lacerda, membro da UDN, que por meio dos órgãos de imprensa acusava o governo de promover a “esquerdização” do Brasil e praticar corrupção política. 
Essa rixa entre Vargas e Lacerda, ganhou as páginas dos jornais quando, em agosto de 1954, Carlos Lacerda escapou de um atentado promovido por Gregório Fortunato, guarda pessoal do presidente. 
A polêmica sob o envolvimento de Vargas no episódio serviu de justificativa para que as forças oposicionistas exigissem a renúncia do presidente. Mediante a pressão política estabelecida contra si, Vargas escolheu outra solução. Na manhã de 24 de agosto de 1954, Vargas atentou contra a própria vida disparando um tiro contra o coração. Na carta-testamento por ele escrita, Getúlio denunciou sua derrota perante “grupos nacionais e internacionais” que desprezavam a sua luta pelo “povo e, principalmente, os humildes”.
Depois dessa atitude trágica, a população entrou em grande comoção. Vargas passou a ser celebrado como um herói nacional que teve sua vida ceifada por forças superiores à sua luta popular. Com isso, todo grupo político, jornal e instituição que se pôs contra Getúlio Vargas, sofreu intenso repúdio das massas. Tal reação veio a impedir a consolidação de um possível golpe de estado. Dessa forma, o vice-presidente Café Filho assumiu a vaga presidencial. [...] (Parte do texto encontrado no Brasil Escola, por Rainer Sousa -Graduado em História - Equipe Brasil Escola).

Texto da Carta-testamento de Getúlio Vargas:
Cquote1.svg Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre.
Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder.
Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo, que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar, a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.
Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.
E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História.Cquote2.svg 

Impossível dissociar a história de Getúlio Vargas, no segundo mandato, da história de Carlos Lacerda. Por este motivo coloquei no post um brevíssimo texto sobre ele e algumas imagens. 

."Era um homem que despertava fascínio entre os amigos e ódio mortal entre os inimigos. Com tiradas irônicas, fulminava os adversários com os artigos que escrevia à noite, em casa, depois de circular pela boemia carioca. Os textos de Carlos Lacerda eram incendiários a ponto de, no dia seguinte, chegarem à Tribuna da Imprensa acompanhados de um bilhete: "Ao DBS, para pentear." DBS era o secretário de redação e amigo Aluísio Alves - Departamento de Bom Senso. Quando Alves não tinha tempo para arrumar o estrago, a alternativa consistia em encomendar outro artigo para um jovem deputado udenista da época, José Sarney. "Eu escrevia defendendo os mesmos pontos de vista do Lacerda. Vez ou outra saía assinado com o nome dele, mas nem de longe era tão contundente. Ele foi o último dos grandes jornalistas panfletários, dono de um poder verbal extraordinário", disse o ex-presidente Sarney a ISTOÉ.[...] (texto extraído do site Isto É/Portal Terra)".

.
(D) A foto que abalou o governo de Getúlio: Lacerda, sangrando, logo após ser baleado por um pistoleiro a mando do chefe da segurança do presidente, Gregório Fortunato. (E) Carlos Lacerda como 1º Governador do Estado da Guanabara.
       Veja abaixo mais uma série de fotos selecionadas sobre a vida de Getúlio Vargas:

      Jornais noticiando o suicídio de Getúlio Vargas
      Getúlio com o Presidente Roosevelt, em Natal quando fecharam o acordo para o apio do Brasil aos Aliados na 2ª Guerra Mundial.
      .
      ..
      (D) Getúlio fazendo o sabia fazer melhor, estar em contato com o povo. (E) Cena do velório de Getúlio. Comoção nacional.
      ...
      (D) Getúlio comandante vitorioso da Revolução de 30. (E) Foto histórica. Getúlio com João Pessoa que viria a ser assassinado anos depois.
      .
      Velório de Getúlio.
      .

       .
      Abaixo estão três vídeos. O primeiro tem 26 minutos e é o principal ponto desse post. O historiador Boris Fausto dá uma aula completa sobre a Era Vargas e o Brasil daqueles tempos. O segundo vídeo é mais curto (10 minutos) e delinea um biografia sobre a vida de Vargas. É muito instrutivo. Finalmente o terceiro vídeo que nos apresenta o estilo de Getúlio Vargas em comunicar-se com o povo, com os populares que eram sua grande força. No vídeo ele faz um histórico discurso no Dia do Trabalhador, 1º de maio de 1951.

      Este é o vídeo apresentado pelo eminente historiador Boris Fausto cobre integralmente o período da Era Vargas. Para quem se interessa pelo tema é imperdível.

      Uma breve biografia de Getulio Vargas para dar uma idéia geral da personalidade política desse importante líder de um período da Historia do Brasil

      Coloquei esse vídeo aqui no post para que o leitor interessado possa perceber o fascinio que Vargas exercia sobre o povão e como o seu governo sabia explorar o culto à sua personalidade.


      Nenhum comentário:

      Postar um comentário

      Blogs que me encantam!


      ..saia justa......† Trilha do Medo ♪....Blogueiros na Web - Ensinando o Sucesso no Blogger e Wordpress!..Emprego Virtual..Blog Ebooks Grátis....http://3.bp.blogspot.com/_vsVXJhAtvc8/ShLcueg5n2I/AAAAAAAACqo/sOQqVTcnVrc/S1600-R/blog.jpg..http://lh6.ggpht.com/_vc1VEWPuSmU/TN8mZZDF9tI/AAAAAAAAIJY/GWQU-iIvToI/banner-1.jpg....Divulgar textos | Publicar artigo....tirinhas do Zé........

      Estatística deste blog: Comentários em Postagens Widget by Mundo Blogger

      Safernet



      FinderFox

      LinkWithin

      Blog Widget by LinkWithin